31 dezembro 2006

Emissora AM "arrendada"

"A Rádio Nacional de Itabuna ficou fora do ar por vários dias, sendo fechada sem qualquer aviso aos anunciantes, funcionários ou mesmo a Anatel, uma exigência da lei de radiodifusão.

Apresentadores terceirizados como Robério Menezes, Soaldo Santos, Cacá Ferreira, Reginaldo Silva, Carlos Barbosa, Henrique Queiroz, Fábio Luciano, Fábio Ferreira e Ciro Sales não receberam aviso do fechamento.

Segundo informações levantadas por nossa reportagem, o presidente da Rádio Nacional de Itabuna, Dinailton Oliveira, estaria arrendando a emissora para um dono de jornal ligado ao prefeito Fernando Gomes.

A operação é ilegal, já que a legislação não permite o arrendamento de emissoras. "O Sr. Dinailton, advogado e ex-presidente da OAB tem obrigação de saber disso", ironiza um funcionário." Jornal A Região.

Ser ou não ser?

O deputado Capitão Fábio não sabe se vai ou se fica.

Nos bastidores da política, é dada como certa a adesão do parlamentar ao governo do petista Jaques Wagner.

Quando diz que prefere opor-se ao novo governo, estaria de olho nas eleições municipais de 2008, em Itabuna.

30 dezembro 2006

Saddam enforcado

O presidente dos Estados Unidos, George Bush, disse que o ex-ditador iraquiano Saddam Hussein teve um julgamento justo. O iraquiano morreu enforcado na madrugada deste sábado, após condenação pela morte de 148 xiitas em 1982.

E Bush, quando terá um "julgamento justo"?

29 dezembro 2006

Barcelos na Agerba

A edição do final de semana do jornal Tribuna da Bahia dá como certa a ida do engenheiro e ex-secretário de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente de Itabuna, Eduardo Barcelos, para a Agerba. O padrinho seria Geraldo Simões. A Agerba atua como reguladora de diversos serviços, como os de energia e transporte.

Diz o jornal:

Simões deve emplacar mais um aliado
Para decepção dos pretensos indicados, ainda na cota do Partido dos Trabalhadores, mais precisamente do compadre de Lula, futuro secretário da Agricultura, Geraldo Simões, a Agerba pode ficar sob a responsabilidade do itabunense Eduardo Barcelos.

Clique aqui para ler a íntegra da matéria.

"Barbeiro" ataca Coaraci

A localidade conhecida como Macaco, em Coaraci, está sofrendo com a proliferação do mosquito da doença de chagas, o "Barbeiro". Um desembargador, Mário Albiani, se viu obrigado a desinfetar e pintar todas as casas da sede de sua fazenda no município sul-baiano.

Vídeos sobre Crime do Vaqueiro 'ganham' a internet


O Crime do Vaqueiro aumentou a vendagem de jornais e a audiência das emissoras de tevê.

A TV Cabrália, por exemplo, tem entre os vídeos mais acessados na sua página da internet aqueles da série sobre as investigações do assassinato de Alexsandro Honorato.

O caso, como se sabe, envolve um dos figurões da high society itabunense, o assessor especial da Prefeitura de Itabuna, Markson Oliveira, conhecido como Marcos Gomes.

Clique aqui para acessar as reportagens feitas pela TV Cabrália.

Parente denunciou Marcos Gomes

O coordenador da 6ª Corpin, delegado Nelis Araújo, disse agora há pouco, no programa Alerta Total (TV Cabrália) que uma pessoa "do círculo familiar" do assessor especial da Prefeitura de Itabuna, Marcos Gomes, o acusou de ter torturado o vaqueiro Alexsandro Honorato.

Segundo o delegado, em depoimento à polícia, o parente teria dito que viu Marcos espancar Alexsandro. O depoente acrescentou que teria pedido ao agressor para que parasse de surrar a vítima, mas não foi atendido.

O inquérito já foi concluído e o filho do prefeito de Itabuna será indiciado pelos crimes de tortura, cárcere privado, homicídio e ocultação de cadáver. Alexsandro Honorato foi enterrado como indigente e, juntamente com seu corpo, a polícia encontrou um cabresto que testemunhas viram ser usado durante a tortura.

Durante o inquérito, o delegado Nélis Araújo ouviu 35 testemunhas. Algumas delas confessaram ter mentido ou omitido informações no primeiro depoimento e já procuraram a polícia para reformular suas declarações.

Sem riscos

Ontem acabou o prazo para inscrição de chapas à eleição da associação regional de municípios sul-baianos, a Amurc, que ocorre no dia cinco de janeiro.

Havia a ameaça da prefeita de Camacan, Débora Borges, apresentar uma chapa, o que não ocorreu.

O prefeito de Buerarema, Orlando Filho, agradece e ruma para uma eleição sem sobressaltos e de consenso.

O magnetismo do poder

Alguns deputados estaduais da atual situação deixaram claro ontem, na última sessão do ano na Assembléia, que vão mudar de lado. Deixam o carlismo e mudam-se de mala e cuia para apoiar o novo governador. O sinal foi emitido com a votação da reforma administrativa.

Paulo Câmera (PFL), Nelson Leal (PSL) e Fábio Santana (PRP) estão entre os que permanecerão governistas. Outros cinco ou seis deputados também deverão reforçar a base de Wagner.

Vai dar merda!

No apagar das luzes e bem discretamente, o governo Paulo Souto assinou contrato milionário com a Odebrecht para a construção e operação de um emissário submarino em Salvador. Será a primeira PPP efetivada na Bahia, no valor de R$ 738,58 milhões, a serem pagos em parcelas mensais de R$ 4,036 milhões ao longo de 18 anos.

Jacques Wagner chiou e disse que não foi informado sobre o contrato, embora conhecesse o projeto do emissário desde os tempos de ministério. Matéria do jornal A Tarde questiona a discreta divulgação da PPP, feita em uma nota curtíssima e bem escondida na página 4 do Caderno de Licitações do Diário Oficial de ontem.

A profecia


INCRÍVEL: Astrólogos prevêem que Fidel Castro vai morrer em 2007!

Cansados de fazer previsões furadas, como a vitória de Geraldo Alckmin nas eleições de outubro, os nossos astrólogos, da espécie nostradamus escaldadus, partiram para o óbvio ululante. O negócio agora é fazer previsão com margem de erro quase zero.

Mas em Cuba, o ditador rebate (as botas) e diz que muito vidente ainda vai morrer antes que ele parta ao encontro do Che Guevara.

Ministro aéreo


Algumas vezes a culpa nem é dele, mas o ministro de Defesa Waldir Pires é forte concorrente ao título de vilão nacional de 2006 por conta da sonolenta condução da crise no setor aéreo. O ex-governador, que parece nunca saber de nada, também não deve permanecer na Esplanada dos Ministérios em 2007.

Terá tempo de sobra pra dormir.

28 dezembro 2006

Crime do Vaqueiro: Polícia indicia Marcos Gomes

"O inquérito que apura a morte do vaqueiro Alexandro Honorato de Souza, 26 anos, foi concluído pelo coordenador da 6ª Coorpin, Nelis Araújo, juntamente com os delegados Marlos Macedo e Evy Paternostro, e aponta o assessor especial da Prefeitura de Itabuna, Markson Monteiro Oliveira, conhecido como Marcos Gomes, como o principal suspeito de cometer os crimes de lesão corporal, cárcere privado, homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

O corpo do vaqueiro foi encontrado no início do mês na BA-263, estrada que liga Itapetinga a Potiraguá, dois dias após ele ter sido surrado e mantido em cárcere privado na fazenda Redenção, localizada no município de Floresta Azul, de propriedade de Marcos Gomes.

Na tarde de quinta-feira (28), o coordenador regional informou que havia enviado uma viatura com policiais civis para receberem, no Departamento de Polícia Técnica de Vitória da Conquista, os laudos das perícias realizadas no decorrer do inquérito, entre elas da exumação do corpo, uma perícia descritiva de objetos e uma outra realizada para verificar vestígios de qual foi o local exato do crime.

O delegado-coordenador estava aguardando apenas os laudos para adicioná-los ao inquérito. "Durante todo o inquérito, tínhamos as provas, os indícios que apontavam Marcos Gomes como responsável pela morte de Alexsandro Honorato. Com a conclusão da peça, enviaremos hoje toda a documentação para a Justiça", informa.

A expectativa é de que hoje também seja aberto o cofre que foi apreendido na residência de Marcos Gomes, através de um mandado de busca e apreensão expedido pela juíza da comarca de Ibicaraí, Ana Cláudia de Jesus Souza. O mandado foi cumprido por uma equipe de policiais civis comandada pelo delegado Marlos Macedo.

Além do cofre, também foram encontradas e apreendidas na residência de Gomes munição e uma carteira de agente civil, expedida em março de 1990 pela Secretaria de Segurança Pública, em nome de Markson Monteiro Oliveira." Agora (29/12)

Prefeito reajusta passagem em Itabuna

O itabunense entrará 2007 pagando para "circular".

Como antecipou este blog, a tarifa do transporte coletivo urbano em Itabuna sofrerá reajuste, saltando de R$ 1,40 para R$ 1,60.

A tarifa entra em vigor na terça-feira, dia 2, conforme decreto assinado pelo prefeito Fernando Gomes.

Destaques dos Jornais

A Região
- Marcos Gomes se cala e nega tudo

- Nervoso, quase não consegue falar

- Sindicato pede ação contra a prefeitura

Agora
- Marcos Gomes diz a delegado que só depõe se for indiciado

- Itabunense ganha carro da campanha de natal da CDL

- Prefeitura muda horário de atendimento em 2007

Diário do Sul
- Marcos Gomes se apresenta à polícia

- Mulheres são os principais alvos dos ladrões de celulares

- Funcionários do HB vão à Prefeitura cobrar 13º

A Região: Marcos Gomes "desmorona" em depoimento

"Marcos Gomes, filho do prefeito de Itabuna Fernando Gomes, "desmoronou" durante o depoimento dado ao delegado Nelis Araújo na tarde desta quarta-feira no Complexo Policial.

Nervoso, quase sem controle físico, tremendo e suando muito, Marcos mal conseguiu falar e, quando conseguiu, se limitou a dizer que não viu nada e nem mesmo estava na Fazenda Redenção no dia do crime.

Como defesa, surpreendeu pela bobagem, já que dezenas de testemunhas afirmam que ele estava lá, gerenciando a vaquejada, e comandou a sessão de espancamento e tortura contra o vaqueiro Alexsandro Honorato.

