30 junho 2007

Leitor avalia 180 dias do Governo Wagner

Uma nova enquete no ar.

Até a próxima quarta-feira, dia 5, o leitor do Pimenta na Muqueca terá a oportunidade de avaliar os primeiros seis meses da gestão do governador Jaques Wagner.

Você pode votar na janelinha que aparece na sua tela toda vez que acessa o nosso site ou no canto superior direito (deixe a sua opinião!).

Aproveite para votar lá e fazer comentários aqui neste post.

Barrado pela justiça

O prefeito Fernando Gomes reuniu amigos para apagar a velinha de aniversário de 70 anos, hoje.

A festa não estava completa.

O filho Markson Oliveira, o Marcos Gomes, não pôde comparecer ao aniversário, nem apagar velinha.

Veloso na internet

O deputado federal Raymundo Veloso (PMDB) inaugurou o seu website oficial. Com um visual moderno, a página do parlamentar peca pela falta de ferramentas sobre a transparência do mandato.

Veloso, um dos campeões no uso de verbas indenizatórias, poderia seguir o exemplo do seu chefe, Geddel Vieira Lima, que passou a disponibilizar na internet todos os gastos dos deputados quando ocupou a mesa diretora da Câmara.

"ACM já morreu e não sabemos?"

O jornalista Marcel Leal, de A Região, toca num assunto sensível para os baianos: desde que foi internado e ressuscitado no Incor (SP), ACM teve os seus boletins divulgados por sua assessoria de comunicação, e não pelos médicos, como é praxe. Este blog, aliás, abordou este assunto, há dez dias.

Mas o jornalista vai mais adiante:

"Todo este segredo é suspeito e não vai ser surpresa se ACM já tiver morrido e deixaram o anúncio para "casar" com o 2 de julho. Muita gente ainda lembra de Tancredo..."

Censura

O empresário Roberto da Luz, o Duda Poly Rodas, tirou do ar o programa do vereador Roberto de Souza, neste sábado, na Rádio Jornal.

Duda não queria ter indigestão no almoço de aniversário do prefeito Fernando Gomes, para o qual foi convidado...

"Relações estreitas"

"Uma contribuição ao procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, que começou a apurar na semana passada o envolvimento do deputado Paulo Magalhães no lamaçal da Gautama: sabe quem estava na sede da empreiteira em Brasília na véspera da prisão de Zuleido Veras? Ele mesmo, o sobrinho de ACM. Magalhães passou a tarde ali. Fazendo o quê, não se sabe ainda."

Lauro Jardim, Radar

Gula

O prefeito Fernando Gomes terá futura dor-de-cabeça, uma enxaqueca, pela frente.

Apesar de decisão contrária do Tribunal de Justiça da Bahia, o prefeito insiste em usar 100% de verba suplementar, contrariando o limite de 2% definido no orçamento municipal aprovado pela Câmara, em dezembro do ano passado.

A prática pode acabar em afastamento do cargo e desdobrar em cassação de mandato.

A estréia de Zelão

Zelão, o eterno anônimo, fez a sua estréia como articulista deste blog.

Ele atendeu aos apelos do Pimenta e, deste modo, brindará os nossos parcos leitores com artigos recheados de humor e sarcasmo.

Na estréia, o cara se mete a defensor de "Val Di Rico".

Sem mais delongas, vamos ao artigo. E às risadas. Ou ao choro. Depende do ponto de vista!

Zelão dá a sua primeira!!!

Zelão, o eterno anônimo

Véio, agora eu entendo o verdadeiro significado da primeira vez na vida da gente.

A primeira namorada, o primeiro beijo, a primeira transa, o primeiro susto por que a camisinha furou, o recebimento do primeiro salário, o primeiro carro e o nascimento do primeiro filho. Acredite, véio, é assim que tô me sentindo ao escrever o meu primeiro artigo aqui no blog. É a mesma sensação de quem passou a vida toda sendo estilingue e, de repente, se vê sendo vidraça. Só peço que a “tchurma” pegue leve nos comentários. Não esqueçam que “quem tem c... têm medo!”.