Ao sair, foi informado pelo delegado que seria indiciado por pelo menos quatro crimes no inquérito que deve ser concluído nesta quinta-feira e enviado à Justiça."

27 dezembro 2006

Reajuste e malandragem

É preciso deixar de conversa mole.

Se o aumento de tarifa do transporte coletivo se deve à gratuidade, por que não adotar medidas para reduzi-la a níveis aceitáveis?

Falta seriedade na discussão, mas sobram muitos interessados nesse joguete que alimenta agentes do público e do privado.

"CPF"

O ex-vereador Ruy Miscócio Machado deixou a assessoria de gabinete do presidente da Câmara de Itabuna, Édson Dantas.

Almas bondosas querem reconduzi-lo ao cargo, mas dr. Édson se nega a tal ato de caridade.

A carteira de agente da Polícia Civil

Esta é a carteira de identidade funcional de agentes da polícia civil de 1990. Assinada pelo ex-secretário de Segurança Pública, Afrísio Vieira Lima, a da foto ao lado teria como dono Markson Monteiro de Oliveira, o Marcos Gomes. A carteira teria sido emitida em 27 de março daquele ano e foi encontrada pela polícia civil numa batida na casa de Marcos.

Até hoje era desconhecido que o filho do prefeito Fernando Gomes tenha sido agente civil. Na época em que a carteira teria sido emitida, os agentes civis desempenhavam as mesmas funções de um policial civil. Sentiu o drama?

Marcos Gomes diz que só falará em 'juízo'

Foi rápido o depoimento do assessor especial da Prefeitura de Itabuna, Markson Oliveira, conhecido como Marcos Gomes, ao delegado Nélis Araújo. Principal suspeito do crime do vaqueiro, o filho do prefeito Fernando Gomes disse que somente falará sobre o caso "em juízo".

Ele negou todas as acusações, tanto de tortura como cárcere privado e execução do vaqueiro Alexsandro Honorato. Marcos Gomes saiu "correndo" do complexo policial e não concedeu entrevista.

Passagem custará R$ 1,60

Nem R$ 1,96, nem R$ 1,71.

A tarifa do transporte coletivo em Itabuna custará R$ 1,60.

Falta apenas definir a data que a nova tarifa passa a vigorar.

COI reconhece recorde mundial de itabunense

O Comitê Olímpico Internacional (COI) acaba de reconhecer o recorde do itabunense Markson Oliveira.

Ele quebrou todas as marcas anteriores do salto em altura, categoria F20, ao cravar um salto de quatro metros, ontem, em Itabuna.

Detalhe: o salto foi sem vara.

Markson Oliveira, conhecido como Marcos Gomes, teria saltado o muro da mansão onde reside para livrar-se de homens da lei, no loteamento Nossa Senhora das Graças.

O COI usará como provas os relatos dos policiais que cumpriam mandado de busca e apreensão na casa de Gomes.

007 grapiúna...

Além de um cofre e munição, a polícia encontrou na mansão do assessor especial da prefeitura de Itabuna, Marcos Gomes, uma carteira de agente policial civil.

A carteira teria sido expedida em 1990.

Gomes, então, deveria ser o agente secreto da Civil...

Gomes, Marcos Gomes...

Dinaílton, o vingador

Os novos dirigentes da OAB-BA não gostaram do horário definido pelo presidente da instituição, Dinaílton Oliveira, para a transmissão do cargo a Saul Quadros, eleito para dirigir a Ordem no biênio 2007-2009.

O cargo será transmitido ao eleito, mas sem ato solene. Às 11h. E como vai ter gente de ressaca...

Destaques dos jornais (27/12)

A Região
- Polícia acha sangue na Fazenda Redenção

- Marcos Gomes foge da polícia à toa

- Sem 13º, natal vendeu 10% menos

Agora
- Presos aproveitam ausência de PMs e fogem da Detenção

- Justiça decide se rádio Nacional continua no ar

- Paulo Fontes deixa secretaria de Governo

Diário do Sul
- Doze presos fugiram da Casa de Detenção em Itabuna

- Matrículas em Itabuna vão até 30 de janeiro

- Acusado de homicídio e tráfico de drogas foi executado com 6 tiros

Crime do Vaqueiro: Marcos Gomes será ouvido hoje

Principal suspeito do crime do vaqueiro, o assessor especial da prefeitura de Itabuna, Markson Oliveira, o Marcos Gomes, prestará depoimento nesta quarta-feira, às 17h, no complexo policial de Itabuna.

Ele será ouvido pelos delegados da força-tarefa que apura quem torturou, manteve em cárcere privado e executou o vaqueiro Alexsandro Honorato, no dia dois de dezembro. O delegado Nélis Araújo havia informado na semana passada que o trabalho da polícia seria concluído ainda nesta quarta, dia 27.

Fuga
Marcos Gomes terá a chance de explicar à polícia porque fugiu de sua mansão na tarde de ontem, quando o delegado Marlos Macêdo e agentes da Civil foram à residência cumprir mandado de busca e apreensão. Os policiais encontraram munição de diversos calibres e um cofre, levado para a delegacia.

Marcas de sangue
Na fazenda Redenção, em Floresta Azul, onde o vaqueiro foi torturado e mantido em cárcere privado, a polícia ainda encontrou vestígio de sangue no quarto usado para 'detenção' de Alexsandro. Segundo reportagem da edição on-line do jornal A Região, a polícia trabalha com a hipótese de que o vaqueiro tenha sido assassinado na própria fazenda. 35 pessoas já foram ouvidas pela polícia.

Itabuna debaixo de lixo

Itabuna amanheceu a quarta-feira debaixo de lixo.

O serviço de coleta deixou de ser feito na cidade.

Comenta-se que a paralisação está ligada à falta de pagamento por parte da prefeitura à empresa EcoLimp, empresa responsável pela limpeza pública.

Até regiões centrais da cidade estão debaixo de lixo.

Bairros como Pontalzinho, Alto Maron, Alto Mirante, Castália, Monte Cristo, Califórnia e Fátima estão sem coleta desde o último sábado, dia 23.

O odor nas ruas está insuportável.

Porteira aberta

A saída antecipada de Paulo Fontes do governo do prefeito Fernando Gomes agradou em cheio Maria Alice Pereira.

Depois de abandonar a direção do Centro Social Urbano (CSU), Maria Alice deverá ser agraciada com o cargo de secretária de Governo, substituindo Fontes.

O cargo de secretário de Desenvolvimento Urbano também ficará vago. Rogério Peixoto está prestes a arrumar as malas.

Outro que deixa o governo, Elivaldo Cabral, coordenador do centro de referência em DST e Aids, retornará à TVI, com o "Rebimboca da Parafuseta", e negocia um programa de rádio com a Difusora.

"Val", que se intitula "100% Fernando Gomes", mira o processo sucessório de 2008.

26 dezembro 2006

A vassourada

"O relatório final da CPI do Cacau, instalada na Assembléia Legislativa, deve confirmar que a vassoura-de-bruxa foi introduzida no sul da Bahia de forma criminosa e culpar a União por não controlar a doença.

O relator Fábio Santana apresenta uma versão preliminar em janeiro, ainda durante o recesso parlamentar e também confirma o que a Polícia Federal descobriu em outubro: não dá para identificar os autores.

O relatório considera que a União, via Ceplac, não soube orientar os produtores, passou instruções erradas e não financiou a tempo as ações de combate à vassoura-de-bruxa.

As verbas do empréstimo aos cacauicultores saiu tarde e tinha prazo de pagamento curto demais. Seria impossível o produtor recuperar sua condição financeira antes de quatro anos." A Região Online.

Leia no blog

- Crime do Vaqueiro: Marcos Gomes foge da polícia

- Funcionário relata descaso na Rádio Nacional AM

- As histórias da imprensa regional

- Empresário se aproxima de petistas

- Passagem de ônibus vai a R$ 1,71

- ESCOLHA o pior e o melhor vereador de Itabuna em 2006

- Intervenção no PSB baiano

- ACM vai passar réveillon longe de Salvador

Funcionários da Rádio Nacional relatam descaso

Um e-mail recebido por este blog relata o descaso dos dirigentes da Rádio Nacional:

"O Srº Dinailton Oliveira, sócio da Rádio Nacional de Itabuna e também filho do dono, Daniel Gomes, numa atitude arbitrária e inconsequente, ordenou que a Rádio Nacional, envolta como está em dívidas e salários atrasados, tenha sua programação suspensa até segunda ordem. Pelo que se sabe até o início de janeiro. Essa ordem partiu na última sexta-feira.

E os funcionários que estão com três meses de salários atrasados, como ficam?

Não receberam sequer o 13º.

E os terceirizados? Como ficam.

Estão todos de braços cruzados, a ver navios, contando carneirinhos e de bolso vazio.

Situação complicou.

Será que é porque (Dinaílton Oliveira) perdeu a eleição da OAB...."

Aponte o PIOR vereador em 2006


Na sua opinião, qual o PIOR vereador de Itabuna em 2006

Adilson José

Didi no INPS

Milton Gramacho (PRTB)

Del Gally (PTdoB)

Adeládio Pezão (PFL)

Roberto de Souza (PL)

César Brandão (S/P)

Édson Dantas (PSB)

Luís Sena (PCdoB)

Mílton Cerqueira (PFL)

Vane do Renascer (PT)

Wenceslau Júnior (PCdoB)

Acilino (PT)









AGORA, ESCOLHA O (MELHOR) VEREADOR DE 2006


Na sua opinião, qual o melhor vereador de Itabuna em 2006

Emanoel Acilino (PT)

Wenceslau (PCdoB)

Vane do Renascer (PT)

Milton Cerqueira (PFL)

Luís Sena (PCdoB)

Édson Dantas (PSB)

César Brandão (S/P)

Roberto de Souza (PL)

Adeládio Pezão (PFL)

Del Gally (PTdoB)

Milton Gramacho (PRTB)

Didi do INPS (S/P)

Adilton José (S/P)







Crime do Vaqueiro: Marcos Gomes foge da polícia

O assessor especial da Prefeitura de Itabuna, Markson Oliveira, conhecido como Marcos Gomes, fugiu da polícia há pouco. O delegado Marlos Macêdo cumpria mandado de busca e apreensão na casa do assessor da prefeitura, no loteamento Nossa Senhora das Graças, quando Marcos Gomes teria fugido pelos fundos da mansão, segundo relato do delegado.

A polícia também cumpriu mandado de busca na fazenda Redenção. Da mansão em Itabuna, o delegado e os agentes levaram apenas o cofre pessoal de Marcos Gomes, que somente será aberto amanhã, quando o advogado Carlos Burgos repassará a chave à polícia.

O crime
A polícia trata Marcos Gomes como o principal suspeito dos crimes de tortura e cárcere privado do vaqueiro Alexsandro Honorato, na fazenda Redenção, município de Floresta Azul, no dia dois de deste mês. O corpo do vaqueiro foi encontrado dois dias depois, às margens da rodovia que liga Potiraguá a Itapetinga, com um tiro na nuca e dois contra o peito.

As histórias da imprensa regional

Um dos bons (e poucos) livros sobre a imprensa itabunense é o do multimídia Ramiro Aquino. Profissional de mão cheia, ele publicou em 1999 o "De Tabocas a Itabuna, 100 anos de imprensa".

O blog lembra deste livro justamente num período difícil da pioneira Rádio Nacional (ex-Clube de Itabuna). Além de historiar a nossa imprensa, também narra desventuras de profissionais que passaram por jornais, rádios e emissoras de TV.

Uma das histórias é a que segue:

"Quem não conhece o Ederivaldo Benedito? Bené é uma dessas figuras que dele pode se dizer: ame-o ou mate-o. Suas posições sempre provocam polêmica. Jornalista, radialista, poeta, assessor, é um homem de muitos instrumentos (...)

Benedito, então redator do BA-TV-1ª edição, na TV Santa Cruz, diziam, não simpatizava com o apresentador Henrique Nuzart, então titular do programa, por não reconhecer boas qualidades naquele profissional como locutor, especialmente na pronúncia de algumas palavras pouco usuais.Benedito incluía alguma palavra no texto só para dificultar a performance de Nuzart.

Nessa época o programa era pré-gravado e um dia Bené escreve o seguinte texto:

– "Segundo o Centro de Recursos Ambientais (CRA), o fim de semana não será propício aos frequentadores do litoral ilheense. As praias de Ilhéus estão sem condições de balneabilidade."

Para a maioria das pessoas "balneabilidade" não é palavra difícil de pronunciar, mas para quem tinha a "língua presa" como Henrique Nuzart, a palavra era um tormento.

Foi preciso a intervenção do diretor Carlos Macedo, após a 16ª gravação do Nuzart, para que o texto fosse modificado para "as praias de Ilhéus estão sem condições de banho".

Esse Benedito!..."

Rádio Nacional AM fora do ar

Os funcionários da rádio Nacional AM estão em pânico.

O advogado Dinaílton Oliveira (filho de Daniel Gomes, dono da emissora) enviou uma carta determinando o desligamento imediato dos transmissores da emissora itabunense. A Nacional, segundo a ordem, deve ficar fora do ar até fevereiro do próximo ano.

Um grupo de funcionários da emissora constituiu advogado para tentar reverter a decisão de Dinaílton, futuro ex-presidente da OAB/Bahia.

Esse é mais um triste retrato do rádio AM em Itabuna.

Pontes com o poder

O empresário Helenílson Chaves não gosta de contrariar a máxima de que "o rio só corre para o mar".

São cada vez mais intensos os contatos do empresário com os petistas, em nível estadual.

Não era assim há pouco tempo, quando recomendava (ou não) consultorias a proprietários rurais.

Passagem de ônibus em Itabuna vai a R$ 1,71

Os empresários do transporte coletivo em Itabuna devem começar o ano novo rindo de orelha-a-orelha.

Eles pediram um novo reajuste de tarifa, dos atuais R$ 1,40 para R$ 1,96.

É aquela história do pedir alto para negociar o "ideal" entre as partes (prefeitura e empresas). Nesse caso, a tarifa passaria a custar R$ 1,71.

De acordo com um dos dirigentes de empresa, o prefeito Fernando Gomes teria dado 'sinal verde' para o aumento do valor da passagem.

A tarifa saltaria para R$ 1,70 ("o prefeito autoriza até R$ 1,71").

Ainda bem...

Fui. Antonio Carlos Magalhães passou o Natal na Bahia, mas no Ano Novo vai desaparecer. O senador pefelista quer estar bem longe das posses de Lula em Brasília e de Jaques Wagner em Salvador.

Nota também publicada no Painel da Folha de São Paulo, hoje.

Intervenção no PSB baiano

Por bem... Mesmo com a derrubada da cláusula de barreira pelo STF, o PSB decretou a intervenção em oito de seus diretórios estaduais, entre eles os da Bahia, de Minas e do Rio. Nesses locais, os candidatos do partido não somaram 5% dos votos na eleição.

...ou por mal. Onde houve intervenção, o PSB nomeou direções provisórias, que terão de adotar medidas para fortalecer a legenda, como campanhas de filiação. "O partido tem de crescer", justifica Roberto Amaral, do comando nacional da sigla.

Nota publicada no Painel, da Folha de São Paulo (26/12).

24 dezembro 2006

O futuro dos meios de comunicação

Pesquisas recentes mostram que a participação as mídias impressas no bolo publicitário caiu vertiginosamente. Há dez anos os jornais abocanhavam 25,6% de todo o bolo. A fatia ficou bem reduzida, agora, passando a 15,7%. As revistas caíram de 8,8% para 8,6%.

Agora, a nossa proposta a estudantes da área de comunicação e gente do meio: diante da queda de vendagem e faturamento, qual a forma de reagir e os caminhos a perseguir diante de um quadro complexo em que a internet avança a passos largos?

Os artigos serão publicados e o melhor, premiado!

Envie o seu artigo para o email blogpimentanamuqueca@gmail.com.

23 dezembro 2006

Escravos do sonho e do medo*

Celina Santos

Dia 23 de dezembro. Hora de fazer as contas e correr à rua para comprar os presentes de Natal! Afinal, durante a semana não dá tempo para ficar vagando pelo comércio, à procura de promoções e descontos que nos permitam começar o Ano Novo um pouquinho mais folgados nas finanças. É preciso correr, senão não aproveitamos as melhores oportunidades, não é?

Tudo bem. Não há como fugir do lugar-comum. Nesta época, pensamos principalmente na troca de presentes e na farta ceia que nos alimentará na noite de 24 de dezembro. Mas, que tal tentar sair dessa esfera e pensar também em nos presentearmos com um pouco mais de cuidado com nossas vidas?

Vamos olhar para trás e analisar o que fizemos ao longo do ano. De um modo geral, o cotidiano das pessoas é regido por um ritmo ultra-acelerado. É acordar cedo para trabalhar, correr para estudar à noite, invadir a madrugada fazendo atividades escolares, usar os finais de semana para fazer aquela pós-graduação imperdível ... E por aí vão sendo consumidas as horas, os dias, as noites, os meses, o ano.

Estamos na era da automatização, da substituição cada vez mais constante do homem pela máquina e, com isso, a corrida pelo famoso “lugar ao sol” muitas vezes impõe um comportamento mecânico. É a tentativa de driblar o tempo e fazer tudo que julgamos fundamental para alcançar nossos objetivos.

Acabamos nos tornando escravos do sonho de crescer profissionalmente, escravos do medo de perder para o concorrente, escravos da lógica que dita: descanso é coisa de preguiçoso. O resultado disso é que o estresse é uma das doenças mais comuns nos dias de hoje.

De tanto corrermos e ligarmos os botões da ansiedade, que nos transformam em falsas máquinas, chega a um ponto que nossa coluna vertebral pede menos, nossa mente pede sono, nossos braços e pernas pedem apenas para bailar, ao ritmo de uma música lenta ou até mesmo na levada de um pagodão (risos).

Então, vamos combinar juntos esse presente de Natal? Vamos pensar mais nos momentos de lazer, investir no prazer, na alegria, na qualidade dos nossos dias. Não vamos permitir que o ano passe por nós como um furacão, deixando apenas a impressão de que não fizemos nada. Precisamos lutar por momentos mais marcantes, por horas que se façam inesquecíveis em nossa memória. Chega de correr feito loucos para chegar, antes de tudo, na reta final do cansaço.

Podemos nos prometer algumas coisas? Ok. Vamos ler mais, dançar mais, cantar mais no banheiro, abraçar mais nossos amigos e familiares, vamos ver o pôr do sol na beira da praia, ver o amanhecer do dia ao sair de uma farra, vamos zelar também pelo descanso em meio ao turbilhão de responsabilidades que norteiam nosso cotidiano.

Se for preciso, cancelemos ao menos por um dia nossos compromissos inadiáveis para pensar em nós. Que no próximo ano nós aprendamos a filtrar, sobretudo, o que há de melhor nessa longa caminhada batizada como vida.

*Publicado no Diário do Sul. Clique a q u i e leia mais.

22 dezembro 2006

Wagner anuncia mais nomes para o governo (vídeo)

O governador eleito Jaques Wagner anunciou os nomes para os comandos das polícias Militar e Civil, Bahiatursa, Conder e Casa Militar. O anúncio ocorreu durante entrevista ao programa do radialista Mário Kertész, o Jornal da Manhã.

Clique a q u i para assistir ao vídeo da entrevista.

Jaques Wagner fará leilão de conta-salário

O futuro governador Jaques Wagner deve ganhar um reforço extra no caixa do estado ao negociar a folha de pagamentos do servidor.

Atualmente, o pagamento de salário do funcionalismo vem sendo feito exclusivamente pelo banco Bradesco, mas o estado nada ganha com a medida.

Uma licitação (ou leilão) para escolha de novo banco para pagamento da folha renderia ao governo baiano uma receita estimada em até R$ 400 milhões.

O vencedor teria controle sobre toda a folha, ganhando uma carteira de clientes nada desprezível e que o Bradesco controla desde o tempo em que comprou o estatal Baneb.

A instituição que vencer o leilão será obrigada a garantir aos clientes-servidores a transferência ou saque, parcial ou integral, dos seus salários salários, sem custos, bem como o fornecimento do cartão magnético e talão de cheque.

Prefeitura de Itabuna entre as 97 contas rejeitadas pelo TCM

O balanço final do Tribunal de Contas dos Municípios revela 97 prefeituras com as contas relativas ao exercício de 2005 rejeitadas em sua integralidade. Uma delas é a gestão do prefeito Fernando Gomes, de Itabuna. A rejeição das contas de Fernando foi antecipada por este blog.

O volume representa cerca de 25% das prefeituras baianas. Além de Itabuna, outras contas de prefeituras sul-baianas não passaram pelo crivo do TCM, a exemplo de Floresta Azul, Ibicaraí, Maraú, Teixeira de Freitas e Ubatã.

Participe de nossa enquete


O "Crime do Vaqueiro" será esclarecido?