De propósito, escolhi falar sobre a situação política e administrativa de Ilhéus, não sob o ponto de vista que levou o prefeito “Val Di Rico” a ser o saco de pancadas da vez. Vítima de uma crise de benevolência - ou seria de conivência? -, resolvi me nomear defensor dativo do suspeito delinqüente.

Passemos aos fatos:

Como pode a sociedade, tomada de uma crise de moralidade, apontar o dedo acusador contra este homem? Apontam nele defeitos e o acusam com palavras, que vão muito além da sua compreensão medíocre, compulsiva. Desconhecem os seus mais elementares valores instintivos de ganhar dinheiro, negando até desconhecerem de onde veio a dinheirama que ele “investiu na campanha”.

Para a medíocre existência de Val Di Rico, valores como família (sua e as dos outros), coisa pública e privada, história e estória, pouco ou nada significam. Ateu por deformação, sem ideologia alguma, esse pobre rico homem aprendeu com as intempéries da vida que é “viadagem” ficar filosofando sobre o “ser ou não ser”, quando o que importa é o “ter ou não ter”.

Impiedosamente o colocam, diante do dilema de ter que escolher entre o “se fazer” e o “fazer por Ilhéus”. Claro que não poderia ser outra a sua opção e ele se agarrou à primeira.

Não é justo que exponham com maledicências, nas esquinas e no calçadão da Marquês de Paranaguá, as entranhas podres de um governo como se fossem as mais fétidas dentre todas. Val Di Rico é só mais uma vítima do capitalismo selvagem e da globalização.

Todos os dias, sentado em frente à televisão, ele vê desfilar as imagens e, mesmo sem entender “patavina” das mensagens, vê como é a vida de rico e a miserável agonia dos pobres, que ele conhece bem do passado miserável que teve. Seria até desumano querer que ele abrisse mão dos ganhos.

Sejam benevolentes. Não joguem pedras para o alto por que uma acabará lhes caindo sobre a cabeça. Sigam o exemplo do Cristo ao perdoar o ladrão. Só não precisam oferecer também a outra face. Façamos o seguinte: esqueçamos Val Di Rico, assim como ele esqueceu o povo dos “Ilhéuzu” e deu uma “banana” para os que o chamam de analfabeto, amoral e cínico.

Não precisam também mandar ir tomar no C..., como ele faz com os seus detratores – aí é baixaria e disso ele entende melhor que vocês. Um ano e sete meses passa depressa. É só aguardar sentado e rezando para que Ilhéus não seja vendida com escritura pública.

Sai novo diretor do Dnocs

O ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, escolheu o novo diretor do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs).

Apesar de ser conhecido como político "chorão", não foi dessa vez que o respeitado Renato Costa assumiu o cargo. Osanah Setúval levou a nomeação para dirigente do órgão.

Nervosismo

São visíveis os sinais extremos de nervosismo do prefeito ilheense, Valderico Reis.

Conhecido por protagonizar cenas hilárias e pelo seu estilo 'largadão', assusta amigos mais próximos com um nervosismo crescente, discussões com funcionários e palavras impublicáveis, segundo algumas testemunhas. Dentre as vítimas, estão ocupantes de cargos no projeto Sentinela.

A tensão pode aumentar: na quarta-feira, dia 4, ele tem depoimento marcado à CEI da Saúde.

De volta

Como antecipamos neste blog, em maio, o vereador Emanoel Acilino está de volta ao PT, depois de dois anos de litígio.

Segundo revelou ao Diário do Sul, está de ânimo renovado, superou divergências com o grupo que comanda o partido em Itabuna e começa a se preparar para a sua campanha a reeleição como vereador. Acilino está no terceiro mandato na Câmara Municipal.

A ficha de 'refiliação' será abonada pelo secretário estadual de agricultura e ex-prefeito de Itabuna, Geraldo Simões, sobre quem Acilino diz não ter dúvidas de que se lançará à sucessão municipal em 2008.

Minha casa

Após intensa procura, a pré-candidata a prefeita de Itabuna, a professora Acácia Pinho, encontrou um ninho. Finalmente, poderá filiar-se ao PSC.

E também já definiu o seu marqueteiro.

Laboratório

O prefeito Fernando Gomes está na moita.

Ele está incentivando o surgimento de vários nomes à sucessão municipal.

Na hora H, no dia D, anuncia que concorrerá à prefeitura, a depender do seu Ibope, que anda muito baixo, baixíssimo, ultimamente.

Waytec cai na 'malha' da PF

Documentos e equipamentos da fábrica de monitores e computadores Waytec, no pólo de informática de Ilhéus, foram apreendidos numa operação da Polícia Federal e da Receita Federal.

De acordo com a edição on-line do jornal A Região, a Waytec é suspeita de integrar um esquema internacional de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e falsidade ideológica. A quadrilha teria ramificações no Brasil, Holanda, Taiwan e Estados Unidos.

A empresa é pioneira na fabricação de monitores sensíveis ao toque (touch screen) no hemisfério sul e foca suas atividades também na área de jogos eletrônicos (games). A Waytec detém 90% do mercado de monitores sensíveis, segundo balanço de 2006. A fábrica em Ilhéus foi inaugurada em 1999.

29 junho 2007

Depois da farra

O deputado federal ilheense Raymundo Veloso (PMDB) parece ter se comportado em relação ao uso indiscriminado da verba indenizatória.

Pelo menos até hoje, gastou apenas R$ 5.420,00 dos R$ 15 mil a que tinha direito em junho para cobrir despesas com divulgação do mandato, aluguéis, alimentação e transporte.

A queda no uso da verba ocorre após o Pimenta na Muqueca ter denunciado a farra de Veloso em Brasília. O deputado chegou a torrar mais de R$ 20 mil por mês e liderar entre os gastadores do dinheiro público na Câmara Federal.

Do dinheiro utilizado esse mês, R$ 5.200,00 foram para "aluguel de imóveis para escritório e despesas concernentes a eles" e R$ 220,00 para a compra de combustíveis e lubrificantes.

Mas, antes de comemorar o novo comportamento, esperemos as prestações finais de contas do período relativo a junho.

Nunca se sabe, né?

Besteirol

Lembram daquele vídeo "Vai tomar no C...", visto por mais de 1,8 milhão de pessoas no YouTube?

Pois é. A 'musiquinha' ganhará single com quatro versões da letra famosa, segundo anuncia a gravadora Som Livre, das Organizações Globo.

A campanha de divulgação da peça será feita pela internet.

Se você não conhece o vídeo da atriz Cris Nicolotti, clique aqui para assisti-lo.

Imagens, texto e uma história de 473 anos

Host unlimited photos at slide.com for FREE!
"No início, foi a cana de açúcar, depois o cacau. Sempre uma monocultura a dirigir os rumos econômicos da região. Hoje? Não me perguntem o que move a economia da cidade. O cacau se perdeu quase todo com a vassoura-de-bruxa, uma doença que praticamente dizimou as plantações. E nada veio substituí-la. Porque a cultura enraizada no coração das pessoas é que a terra tem que produzir sozinha, sem trabalho. (Aqui ainda tem índio, pessoas... )

O cacau, depois de plantado, é só uma questão de colher. Não precisa de cuidados, praticamente. E na época da colheita, são contratados trabalhadores temporários, e está feita a coisa. Com o fim da cacauicultura, os grandes coronéis do cacau ficaram a ver navios (vazios) literalmente.
Host unlimited photos at slide.com for FREE!
Filhinhos de papai acostumados a encher a burra de dinheiro e torrar na Europa ou na Disney em viagens anuais, ter carro do ano e olhar pros outros de cima pra baixo, se viram à míngua, e muitos fizeram de suas casas pousadas visando o turismo, que se anunciava como algo promissor, especialmente depois da exibição de "Gabriela", novela da Globo na década de 70. (Me lembrem de falar sobre os filhos e netos dos Coronéis do Cacau, em outro post... tenho histórias interessantes...)