Sim, as provas são contundentes

Não, eles sempre dão um jeitinho

Acredito na polícia e na justiça









Destaques dos jornais (22/12)

Agora
- Marcos Gomes é intimado para depor

- Ambulantes sem cadastro saem do comércio central

- Encerrado prazo para desconto no Refis municipal

A Região
-
:: Prefeito dá outro custo para o carnaval

- :: Revolta dos garis enche Ilhéus de lixo

- :: Colo Colo e Itabuna preparam estréia ::

Diário do Sul
-
Wagner prega consenso e defende novo modelo de desenvolvimento

- Acusado de matar garota de programa é preso em Itabuna

- Hospitais de Itabuna não pagam 13º e sindicato fala em greve

Crime do Vaqueiro: delegado promete inquérito pronto dia 27

O delegado Nélis Araújo praticamente já esclareceu o crime do vaqueiro Alexsandro Honorato e promete concluir o inquérito dia 27, próxima quarta-feira.

Não o fará antes porque ainda espera ouvir o principal suspeito do crime de tortura e cárcere privado de Alexsandro, o assessor especial da Prefeitura de Itabuna, Markson Oliveira, mais conhecido como Marcos Gomes.

A polícia diz faltar apenas a última fase da investigação: esclarecer quem executou ou mandou executar o vaqueiro, encontrado morto no dia quatro de dezembro, dois dias após ser surrado na fazenda Redenção, em Floresta Azul.

Cowboy

O vídeo daria uma sangrenta sessão faroeste, dirigida pelo parente não consangüíneo.

Um grande estúdio de Hollywood até se interessou pela película, mas desistira após saber que a história só tem início e meio.

O fim, a parte mais dramática, sofrera abrupto corte do 'departamento de censura'.

Transporte coletivo em Itabuna terá novo reajuste

O usuário do sistema de transporte coletivo em Itabuna deve se preparar.

O início de 2007 vai ser de total pressão das empresas para aumentar o valor da passagem.

A tarifa deverá subir para R$ 1,70, a julgar pelos cálculos dos empresários. Os empresários reclamam do alto índice de gratuidade (27%). Não lembram que atingiu a marca de 35%, num passado recente.

A julgar pelos números fornecidos pela Expresso Rio Cachoeira, o número de passageiros transportados em Itabuna deve ter dobrado em pouco mais de dois anos. Segundo Edmílson Alves, sua empresa transporta, mensalmente, 1,8 milhão de passageiros.

Há dois, três anos, esse era o volume de transportados pelas duas empresas. Ora, se aumentou o número de passageiros porque pedir novo aumento?

Elementar

A secretária de Administração da Prefeitura de Itabuna, Acácia Pinho, mostra que sabe mesmo gerenciar. A sua loja, a Elementais, inaugurada agora às vésperas do Natal, no Jequitibá Plaza Shopping, faz grande sucesso.

O empreendimento da secretária foi antecipado por este blog (confira).

A loja está entre as mais chamativas do shopping, tamanha a extravagância e elegância das peças à venda.

21 dezembro 2006

Falta combinar com o eleitor

O jornal Agora que estará nas bancas amanhã (mas já pode ser acessado pela internet) diz que será lançada uma campanha publicitária agradecendo a Fernando Gomes e Geraldo Simões pelo que os dois, supostamente, fizeram por Itabuna.

Diz a campanha:

Obrigado, Fernando, pelo que você já fez.
Obrigado, Geraldo, por ter colaborado com Itabuna.
Agora, é a vez de novos nomes para governar Itabuna.

FG TOMOU REMÉDIO DEMAIS... E DIZ QUE VAI ENDURECER!!!

Ele anda calado ultimamente, parecendo mesmo que se encontra no ocaso de uma trajetória que em Itabuna se tornou sinônimo de poder. Mas quando fala, Fernando Gomes vira notícia. Não pela riqueza do conteúdo, mas pela polêmica e – por que não confessar – os risos que provoca.

Fernando falou hoje. E como falou! Para começar, reativou um dos adjetivos que adora usar para definir seus opositores: “fariseu”.

Entre arroubos indignados, o prefeito não conseguiu afastar uma impressão: a de que se encontra politicamente perdido e desiludido. Enfim, Fernando Gomes não empolga mais.

Mas é hilário , embora esteja triste.

Contrariando o noticiário dos becos e esquinas, o prefeito disse, na entrevista concedida à Rádio Difusora, que não está doente. “É que eu tomei remédio demais”. Bem, ao entrevistador não ocorreu perguntar por que ele tomou tanto remédio se não está doente. (?????)

Tudo bem, mas teve mais. Depois de dizer que havia ingerido essa overdose de medicamentos, o velho Cuma partiu com a bravata: “Agora vou endurecer!!!” . Não sei o Orlando Cardoso, mas eu de cá fiquei doido pra perguntar se o prefeito entupiu-se de Viagra ou Pramil. (????). Nada demais, disfunção erétil na beirada dos 70 é algo absolutamente normal, embora digam que o poder é o melhor afrodisíaco que existe.

Ao que parece, a vítima preferencial da “endurecida” (ai de quem chamar falecida) é a turma da TV Cabrália. “A televisão queria 100 mil e o molequinho (apresentador Ricardo Bacelar) pediu 4 mil em cargos”. Cuma disse que o apresentador adora microfone e o acusou de não ter nível. “Eu não aceito esse tipo de baixeza em minha empresa”, decretou, não se sabe se referindo-se à Prefeitura. É terrível como essa gente adora misturar as coisas.

O velho alcaide se mostra realmente confuso. Em certo trecho da entrevista, amaldiçoou os “que ficam por aí dizendo que eu estou doente. Quero que eles tenham o dobro da doença que dizem que eu tenho”. E depois: “Não vou desejar mal a ninguém. Tenho que desejar o bem até pra um bandido”.

Eta homem danado, é confuso e sincero ao mesmo tempo. No caso dele, ter que desejar o bem para um bandido é o que poderíamos chamar de verdadeira imposição biológica.

Prefeitura gastou R$ 1,6 milhão no carnaval

Era pior do que se imaginava.

O carnaval mais caro da história de Itabuna não custou R$ 1,5 milhão.

"A gente gastou R$ 1,6 milhão no carnaval", disse o prefeito, numa entrevista em "cadeia" de emissoras de rádio".

Se mexer mais um pouco, o valor já-já passará dos R$ 2 milhões.

Barragem volta a funcionar só em janeiro

Quem mora na região que vai do bairro Lomanto a Nova Ferradas terá que esperar ainda mais para receber água na torneira.

A estação de tratamento da Emasa em Nova Ferradas só volta a funcionar lá para a segunda quinzena de janeiro, segundo anunciou o prefeito Fernando Gomes.

A barragem, inaugurada às pressas no dia 28 de julho, rompeu no início de novembro e desde esse período a população formada por 12 bairros está sem água.

O prefeito disse que a estação de tratamento de água da Emasa em Nova Ferradas passará por testes no dia cinco de janeiro. Se não ocorrer mais algum problema, o abastecimento voltará a ser feito.

Do contrário, os moradores terão que esperar mais outros dois meses...

Fraude na eleição da FIFA

Vejam a sacanagem da turma do Kibe Loco:




20 dezembro 2006

Conheça como se faz notícia na TV Globo

Demitido, Rodrigo Vianna, repórter da TV Globo, critica a direção da emissora. O relato do profissional mostra um pouco da fantasia que se tornou a tevê brasileira

"Quando cheguei à TV Globo, em 1995, eu tinha mais cabelo, mais esperança, e também mais ilusões. Perdi boa parte do primeiro e das últimas. A esperança diminuiu, mas sobrevive. Esperança de fazer jornalismo que sirva pra transformar - ainda que de forma modesta e pontual. Infelizmente, está difícil continuar cumprindo esse compromisso aqui na Globo. Por isso, estou indo embora.

Quando entrei na TV Globo, os amigos, os antigos colegas de Faculdade, diziam: "você não vai agüentar nem um ano naquela TV que manipula eleições, fatos, cérebros". Agüentei doze anos. E vou dizer: costumava contar a meus amigos que na Globo fazíamos - sim - bom jornalismo. Havia, ao menos, um esforço nessa direção.

Na última década, em debates nas universidades, ou nas mesas de bar, a cada vez que me perguntavam sobre manipulação e controle político na Globo, eu costumava dizer: "olha, isso é coisa do passado; esse tempo ficou pra trás".

Isso não era só um discurso. Acompanhei de perto a chegada de Evandro Carlos de Andrade ao comando da TV, e a tentativa dele de profissionalizar nosso trabalho. Jornalismo comunitário, cobertura política - da qual participei de 98 a 2006. Matérias didáticas sobre o voto, sobre a democracia. Cobertura factual das eleições, debates. Pode parecer bobagem, mas tive orgulho de participar desse momento de virada no Jornalismo da Globo.

Parecia uma virada. Infelizmente, a cobertura das eleições de 2006 mostrou que eu havia me iludido. O que vivemos aqui entre setembro e outubro de 2006 não foi ficção. Aconteceu.

Pode ser que algum chefe queira fazer abaixo-assinado para provar que não aconteceu. Mas, é ruim, hem!

Intervenção minuciosa em nossos textos, trocas de palavras a mando de chefes, entrevistas de candidatos (gravadas na rua) escolhidas a dedo, à distância, por um personagem quase mítico que paira sobre a Redação: "o fulano (e vocês sabem de quem estou falando) quer esse trecho; o fulano quer que mude essa palavra no texto".

Tudo isso aconteceu. E nem foi o pior.

Na reta final do primeiro turno, os "aloprados do PT" aprontaram; e aloprados na chefia do jornalismo global botaram por terra anos de esforço para construir um novo tipo de trabalho aqui.

Ao lado de um grupo de colegas, entrei na sala de nosso chefe em São Paulo, no dia 18 de setembro, para reclamar da cobertura e pedir equilíbrio nas matérias: "por que não vamos repercutir a matéria da "Istoé", mostrando que a gênese dos sanguessugas ocorreu sob os tucanos? Por que não vamos a Piracicaba, contar quem é Abel Pereira?"

Por que isso, por que aquilo... Nenhuma resposta convincente. E uma cobertura desastrosa. Será que acharam que ninguém ia perceber?

Quando, no JN, chamavam Gedimar e Valdebran de "petistas" e, ao mesmo tempo, falavam de Abel Pereira como empresário ligado a um ex-ministro do "governo anterior", acharam que ninguém ia achar estranho?