Hoje, nem o turismo consegue levantar a economia da cidade, que apesar de linda e apaixonante, está mal cuidada como não me lembro de um dia ter sido. As administrações públicas se anunciam como salvadoras... mas o que se vê é a alternância de mãos que não se importam com a Princesinha do Sul, como é carinhosamente chamada. (Sul da Bahia, bem entendido).

Chove muito - e faz muito sol também, o típico clima tropical quente e úmido, como estudei a vida toda na escola, nem sei se é assim a classificação ainda - e a chuva tem criado crateras homéricas no asfalto de toda a cidade, fazendo com que seja necessário um verdadeiro contorcionismo com o carro ou, em muitas vezes uma explosão dos motoristas ao cair nelas."

Clique aqui e leia (e veja) mais sobre a história de Ilhéus, no Deixo Ler, da excelente Anabel.

Vai dar?

A ex-primeira-dama itabunense Juçara Feitosa ambiciona vôos maiores na vida pública.

Depois de comandar a secretaria de desenvolvimento social do município, Juçara pensa em disputar uma das vagas na Câmara de Vereadores de Itabuna. O plano foi detalhado a amigos, mas pode encontrar resistências dentro de casa.

O secretário estadual de agricultura, Geraldo Simões, dizem, prefere que ela coordene a sua campanha a prefeito e deixe o projeto de vereança para mais tarde.

Há um ano e três meses das eleições, o secretário lidera a corrida sucessória em Itabuna, com 42% das intenções de voto.

"Novo" shopping center

O centro de compras das Lojas Maia e da rede de supermercados Itão em Itabuna deverá ser inaugurado apenas em setembro. Houve atraso nas obras e no processo de contratação de funcionários. O centro funcionará no antigo Hiper Messias, no São Caetano, e abrigará diversos serviços.

Parte das instalações será utilizada como central de distribuição da rede de lojas Maia para parte da região nordeste. Os supermercados Itão ficam bandeira numa das regiões que mais crescem em Itabuna. De quebra, ainda fisgam parte dos clientes do seu principal concorrente, o Bompreço, instalados a menos de quinhentos metros de distância, no Jequitibá Plaza Shopping.

Além das Lojas Maia e do Itão, outros empreendimentos funcionarão no local. O Banco do Brasil ampliará seus tentáculos na região que abriga mais de 100 mil itabunenses com uma moderna agência no antigo Hiper Messias.

Rompimento

Está confirmada a separação litigiosa entre um importante jornal de Itabuna e o prefeito Valderico Reis. A partir de Agora, a ordem é cerrar fileiras e centrar fogo no governo ilheense.

Cinema às moscas

O Starplex Cinemas vive momentos difíceis em Itabuna, situação que não foi alterada com a mudança da direção, ocorrida há cerca de dois meses.

Salas vazias, piso danificado, forro com buracos...

Enquanto isso, as locadoras de DVDs piratas continuam funcionando com grande liberdade, que não diminuiu nem mesmo após a convocação feita pelo Ministério Público.

E filmes que ainda estão em cartaz nos cinemas também já ocupam espaço nos tabuleiros de camelôs na Cinqüentenário.

Candidatíssimo

O empresário José Adervan não recomenda desconfianças em suas pretensões eleitorais. O homem diz que não arreda o pé da candidatura a prefeito, para a qual foi empurrado por obra e graça de Juvenal Maynard, hoje bem sinecurado na Sudic.

Para cuidar de seu marketing político, Adervan já escolheu um experiente publicitário , cujo nome é por enquanto mantido em sigilo. Dono do jornal Agora, o pré-candidato tem pressa e diz que o momento é "já".

Aliás, o nobre Zelão, assíduo comentarista do blog, mostra-se entusiasmado com a candidatura do empresário.