Para ler a íntegra da carta, clique a q u i

Para ler a resposta da Globo, clique aqui

Espírito Santo

O deputado federal Paulo Magalhães nunca foi tão acionado como agora pelo clã dos Gomes.

O clã cobra os 3.091 votos dados ao deputado federal em Itabuna, em outubro.

Magalhães até faz uma forcinha pelo pai e, especialmente, pelo filho, mas se amarra ao lembrar que num passado recente chegou a obter o triplo de votos na cidade, algo como 9 mil, 10 mil votos.

Os resultados de Itabuna no "Prova Brasil"

Um dos principais pólos de ensino superior da Bahia e da região Nordeste, Itabuna registrou desempenho abaixo das médias nacional e estadual no exame Prova Brasil, realizado pelo Ministério da Educação e Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). O exame averiguou a situação do ensino fundamental em classes da quarta e oitava séries ou equivalentes do Ensino Fundamental.

O rendimento mais baixo ocorreu nas provas de matemática aplicadas com alunos da quarta série (ou equivalente). Enquanto em todo o Brasil, a média alcançou 179,98 pontos, as escolas municipais atingiram percentual de apenas 153,75 pontos, contra média estadual de 168,78.

O melhor desempenho foi registrado nas provas de língua portuguesa, quando os estudantes da rede municipal de Itabuna do ciclo de aprendizagem correspondente à oitava série tiveram percentual de acerto de 216,57 pontos. A média média nacional nesta prova em classes de oitava série foi de 222,63 pontos. A estadual, 211,94 pontos.

3.862 alunos das quartas e oitavas séries das redes municipal e estadual de ensino em Itabuna participaram deste exame da Prova Brasil, dos quais 2.220 alunos da rede municipal. Abaixo, as médias nacional, estadual e municipal do exame realizado pelo Ministério da Educação e Unicef.

A primeira coluna traz a média obtida por Itabuna; a segunda, pontuação estadual, e a terceira coluna, a média brasileira. Ao lado, estão as séries ou equivalentes (quarta ou oitava série).

TV mostra abandono da Cesta do Povo em Itabuna

O cliente paga à vista, mas a Cesta do Povo está quebrada.

Você sabe por qual motivo?

Assista a essa reportagem que mostra a decadência da Cesta do Povo, criada para vender mais barato e, também, quebrar aquela rede de mercados Unimar.

Para assistir à reportagem, clique a q u i.

Reprovação

O desempenho da educação itabunense no exame Prova Brasil não foi bom.

O índice de aprovação em escolas municipais foi menor do que o registrado nas escolas estaduais.

A gente detalha esses resultados daqui a pouco.

Pinóquio

Quando o prefeito Fernando Gomes estava em campanha, prometeu que os postos de saúde e o Hospital de Base atenderiam o paciente em quatro minutos.

Hoje, a população sabe o quanto foi enganada.

E não adianta alegar "poucos recursos".

Se a gestão é ruim, não há saco de dinheiro que chegue ou dê jeito.

Depois de contestar, prefeitura admite "estrago" causado pela dengue

O secretário de Saúde esperneou, xingou jornalista, ofendeu veículos de imprensa, mas a prefeitura acaba de admitir que a situação da dengue em Itabuna é, realmente, "preocupante". Veja este material oficial e preste atenção nos trechos destacados em negrito:

"A Secretaria Municipal de Saúde conclui, ainda esta semana, a segunda aplicação de inseticidas à base de água e 2% de deltametrina em toda a cidade para intensificar o combate ao mosquito Aedes aegypti principal agente transmissor da dengue, numa operação que conta com o apoio cinco carros tipo fumacê.

A ação, segundo o Diretor da Vigilância à Saúde, Manoel Matos, foi decorrente da constatação de uma infestação predial de 17% por cento em algumas áreas da periferia da cidade, considerado um dos índices mais elevados do país e visa evitar a possibilidade de ocorrência de uma epidemia agora no verão, um esforço que depende também da participação da comunidade.

O uso do veículo é estratégico, segundo Manoel Matos, para os casos considerados de infestação elevada: “O ideal mesmo é o combate as larvas, quebrando o ciclo biológico do vetor, o que exige uma maior participação das pessoas, que recebem bem os agentes, mas não fazem o trabalho preventivo”.

Então, o que dirá o dengoso secretário de Saúde, Jessuíno Oliveira?

Este espaço está aberto para explicações.

Muda direção da TV Cabrália?

Um leitor comentou, nós confirmamos. Nos bastidores da TV Cabrália, é dada como certa nova mudança na direção da emissora.

A pergunta que fica no ar, e a fonte não soube responder: Gustavo Paulus está incomodando? Quem se sente desconfortável com o dirigente?

Para este blog, a saída de Gustavo não seria novidade (ou notícia), dada a freqüência com que a emissora do bispo Crivella muda de diretor.

Se as especulações se confirmarem, será uma pena, justamente um momento em que a Cabrália ("A imagem do sul da Bahia") passa por uma guinada na grade de programação e reconquista a audiência perdida por causa de erros sucessivos.

Opção

A grande notícia da semana é que nosso grande Ferdinand Gómez, o Pacífico, não mais deixará seus súditos desprovidos de diversão no período do Carnaval Postergado.

O príncipe deste condado vai promover, em vez da festa momesca, uma grande vaquejada nas avenidas Aziz Maron e Mário Padre.

Preocupação de Mark Gómez II: “Pai, estou sem arreios”.

Rijo Salomão

Calouros

Dos 63 deputados estaduais baianos eleitos em outubro, apenas 23 são 'calouros'.

Ontem, eles foram diplomados e assumem o cargo no dia 1º de fevereiro.

Entre os eleitos, Ângela Souza, que quebrou um tabu: há quase 20 anos Ilhéus não elegia um representante para a Assembléia Legislativa.

Ângela já anunciou participação na bancada que vai apoiar o governo de Jaques Wagner.

Depoimento de Marcos Gomes fica para depois do Natal

A polícia tomou cerca de vinte depoimentos na segunda e ontem para tentar esclarecer o assassinato do vaqueiro Alexsandro Honorato, mas o depoimento do principal suspeito dos crimes de tortura e cárcere privado, Marcos Gomes, deve acontecer somente na próxima semana. Pelo menos foi o que deixou claro o delegado Nélis Araújo, que preside o inquérito.

Alexsandro apareceu morto no dia quatro de dezembro, dois dias depois de ter sido surrado na fazenda Redenção, de propriedade do assessor especial da Prefeitura de Itabuna, Markson Oliveira, conhecido como Marcos Gomes, filho do prefeito Fernando Gomes. Testemunhas apontam o filho do prefeito como o autor e mandante dos crimes de espancamento e cárcere.

A polícia trabalha para descobrir quem executou o vaqueiro, encontrado morto na estrada Potiraguá-Itapetinga, alvejado com um tiro na nuca e dois disparos calibre 38, contra o peito.

O delegado promete um final de ano de fortes emoções.

Argumento

A União concentra grande parte da arrecadação, mas alguns municípios exageram quando reclamam queda no repasse de recursos.

As reclamações são concentradas numa mistificada queda de repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Poderiam dizer a verdade.

O repasse não caiu, mas há um desconto de dívidas não pagas e recentemente negociadas. Ou dizer que as dificuldades foram geradas por uma gastança 'fora da curva' em 2006.

Reconhecido

Às vésperas de formar a primeira turma, o curso de medicina da Uesc acaba de ser reconhecido.

A notícia tranqüiliza os formandos e, claro, o reitor Joaquim Bastos, que se prepara para nova campanha para manter-se à frente da instituição.

Fernando não entra em cadeia

O prefeito Fernando Gomes não entrou em cadeia de rádio nesta quarta-feira, às 8h30min. Não porque ele tenha lá problema com essa palavra estranha.

Alegou um problema na estrutura óssea do dente, que teria inchado demais e provocado revertério, forçando-o a procurar assistência de um odontologista, às pressas.

É, realmente, o coice do cavalo criado em casa foi muito forte.

19 dezembro 2006

Isolado

Um flagrante do repórter fotográfico Carlos Augusto, Guto Jads, de Feira de Santana. Ao telefone, o governador Paulo Souto, na inauguração da Gerdau, no início do mês. Às vésperas de deixar o poder, ele está só. Veja mais sobre a princesinha do Sertão no blog de Jânio Rego.

Agressora de ACM Neto, Rita queria um revólver, diz reportagem

Por José Américo Castro
A aposentada Rita de Cássia Sampaio de Souza, 45 anos, que feriu com uma faca o deputado federal ACM Neto, teria tentado adquirir um revólver em Ipiaú, onde estava residindo antes de ser reencontrada em Salvador, na segunda-feira (18).

A proposta, segundo uma testemunha que preferiu se manter no anonimato, foi feita a alguns caminhoneiros que transitavam pela cidade e com os quais Rita costumava pegar carona para outros centros e também se prostituir. Vizinhos contam que desde a última campanha eleitoral ela vinha buscando informações a respeito do deputado e em algumas ocasiões teria declarado estar apaixonada por este.

O mesmo sentimento Rita de Cássia nutriu em relação ao empresário, fazendeiro e fotógrafo Haroldo Magalhães, sendo que o mesmo também foi agredido fisicamente e chegou a receber um corte na mão após um golpe de faca desferido pela agressora. Outras pessoas, em Ipiaú, foram vítimas das agressões de Rita, que, apesar do desequilíbrio mental, é definida como uma pessoa inteligente e calculista.

Na Polícia, em Salvador, depois da agressão ao deputado federal, Rita de Cássia disse que ACM Neto não teria cumprido uma promessa de ajudá-la a sacar um suposto crédito do FGTS. Informações colhidas junto à Vara da Fazenda Pública da Comarca de Ipiaú dão conta que desde o dia 11 de julho de 1995 Rita de Cássia havia sacado o seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e, portanto, não tem mais direito ao benefício.

Ela chegou a ingressar com um processo de ação cautelar inominada requerendo o suposto benefício. Seu apelo se estendeu até a Corregedoria da Justiça, que prontamente foi informada pelo juiz titular da Vara da Fazenda Pública da veracidade do fato.

Letrada e bem articulada, como é descrita por quem conviveu com ela, Rita de Cássia surpreende com colocações que camuflam seu estado de loucura. Informações de vizinhos dão conta de que ela também se dá à pratica da prostituição, principalmente com motoristas das carretas e outros veículos pesados que passam por Ipiaú.

Durante alguns anos, trabalhou na função de auxiliar de enfermagem no Hospital Geral de Ipiaú e após ser demitida passou a evidenciar com mais precisão os seus distúrbios psiquiátricos. Jornal Agora (20/12)"

Participe da nossa enquete


O "Crime do Vaqueiro" será esclarecido?