Alô, Zelão!

Comentários de um inspiradíssimo Zelão têm feito o maior sucesso no Pimenta. Desconhecemos a procedência, naturalidade e opção sexual do sujeito. Nem sabemos se é alguém ainda vivo ou um espírito que está sendo psicografado por algum leitor desta página virtual.

Mas agradecemos ao Zelão e o convidamos a manter a assiduidade dos comentários. Mais até: se quiser, tem direito a uma coluna semanal no Pimenta.

O cara vai se animar quando a gente falar do salário, mas isso só em uma reunião fechada com os diretores do blog.

Tática perigosa

A prefeitura de Itabuna decidiu usar uma estratégia perigosa para tentar justificar os problemas na saúde, a área mais mal avaliada da administração. Passou a veicular anúncio na tevê falando dos avanços com os 'carrinhos da saúde' e mostrando o "abandono" do programa na gestão do petista Geraldo Simões.

Além de ser perigosa, a estratégia não cola.

Fim da greve de professores em Itabuna

Praticamente todos os professores da rede estadual de ensino voltaram à sala de aula em Itabuna. A greve há dura 52 dias e a tendência é de que os últimos professores ainda em greve retornem ao trabalho já na próxima terça-feira, dia 3. Já em Ilhéus, a categoria decide agora à tarde se retorna de vez ao batente. Lá, a adesão à greve é de apenas 30%, segundo a Direc 6.

Protesto em Ibicaraí

Cerca de 150 produtores da região do Cajueiro de Ibicaraí vão interditar trecho da BR 415. Os agricultores familiares se queixam que a prefeita Monalisa Tavares abandonou a área rural e eles não têm como escoar a produção e perdem até metade do que colhem nos mais de dois mil hectares de plantações. O protesto acontecerá na próxima terça-feira, dia 3, pela manhã.

A pista será interditada nos dois sentidos no trecho que corta o município. Os produtores alegam que há mais de dois anos tentam uma audiência com a prefeita e garantir a melhoria das estradas vicinais. Produtos como milho, mandioca, leite, verduras e legumes se perdem porque não há como transportá-los até as feiras livres ou centrais de abastecimento. O descaso da prefeita obriga crianças e adolescentes a caminharem quase 20 quilômetros por dia para estudar.

"Minino" de papai

Registro de Leonardo Wen (Folha Imagem)

Recorde

O governo Jaques Wagner já quebrou um recorde na Bahia, mas não é algo para se festejar.

Até hoje, a greve mais longa na rede estadual de ensino havia ocorrido na gestão João Durval (1983-1986). Durou 45 dias.

Com Wagner, a paralisação já completou 52 dias e deve alcançar, pelo menos, 57, pois a próxima assembléia só acontece no dia 3.

28 junho 2007

473 anos de história jogados no lixo

Gerson Menezes
publixcriativo@hotmail.com

Ilhéus, cidade mãe da região Sul do Estado, vive o período político e administrativo mais obscuro da sua rica história. Adotando a expressão predileta do presidente Lula, “nunca nesta cidade” se assistiu a tantos descalabros, tanta falta de senso, ausência da ética e, por outro lado, de imobilismos de uma sociedade.

O inculto ex-caminhoneiro Valderico Reis, que assumiu a prefeitura por força do desencanto da população ilheense com o governo de Jabes Ribeiro e a sua “Aliança para o Bem de Ilhéus”, faz questão de desmoralizar e jogar no lixo, através da incúria administrativa que é a tônica do seu governo, todo um passado histórico da cidade e do povo de Ilhéus. Mais parece uma vingança de quem não teve história. Ou que dela conscientemente não se orgulha.

Cercado pela incompetência dos seus principais assessores, Valderico, como que achando pouco, acaba de se “homiziar” com Cosme Araújo, ex-vereador e um político no ostracismo, que hoje é quem manda no governo.

Cosme, acostumado a lidar diretamente com o crime, talvez por força do hábito adquirido com a sua profissão de advogado criminalista (também vulgarmente chamado de advogado de porta de cadeia), encontrou no governo de Valderico, constantemente envolvido com denúncias da prática de crimes contra o patrimônio público, o campo fértil para o exercício “não tão legal” da profissão. Sua participação ostensiva e sua capacidade de “infiltração,” caíram, como uma luva, aos intuitos de Valderico.

Enquanto isso, a inércia da sociedade ilheense e a criminosa conivência da Câmara de Vereadores estão deixando a população a assistir atônita a tudo, sem poder reagir. No dia em que completa 473 anos, Ilhéus nada tem a comemorar do presente. Pelo contrário, muitos temem o futuro.

Como único presente, Valderico premiou Ilhéus, com o último dos seus descalabros: - Transferiu a sede do executivo do histórico Palácio de Paranaguá para uma antiga garagem de ônibus, mostrando todo o seu desprezo pela história de Ilhéus e do seu povo. No dia das comemorações dos seus 473 anos, Ilhéus bem poderia mandar rezar uma “missa de sétimo dia”, em memória da sua história insepulta.

Permitam-me que diga: - Ilhéus, o seu povo e a sua rica história não merecem tamanha insensatez!

Gerson Menezes é publicitário

"Ilhéuzu"

Depois de batizar duas creches e uma praça com o seu nome, além de avisar que até o camelódromo da cidade terá o mesmo destino, ninguém se surpreenda se o prefeito Valderico Reis erguer uma estátua dedicada a si mesmo em plena praça Cairu.

Vai fazer inveja a ACM...

Internet supera jornais e revistas

Pesquisa nacional realizada pelo Instituto Sensus, aponta que, depois da televisão e do rádio, a internet é o terceiro meio de comunicação mais procurado pelos brasileiros. O Sensus ouviu duas mil pessoas entre 18 e 22 deste mês. A tevê é o meio mais procurado com 69,3%. Depois o rádio com 14%. A internet vem em seguida com 9,4%. Em quarto lugar os jornais - 5,4%. As revistas, em quinto - 0,9%.

Bahia Notícias

Troféu rejeição

Os prefeitos de Ilhéus e Itabuna encaram uma disputa particular. Os dois rivalizam nas pesquisas para ver quem é o prefeito mais rejeitado pela população, em suas respectivas cidades.

Por enquanto, Valderico Reis ganha com ligeira vantagem, ao ser rejeitado por 82% da população ilheense. Não muito distante, Fernando Gomes consegue ter uma taxa de rejeição de 70%, segundo as últimas pesquisas.

Ainda segundo pesquisas, Valderico tem 4% de intenções de voto. Fernando alcança irrisórios 7%. Os números são do mais respeitado instituto de pesquisa do sul da Bahia.

Rota de colisão

Absolutamente verdadeiro:

O secretário de governo de Ilhéus, Jorge Cunha, sente-se cada vez mais incomodado com os poderes conquistados pelo "prefeitinho" Cospe Araújo. Homem que consegue ser unanimidade num governo trapalhão, Jorge não tem engolido as articulações de Cospe.

Em reservado, entende que o "prefeitinho" complicará ainda mais a vida de Valderico Reis (prefeito de direito, mas não de fato!). Cospe articula tudo para si, pensando em ser prefeito de Ilhéus, com as bênçãos de Valderico.

O que Jorge faz, Cospe desfaz.

Efeito PAC

Radialista estréia coluna no Agora

"Vila Nova, o radialista que perdeu o direito de ter um programa de maior audiência em Ilhéus, poderá vir a fazer parte da equipe do Jornal Agora, escrevendo uma coluna diária e mostrando tudo que sabe a respeito da administração Cosme Araújo/Valderico Reis. A coluna vai bombar."

Olha a Acari

A ONG Acari-Comunicação e Cidadania está em busca de novos parceiros para o projeto "Diga Aí, Galera! - Papo Aberto com a Juventude", que visa o protagonismo juvenil, e também quer colocar em prática, ainda esse ano, os projetos Movimento de Ocupação Cidadã das Escolas (Moce) e o "Projeto Integrado Pescando o Futuro".