Sim, as provas são contundentes
Não, eles sempre dão um jeitinho
Acredito na polícia e na justiça








Maldade geddeliana

Maldade que circula nas ruas de Itabuna:

"Geddel tirou das mãos de Ricardo Xavier o único cargo onde ele, realmente, mandava".

O agora ex-presidente do PMDB itabunense também é secretário de Esporte da Prefeitura de Itabuna, onde, conforme os maldosos, ele pouco manda, só obedece...

Exclusivo: Patrick vai assessorar deputado


Com os recentes acontecimentos envolvendo o deputado ACM Neto, o nome do comediante Patrick, do Zorra Total, surge com força para assumir um cargo de assessor direto do nobre parlamentar. A função do "rapaz" seria mais a de informante do que propriamente assessor.

Olha a faacaaa!!!

Enquanto ele chora...

"Seis convênios assinados entre Governo Federal e Prefeitura de Itabuna vão significar um aporte de recursos da ordem de R$ 11,5 milhões para a cidade. Três dos convênios serão direcionados à Secretaria de Desenvolvimento Urbano, para obras de grande relevância para a cidade.

Do total de 11 milhões 510 mil e cem reais destinados à Seduma, 550 mil serão para a segunda etapa das reformas do estádio Luiz Viana Filho, outros 243.750 reais, com uma contrapartida de 19.850 reais da prefeitura, serão destinados à construção de uma passarela para pedestres, ao lado da ponte Miguel Calmon (do Marabá) e 9,75 milhões de reais, com uma contrapartida de 487.500 reais da prefeitura serão aplicados na construção de casas populares."

Depois, o prefeito ainda reclama do barbudinho de Brasília, né?

Cabrália exibe vídeo de exumação do vaqueiro

A reportagem da TV Cabrália sobre o Crime do Vaqueiro e a exumação do corpo de Alexsandro Honorato está disponível no "Media Center" da emissora.

Para acessar a reportagem, clique a q u i.

Eqüino nem tão doméstico

Depois do crime do vaqueiro, sabe qual a coisa mais comentada em Itabuna?

Se não sabe, leia a nota da Malha Fina, de A Região, e tire suas conclusões:

Olho roxo
O boato em Itabuna é que Fernando Gomes sumiu porque estava com a cara inchada. Uns dizem que foi a patada de um cavalo que ele cria em casa, outros que foi um dente inflamado. Vai saber...


Para ler as notas da Malha, clique a q u i.

Enquete 1


O CARLISMO ACABOU?

Sim

Não

Tenho Dúvidas









18 dezembro 2006

Reflexão


"A beleza da
democracia
é que nela
ninguém pode tudo,
nem pode sempre",
Afonso Pena, presidente da República (1906-1909).

Polícia promete novidades

"O delegado-coordenador Nelis Araújo disse que os depoimentos de ontem ajudaram a avançar muito mais nas investigações que os de todas as outras testemunhas colhidos anteriormente.

Apenas por necessidade de manter o sigilo das ações, o delegado não revelou ontem mesmo os detalhes de todos os depoimentos, mas prometeu para esta quinta-feira (21) abrir vários detalhes do caso para a imprensa.

“Foram depoimentos que somaram muito mais que os outros, mas teremos que manter sigilo para não atrapalhar o curso das investigações. Na quinta-feira deveremos ter novidades que poderemos abrir para a imprensa”, promete o delegado Nelis Araújo." Agora (19/12)

Crime do Vaqueiro: Nélis descarta linchamento

A série de depoimentos tomados nesta segunda-feira jogou por terra a tese do advogado Leôncio Neto de que o vaqueiro Alexsandro Honorato teria sido morto por 'iniciativa' coletiva (linchamento). O advogado defende o diretor financeiro da Emasa, Marcos Araújo.

Segundo Leôncio, a multidão teria identificado Alexsandro como suposto ladrão de selas da Fazenda Redenção, sendo espancado, torturado e mantido em cárcere privado.

Leia trecho de matéria do jornal Agora, já disponível na internet (acesse clicando aqui):

"Segundo o advogado, pelo fato de seu cliente ter visto o rapaz sentado no chão, perguntou ao organizador da vaquejada o que havia acontecido. “Marcos Gomes estava a uns 10 metros de distância do rapaz e informou a Araújo que se tratava de um ladrão que havia roubado umas selas da fazenda e havia retornado para furtá-las novamente, mas havia sido surrado pela multidão”, afirmou o advogado Leôncio Neto.

Ele acrescenta dizendo que após ter tido conhecimento do fato, Araújo sugeriu a Marcos Gomes que comunicasse à Polícia de Floresta Azul sobre o que tinha acontecido, para que fossem tomadas as devidas providências.

O delegado-coordenador Nélis Araújo pensa diferente em relação ao que afirma o advogado. Disse Nélis:

“O que a Polícia tem de concreto é que está descartada a hipótese de ter havido um linchamento naquele local. O que houve foi uma ação controlada, na qual a pessoa foi lesionada, encarcerada e, posteriormente, o corpo foi encontrado desovado”.

O espancamento a que o delegado se refere aconteceu na fazenda Redenção, município de Floresta Azul, e tem como principal suspeito de comandar a ação o assessor especial da Prefeitura de Itabuna, Markson Monteiro de Oliveira, conhecido como Marcos Gomes.

Honorato apareceu morto em uma estrada que liga Potiraguá a Itapetinga, dois dias após a tortura na fazenda Redenção, com dois tiros no peito e um na nuca. O caso envolve ainda, portanto, suspeita de execução sumária e ocultação de cadáver.

Bastidores do crime

A defesa de alguns dos implicados no 'Crime do Vaqueiro' terá que procurar outra desculpa, álibi, pois o suposto "linchamento" de Alexsandro Honorato, como sugere o advogado Leôncio Neto, já está descartado pela polícia.

Cannavaro é o melhor

Depois de perder a Copa 06, na Alemanha, e o Mundial Interclubes, no Japão, o atacante Ronaldinho Gaúcho disse que o prêmio de melhor jogador do mundo na temporada seria um 'consolo'.

Como o zagueiro italiano Fábio Cannavaro venceu a premiação da Fifa, o nosso grande jogador brasileiro vai ter que procurar outro tipo de 'consolo'.

Você pode apresentar sugestões para o Gaúcho...

Promessa não cumprida

A mulher que agrediu o deputado federal ACM Neto disse que adotou a atitude extrema porque ele não cumpriu uma promessa de liberação do seu FGTS.

O Fundo de Garantia de Rita de Cássia Souza estava retido na cidade onde mora, Ipiaú, após ter sido demitida da Secretaria de Saúde daquele município.

Segundo o jornal A Tarde, Rita de Cássia "vociferou contra os repórteres que aguardavam informações na frente da delegacia de polícia responsabilizando a política e a mídia pela situação pela qual estava passando".

Bem com a mulherada

Uma rádio da cidade fez enquete sobre o delegado mais eficiente de Itabuna.

O delegado regional Nélis Araújo ganhou disparado.

As mulheres que ligavam diziam que o cara, além de fazer bom trabalho, é um "galã".

Ouvinte identificada como Lídia cabeleireira acrescentou: "ele joga duro com os vagabundos".

A temperatura subiu no Senado

Da Agência Senado

Em resposta à reportagem publicada pela revista IstoÉ desta semana, o senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) afirmou que o proprietário da revista, Domingo Alzugaray, "é ladrão e já tentou extorquir dinheiro de ACM". Antonio Carlos disse que Alzugaray, em passado recente, ligou para ele em Salvador tentando receber dinheiro por meio de chantagem, mas não teve sucesso na empreitada.

O fato teria levado o empresário a persegui-lo e a produzir a matéria publicada esta semana, intitulada "O Ocaso do Carlismo" e assinada pelo jornalista Rodrigo Rangel. Antonio Carlos classificou a reportagem de mentirosa.

Clique a q u i e saiba o motivo da fúria de ACM.

Mulher esfaqueia deputado em Salvador

O deputado federal Antonio Carlos Magalhães Neto passou por maus-bocados no início desta tarde. Ao sair de seu escritório na Pituba, foi atingido por uma facada nas costas, desferida por uma mulher, já detida pela polícia.

O deputado não corre riscos.

Ainda não se sabe motivos que teriam levado Rita de Cássia Sampaio de Souza, 40 anos, a agredir o deputado.

Essa é a Bahia segura que, diziam eles, sempre estava no caminho certo.

Necropsia será decisiva

Um elemento fundamental para elucidar o assassinato do vaqueiro Alexsandro Honorato será o laudo da necropsia. O exame cadavérico pode determinar quando o crime foi cometido, o que deve encerrar de vez qualquer dúvida sobre a participação de Marcos Gomes no homicídio.

Até agora, o delegado Nélis Araújo diz ter certeza, apenas, de que MG participou da sessão de tortura e manteve a vítima em cárcere privado. A cautela do delegado o impede de declarar a convicção de que o filho do prefeito de Itabuna foi também o autor do assassinato.

Caso a necropsia comprove que o vaqueiro morreu no dia 2 de dezembro (o mesmo em que foi torturado na Fazenda Redenção), ficará difícil sustentar a inocência de MG com relação à morte de Alexsandro Honorato.

Por enquanto, o entendimento é de que Marcos Gomes torturou, foi tomar um suco e, na volta, encontrou o vaqueiro morto. Depois, alguém enterrou o corpo com indigente.

Como está difícil engolir essa "jaca", aguardemos as diligências.

Advogado nega

A defesa do assessor da Emasa, Marcos Araújo, vai insistir na tese de que seu cliente não participou do crime do vaqueiro. Apenas esteve próximo à "multidão" que surrou Alexsandro Honorato. Araújo ainda depõe no Complexo Policial.

Marcos Araújo depõe

O assessor da Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa), Marcos Araújo, presta depoimento no complexo policial. Segundo testemunhas, ele também participou da sessão de espancamento, tortura e cárcere privado do vaqueiro Alexsandro Honorato, dia 2 de dezembro, na Fazenda Redenção, em Floresta Azul. O depoimento está sendo tomado pelos delegados Nélis Araújo e Evy Paternostro.

Além de Araújo, outro depoimento aguardado com grande expectativa é o do assessor especial da Prefeitura, Markson Oliveira, conhecido como Marcos Gomes. Este último é cunhado de Araújo e filho do prefeito Fernando Gomes. O delegado Nélis Araújo diz não ter dúvidas da participação de Marcos Gomes no espancamento e cárcere privado do vaqueiro. A polícia tenta, agora, saber quem executou o vaqueiro, encontrado morto dois dias depois da sessão de tortura na fazenda Redenção.

A previsão é de que o depoimento de Marcos Araújo se arraste até o final da tarde.

Não se emendam

A estrada que liga a BA - 415 ao município de Itapé entrou em processo de recuperação. A obra deverá estar concluída em tempo recorde. O recapeamento será 'inaugurado' no dia 28 de dezembro, aniversário de Itapé.

O mais incrível é que a estrada de quase dez quilômetros passará a ser chamada de "rodovia" Paulo Souto. O governador estará visitando o município e, claro, vai receber a homenagem ' in loco'.

Tudo bem que o governador tenha 'morrido' nas urnas em 2006, mas a Constituição Federal impede esse tipo de homenagem a pessoas ainda vivas.

Abusos do sistema de transporte

A Agerba entra em fase de conclusão de um estudo sobre os valores de passagem cobrados pelas empresas que atuam no sistema de transporte semi-urbano e intermunicipal no sul da Bahia.

O trabalho começou há 15 dias e se deve ao alto número de reclamações dos usuários. Alguns dos abusos já detectados dizem respeito à linha convencional Itabuna-Ilhéus. A Rota, concessionária desta linha, cobra dos passageiros R$ 3,50, quando a tarifa definida pela Agerba é de R$ 3,08.

Assim como gato escaldado, o passageiro teme que o levantamento aponte para uma 'futura' elevação de preço das tarifas.

Estamos de olho.

Marcos Gomes depõe sobre Crime do Vaqueiro

O delegado Nélis Araújo e Evy Paternostro ainda hoje devem tomar o depoimento de um dos principais suspeitos de torturar e manter em cárcere privado o vaqueiro Alexsandro Honorato, o assessor especial da Prefeitura de Itabuna, Markson Oliveira, mais conhecido como Marcos Gomes.

Após ser espancado e mantido em cárcere privado, o corpo de Alexsandro foi encontrado em decomposição e com dois tiros no peito e um na nuca, no último dia quatro de dezembro, dois dias após sofrer tortura na fazenda Redenção, de propriedade de Marcos Gomes, segundo depoimentos e entrevistas concedidas pelo delegado regional Nélis Araújo.

17 dezembro 2006

A dura realidade


"O tráfico foi acabando e dando lugar a esses moleques miseráveis que nunca foram à escola, não têm dentes e são extremamente viciados. É o crime desorganizado. Meu trabalho perdeu a essência e o que chegava para mim era essa molecada descalça."

Marina Maggessi, policial civil carioca, eleita deputada federal pelo PPS.

Datafolha, Lula e o povo

Folha de São Paulo (17/11)
Pesquisa aponta Lula como melhor presidente do país
Expectativa para o 2º mandato é alta, mas
diminui em relação a 2002, diz Datafolha


FERNANDO CANZIAN
DA REPORTAGEM LOCAL

Às vésperas da transição entre o primeiro e o segundo mandato, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) surge como o presidente mais bem avaliado da história do Brasil e cercado de uma forte expectativa positiva entre a maioria dos brasileiros: 59% esperam um segundo mandato ótimo/bom.

O principal legado do primeiro mandato, segundo nova pesquisa nacional do Datafolha, é uma diminuição na percepção de problemas relacionados à miséria e ao desemprego e um aumento relativo de dificuldades em outras áreas, como saúde, educação e corrupção.

Lula, que venceu a eleição com mais de 20 milhões de votos de diferença em relação ao ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) após uma campanha dominada por denúncias contra seu governo, é apontado espontaneamente por 35% dos entrevistados como o melhor mandatário que o Brasil já teve.
O percentual equivale a praticamente o dobro da preferência obtida pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) no final de 2002 (18%), quando o tucano encerrou seu segundo mandato.

Na pesquisa atual, enquanto Lula tem 35%, FHC caiu para 12%. Os próximos mais bem avaliados são Juscelino Kubitscheck (11%), Getúlio Vargas (8%; 21% entre os com mais de 60 anos) e José Sarney (5%).

Lula também encerra o primeiro mandato com 52% dos brasileiros considerando seu governo ótimo/bom, o maior patamar entre quatro presidentes avaliados pelo Datafolha desde a redemocratização. O melhor índice até aqui (53%) pertence ao próprio Lula, obtido às vésperas do 2º turno eleitoral de 2006.

Para ler mais, clique a q u i.

Fará jus?

Painel, Folha de São Paulo (17/12)

Leilão. Paulo Bezerra, superintendente da PF na Bahia, recebeu convites de Eduardo Campos (PSB-PE) e Jaques Wagner (PT-BA) para ser secretário de Segurança. O petista ganhou a parada.

16 dezembro 2006

Tô doooido, tô dooooido!!!

"O Já Já de Itabuna está cada dia mais doido com o filho e as derrotas".

A montagem, de um competente colaborador deste blog e postada em 26 de outubro, foi lembrada pelo colunista Marcel Leal, de A Região. Clique aqui.

Fotos mostram crueldade dos assassinos do vaqueiro

O delegado Nélis Araújo diz nao ter mais dúvidas das ordens e participação do assessor especial da prefeitura, Markson Oliveira, conhecido como Marcos Gomes (foto), nas sessões de espancamento, tortura e cárcere privado do vaqueiro Alexsandro Honorato.

O relato de testemunhas e até de funcionários da Fazenda Redenção incriminam, segundo o delegado, o próprio Marcos Gomes e o seu cunhado, Marcos Araújo, que também ocupa cargo de confiança na estrutura da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA).

Segundo o delegado Nélis Araújo, falta esclarecer as circunstâncias, os autores e possíveis mandantes do assassinato. A vítima (foto ao lado) foi exumada e, junto com o corpo, a polícia encontrou arreios de animal com o qual, segundo testemunhas, o vaqueiro foi espancado e torturado

Numa entrevista ao A Região que já está nas bancas, o delegado afirmou ter liberdade para investigar a fundo. "Vamos continuar trabalhando para tentar fechar o quebra-cabeça e chegar ao responsável pela segunda etapa porque a primeira, quem pegou, surrou, bateu a trancafiou a vítima, já está plenamente definida e provada. Precisamos saber quem foi que executou, a mando de quem e porque".

CRUELDADE
O jornal A Região acompanhou a exumação do corpo do vaqueiro na quarta-feira passada e publicou na internet vários passos do procedimento realizado pela polícia. As fotos da repórter Neandra Pina mostram a crueldade dos torturadores e dos assassinos de Alexsandro. Existem cortes profundos nas nádegas e na parte superior das costas da vítima. Para acessar a página de A Região e ver as fotos, clique a q u i.

Vai de Sol ou Skol?


Depois de vários goles, exigente bebedor daquela que desce redondo saberia distinguir a Skol da Sol, apenas pelo rótulo?

Crime do Vaqueiro



O Crime do Vaqueiro será esclarecido?

Sim, as provas são contundentes

Não, eles sempre dão um jeitinho

Acredito na polícia e na justiça








Participe da nossa enquete

O petista Jaques Wagner ganhou a eleição para governador da Bahia no primeiro turno, como todos sabem. Foi a vitória mais fantástica entre aquelas das eleições de 2006.

Assim como diz a Istoé (leia matéria abaixo), você acha que a vitória de Wagner decretou o fim do 'carlismo'?

Deixe sua opinião na Enquete abaixo!

Enquete



O CARLISMO ACABOU?

Sim

Não

Tenho Dúvidas









Istoé diz que o carlismo chegou ao fim

"Antônio Carlos Magalhães deixa seu gabinete e caminha para o plenário do Senado. São 16 horas da quarta-feira 13 e o Congresso está apinhado. Antônio Carlos está sozinho. Em outros tempos, quando esse patriarca de cabelos brancos, cintura roliça e bigodes de galã caminhava 50 passos em cima de um tapete azul, provocava atenção. Senadores se aproximavam, assessores se perfilavam. Foi assim por muito tempo. ACM comovia.

Nos últimos tempos, porém, sua passagem pelo tapete azul tem sido um ato banal. Por vezes solitário. Desde que estreou na política nacional em 1956, há exatos 50 anos portanto, ele sempre esteve no poder. Foi peça-chave em três regimes políticos, passou por 14 presidentes e foi íntimo de sete deles, como JK e FHC. Quase todos já sumiram; ele, entretanto, se manteve lá, na crista, inabalável, seja de que lado fosse. Aboletou-se 11 vezes no poder federal e em três jogou pedras como um dos líderes da oposição.

Na Bahia, foi por 39 anos chefe político de primeira grandeza – sendo que nos últimos 16 anos manteve a hegemonia total e absoluta, na economia e na política, algo só imaginável aos babalorixás do candomblé ou aos extintos coronéis do sertão. Ousado, nos tempos da ditadura esticou dedo e falou grosso com ministros militares; nos tempos da democracia, vociferou diante de presidentes da República.

Mas de repente o outono lhe chegou. Foram dois golpes de uma só vez. O adversário Luiz Inácio Lula da Silva foi reeleito para o poder federal. Até aí tudo bem. Inesperada foi a Bahia. Seu candidato, o governador Paulo Souto, perdeu a eleição para o petista Jaques Wagner. No primeiro turno. Esse golpe doeu.

Pela primeira vez em cinco décadas o grande babalorixá da Bahia ficou sem chão. ACM chegou a seu ponto mais baixo; já não tem domínio sequer sobre seu curral eleitoral. Por isso, aos 79 anos, Antônio Carlos caminha (quase) sozinho. A seu lado, somente o repórter de ISTOÉ.

"Wagner é um imbecil"

E o que ACM vai fazer para estancar a sangria?
– Ora, continuarei fazendo oposição ao governo Lula. E mais ainda ao Jaques Wagner. Com esse vai ser fácil, é um imbecil e está montando o pior secretariado da história da Bahia.

– Como manter um grupo político como esse sem fazer nomeações?
– É claro que é melhor sofrer no poder do que longe dele. Mas política é maré, vai e volta. É um perde-e-ganha diário, quem hoje está por cima amanhã estará por baixo e vice-versa. O certo é que ninguém é tão forte que não possa perder nem tão fraco que não possa vencer."

Para ler a matéria completa, clique a q u i.

Sabe aquele seu garçom amigo?