O Moce defende o uso racional das escolas públicas, por meio de ações de alunos, professores, famílias e comunidade, visando conter a onda de violência entre os jovens itabunenses. Já o Pescando o Futuro busca a elevação da renda da população juvenil, promovendo a inclusão social e a qualificação, criando a consciência associativista.

Missão técnica

Uma missão técnica com 22 empreendedores formais e informais do Sul da Bahia, que atuam ou pretendem atuar no ramo de produção de flores tropicais, estará seguindo no próximo dia 5 para o município de Holambra.

No interior de São Paulo, o grupo participa do Encontro Nacional de Floristas, Produtores, Atacadistas e Empresas Acessórias (Enflor 2007), onde terá contatos com expositores, conhecerá as novidades do setor, realizará negócios e abrirá mercado para sua produção.

A missão conta com o suporte do Sebrae/Bahia, que desenvolve projeto de apoio à produção de flores tropicais em Ilhéus, Uruçuca, Una, Itabuna, Barro Preto e outros municípios sul baianos, como atividade suplementar à produção de cacau ou de diversificação econômica. (Ascom/Sebrae Mata Atlântica)

Aldo no CCAF

Cheio de problemas, que vão da infra-estrutura deficiente à falta de uma programação que alcance o misterioso desejo do público, o Centro Cultural de Itabuna está de diretor novo. Sai Luize Viana e entra o ator Aldo Bastos.

Aldo estava entre os mais cotados para assumir o cargo, que não tem nada de sinecura. O criador de "Todos estão nus", entre outros 50 espetáculos teatrais, terá que trabalhar duro para dar um sentido maior à existência do CCAF.

Para a coordenadoria de projetos da casa, foi convidado o escritor Antônio Naud Júnior.

27 junho 2007

São Paulo é time de "bambi"?

Os torcedores adversários sempre se referem ao São Paulo como time de 'bambi'. Um dirigente do Palmeniras, José Cyrillo Júnior, colocou mais lenha na fogueira com a afirmação a seguir:



A assessoria do São Paulo disse ter visto com surpresa a declaração do dirigente do Palmeiras e deverá acionar Cyrillo, judicialmente.

Chantagem S/A

Prefeito famoso no sul da Bahia tem sido vítima de chantagem de um ex-auxiliar.

Não se sabe o que rola por trás dos panos, mas o prefeito virou refém e atende a todos os desejos do assessor sem cargo.

O mandatário sem voz somente não passa o trono para o ex-auxiliar porque está impedido legalmente.

Mas, todos sabem, o assessor virou prefeito de fato.

E não se fala mais nisso.

Cacau atinge maior alta em quatro anos

A cotação do principal produto agrícola do sul da Bahia atingiu US$ 2.022 a tonelada, para contratos com vencimento no próximo mês. É a mais forte alta desde março de 2003. O valor se deve aos baixos estoques de cacau de qualidade. Enquanto isso, internamente, a cotação da arroba de cacau no sul da Bahia atingiu máxima de R$ 62. No início do mês, estava em R$ 56, alta superior a 10%

Confira as cotações no mês clicando aqui.

O amanhã que nos amedronta!

Gerson Menezes
publixcriativo@hotmail.com

Vivemos a reclamar das coisas que nos rodeiam e que formam o nosso mundo. Reclamamos de quase tudo. Pouco escapa dos nossos queixumes. Talvez, por isso, nem temos tempo para notar que somos parte desse todo, e como é um todo indivisível, somos parte dos problemas.

Dirigindo no trânsito, com o telefone celular ao ouvido, bradamos quase que mecanicamente contra aquele “imbecil” que acabou de nos ultrapassar. Nem nos preocupamos em lançar um olhar para trás, pelo espelho retrovisor, para observarmos quantos outros ultrapassamos, sobre eles jogando poeira, ao longo da estrada da vida.