Aquele garçom boa prosa, sorridente, solícito quer faturar. Leia essa história contada pelo cronista Marival Guedes, na sua coluna homômina no Agora:

Ele (Tom Jobim) freqüentava sempre o mesmo bar e sempre consumia a mesma quantidade de uísque e tira-gosto. Foi servido pelo mesmo profissional durante anos. Com o passar do tempo, se tornaram amigos. Quando começou a construir a casa própria, recebeu ajuda do compositor.

Um dia, Tom chegou ao bar e o garçom amigo estava em férias. Servido por outro profissional, pediu as coisas de sempre em quantidades iguais. Quando veio a conta o músico disse que estava errada. Conferiram item por item. Estava certa, e era metade do que sempre lhe fora cobrada pelo garçom muy amigo.


--- Leia a crônica por inteiro. Basta clicar a q u i.

Recado durí$$imo

"Tem secretária de Finanças jogando duríssimo com a imprensa* O atraso já ultrapassa os quatro meses* Assim fica difícil trabalhar* Qual a explicação para uma Prefeitura deixar de pagar os seus fornecedores? * Ou é má vontade ou é incompetência* Pra não dizer outras coisas que nem sempre se pode provar*"

Não, a nota não é nossa. Está na coluna Bangue-Bangue, do Jornal Agora (16/12). Leia clicando a q u i.

15 dezembro 2006

Crime do Vaqueiro: "Existem indícios bastante fortes contra Marcos Gomes", diz delegado

O delegado Nélis Araújo concedeu entrevista sobre o crime do vaqueiro Alexsandro Honorato, assassinato ocorrido no dia 2 de dezembro, em Floresta Azul. Segundo Nélis, existem indícios bastante fortes de que o assessor especial da prefeitura de Itabuna, Markson Oliveira (conhecido como Marcos Gomes), tenha participado "de todas as etapas do crime (espancamento, cárcere e execução)".

Abaixo, os principais trechos da entrevista:

Diário do Sul - Quem ordenou que Alexandre fosse espancado?
Nélis Araújo - Segundo depoimento do Manuel, Alexandre foi espancado por várias pessoas, lideradas pelo principal suspeito, no caso Marcos Gomes. Depois de a vítima ter sido sumariamente surrada e já desmaiada, foram amarradas as duas mãos pelo pulso, para trás, em uma das pernas. Diversas testemunhas ouviram quando o proprietário da fazenda (Marcos Gomes) determinou em voz alta o encarceramento da vítima.

DS: Marcos Gomes tem participação em outros crimes? Que crimes são esses?
NA - Já é certa a autoria do senhor Marcos Gomes nos crimes de lesão corporal e cárcere privado. A Polícia neste momento desenvolve investigações para obter informações se, de fato, Marcos Gomes foi quem executou e praticou o crime de ocultação de cadáver contra a vítima Alexandre Honorato.

DS - Como foi encontrado o corpo da vítima na exumação?
NA - Durante a exumação, o delegado Evy Partenostro, que estava à frente da operação, conseguiu relatos de que o corpo, mesmo já em estado de putrefação, apresentava marcas e lesões claras, cortes profundos nas nádegas, nas costas, coincidindo com o que foi relatado pelas testemunhas como as lesões causadas pelo Marcos Gomes.

DS – Afinal, Marcos Gomes será indiciado por quais crimes?
NA - Não dá para atribuir a Marcos todos os crimes praticados neste caso, mas os indícios são bastante fortes para acreditar que Marcos Gomes participou de todas as etapas (espancamento, cárcere e homicídio).

DS - Os acusados terão intimações individuais?
NA - Estamos oficiando o prefeito Fernando Gomes de Oliveira, para que apresente os envolvidos, dado que o próprio Marcos Gomes é assessor especial do prefeito. Outros funcionários mais serão chamados, porque também têm cargos na prefeitura de Itabuna e estavam no local do crime, como nos foi relatado.

Já temos conhecimento de pessoas que trabalham para o Estado e um policial civil que poderia estar envolvido. Estamos investigando e seus respectivos chefes serão também oficiados a apresentarem seus subalternos na delegacia.

Para ler a íntegra da entrevista, clique a q u i.

Ruy, com Y

O ex-vereador Ruy Machado, em momento de descontração, e motivo de nota na coluna do jornalista Eduardo Anunciação, no Diário do Sul.

Mais de 1000

Produzido por um abnegado grupo de jornalistas, o Pimenta na Muqueca ultrapassou hoje 1000 postagens, marca alcançada em um tempo relativamente curto. O blog possui leitores assíduos em toda a Bahia e também em outros Estados, ajudando a comprovar o sucesso das mídias alternativas.

Fazer um blog é algo barato, pois exige apenas disposição e um conhecimento elementar de internet. Por não ter os custos de uma publicação impressa, por exemplo, o blog é mais livre, não é atrelado a anunciantes ou órgãos públicos financiadores e delimitadores de opinião.

Felizmente, a internet permite essas maravilhas. E o Pimenta na Muqueca é fruto da liberdade que a rede mundial proporciona. Quem ganha é o leitor, que aqui é tratado com respeito, como ser inteligente, dono de voz e de vontade. E, é claro, dono deste espaço, onde quem lê também faz notícia.

Perseguição

É feia a briga entre comando e delegados-subordinados na polícia civil de Itabuna.

A justiça até precisou intervir para a delegada Maria das Graças Valadares ser reintegrada ao cargo na 2ª DP. A ordem foi expedida contra o coordenador regional Nélis Araújo.

Outra briga que promete opõe Nélis a Lisdeili Nobre, da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam).

Elogiado pelo trabalho, o coordenador parece pecar na relação com os seus subordinados.

Assim dói

O governador Paulo Souto reclamou das estocadas desferidas contra a sua administração pelos futuros secretários Geraldo Simões (Agricultura) e Jorge Sola (Saúde). Cada um criticou erros em suas áreas, apontando deficiências como Empresa Baiana de Alimentos, o financiamento à agricultura familiar e o programa Saúde da Família.

O governador sente as dores de quem passa de estilingüe a vidraça e de situação para oposição, em breve. E de quem não está acostumado à alternância de poder ou a críticas.

Ou esperava ser ungido?

Axé

A Bahia, cenário da mais espetacular vitória estadual do PT nas eleições de 2006, abrigará a comemoração dos 27 anos da sigla, com direito a seminário sobre o "futuro da esquerda nas Américas" e festa de rua em Salvador no dia 10 de fevereiro.

(Coluna Painel - FSP)

Teste seus conhecimentos

NELSON MOTTA

Artigo publicado na Folha de São Paulo, nesta sexta-feira, 15/12/2006

RIO DE JANEIRO - Em que lugar do mundo juízes, que são pagos pelos cidadãos para aplicar a lei, a desrespeitam, em causa própria, aumentando seus salários? Dica: onde policiais assaltam, seqüestram e extorquem.

Onde é que controladores de vôo controlam o país, e o ex-controlador-geral, descontrolado, conta lorotas e diz que a solução é rezar? Com um ministro da Defesa desses, não se precisa de ataque.

Em que país o horário eleitoral "gratuito" custa R$ 191 milhões ao contribuinte e os políticos ainda querem o "financiamento público" das campanhas, o caixa três? Só pode ser onde partidos de aluguel ganham o direito de continuar sugando verbas públicas, fundos partidários e horários em rede nacional de televisão.

Em que nação mentir num tribunal, sob juramento, prestar falso testemunho e cometer perjúrio não são crimes nem contravenções, mas a norma? Uma pista: é onde o Supremo Tribunal Federal jamais em sua história condenou um parlamentar sequer, onde até Collor foi absolvido.

Em que país um homem flagrado com uma mala num hotel, onde "aloprados" seriam presos com uma bolada, diz que dentro dela só havia panfletos e boletos de campanha? Onde o marido assassino jura que a mulher caiu em cima da faca.

E em que cantinho da Terra a imprensa que depende visceralmente da publicidade de governos e estatais se chama de "independente"? Onde paladinos da liberdade de imprensa defendem a lei da Junta Militar de 1969, que criou o diploma obrigatório para jornalistas para melhor controlá-los. Justamente onde fábricas de diplomas e sindicatos prosperam -enquanto os blogs e sites os ignoram e explodem livres na internet, sem licença, sem pedágio e sem controle. A pergunta é: em que século vive essa gente?


Enigmático, pero no mucho!

Jornalista político bem vivido e tendo transitado por algumas 'legiões' da política itabunense, Eduardo Anunciação, dá conselhos a políticos de diversos matizes, empresários de diversos segmentos. O último deles estará amanhã, nas bancas de jornais. Tem endereço certo. Diz ele:

"Carlos Leahy, presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Itabuna, CDLI, lembrai-vos das Escrituras Sagradas: -“Não servirás a dois senhores”. Carlos Leahy, figura de fino trato, escrevo, falo politicamente, de política."

A coluna de "Gaguinho" está impossível, imperdível nesta sexta-feira. Um dos 'homenageados' é o lobista,articulista Ruy Machado, com Y.

Confira clicando a q u i.

Construtora diz que governo de Fernando é "sério"

Depois de ser acusada de faturar R$ 2,4 milhões da Prefeitura de Itabuna de forma não tão 'lícita', a empresa ICC Construtora emitiu uma nota de esclarecimento em que contesta reportagem do jornal A Região ("FG denunciado por pagar R$ 2,4 mi a fantasma").

Assinada por Genivaldo Silva Marques (quem seria ele?), a nota da ICC diz que o objetivo do jornal é atingir "de forma injustificada a nossa empresa e um governo sérios, que estão empenhados em trabalhar para a comunidade a qual prestamos serviços e a quem devemos respeito, dedicação e o esforço conjunto".

Como ele mesmo diz, a empresa é tão séria quanto o governo de Fernando Gomes, a quem presta variados serviços e pelos quais emite notas com três diferentes endereços. A nota é hilária. Para acessar o teor da 'nota de esclarecimento', clique a q u i.

14 dezembro 2006

Diga aí, galera!

O jornalista Ederivaldo Benedito desenvolve um projeto experimental de atenção a crianças e adolescentes, através da ONG Acari. Apoiado por uma equipe que envolve colegas jornalistas, juízes e representantes de diversos segmentos da sociedade, ele espera plantar uma semente e chamar a atenção para um tema bastante caro à contemporaneidade: a responsabilidade social.

Com o projeto debaixo do braço, Benedito visita prefeituras e obtém apoios de autoridades importantes, como o deputado estadual reeleito Eraldo Rocha. O parlamentar elogiou o jornalista pela iniciativa social e participou de uma das edições do Diga aí, Galera! Bené, de camisa branca, aparece ao lado de Eraldo.

Mas sobre o que os dois conversavam, hein?