Lamentamos a perda daquele amigo de longas datas, sem ao menos nos questionarmos, se fomos nós que o afastamos, sem que nem nós mesmos encontrássemos um justo motivo. Talvez em nome da nossa individualidade que julgávamos invadidas pela amizade. Mais fácil será a ele atribuir toda a culpa.

Maldizemos a sorte que julgamos nos ter abandonado ao vermos aquele “sortudo” ganhar o prêmio acumulado da ‘mega sena’, quando nem ao menos tivemos a paciência de enfrentar a fila da casa lotérica para arriscar a sorte.

Invejamos aquele que passou de mãos dadas com uma bela mulher, para não termos que admitir que estamos mesmo é a desejar estar no lugar dele. Nem nos damos ao trabalho de nos olharmos ao espelho para não termos que comprovar que a vida foi bem mais generosa com ele, dotando-o de atributos físicos que, por não possuirmos, dizemos que são irrelevantes diante dos atributos morais e intelectuais que julgamos sermos os únicos a possuir.

Reclamamos dos políticos que nós mesmos elegemos, muitos dos quais já nem lembramos que elegemos. Esquecemos, para voltarmos a ajudar a elegê-los na próxima disputa e, novamente, voltarmos a condenar. Bom é poder acreditar que nenhuma culpa nos cabe. Tudo se pode atribuir ao sistema corrupto.

Agora me lembro: - Nós fizemos a nossa parte! Acabamos de dar um telefonema que nos foi solicitado pela rede Globo de Televisão como contribuição ao Projeto Criança Esperança. Se amanhã encontramos uma criança drogada, perambulando semi-inconsciente pelas ruas. Culpa algumas nos cabe.

Felizmente, hoje, podemos por a cabeça sobre o travesseiro e dormir tranqüilos. Sonharemos com dias melhores ou teremos pesadelos com os dias atuais. Seguiremos em frente, movidos pelas nossas ambições só nossas, já que cada um possui as suas.


O único medo que nos assusta verdadeiramente é que, perto do fim ao qual inexoravelmente todos nós estamos fadados, a voz incômoda da nossa consciência venha a nos condenar por tudo o que deixamos de fazer, além de reclamarmos contra tudo.

Gérson Menezes é publicitário

SRH está acéfala em Itabuna

A regional da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), em Itabuna, está acéfala há quase um mês.

Todos os funcionários comissionados e os terceirizados (contratados pela Desagro) foram demitidos. A ordem atingiu desde a Superintendência de Recursos Hídricos à CAR. Comenta-se que as demissões foram decididas pelo diretor de Ação Regional da SRH, Leib Carteado, com a anuência do superintendente Júlio Rocha e do secretário de Meio Ambiente.

Foram demitidos motorista, auxiliares administrativos, técnicos, engenheiros e fiscais.
Quase 30 dias depois, nenhum dos cargos foi preenchido.

O pior é que as demissões ocorreram em todo o estado.

MPE quebra sigilo da Máfia do Crédito em Una

O Ministério Público Estadual confirmou transações suspeitas envolvendo a Máfia do Crédito Consignado, em Una, num esquema que movimentou R$ 2,7 milhões e tem o prefeito do município, José Bispo dos Santos, o Zé Pretinho, como líder. O prefeito é acusado de usar dinheiro público para quitar os empréstimos feitos por parentes e funcionários da Prefeitura.

Ontem, foram interrogados o sobrinho do prefeito, Denival Santos Pinto, além de uma ex-funcionária da Prefeitura, Katiúcia Santos, o comandante da Polícia Militar do município, José Carlos Santos, e a empresária Selma Nascimento.

Todos passaram por quebra de sigilo bancário e, segundo o MP, existem transações financeiras consideradas suspeitas.As transações envolveram o banco gaúcho Matone. O prefeito está sendo ouvido pelo Tribunal de Justiça da Bahia. (Com informações do Ibahia)

Clique aqui para assistir à reportagem da TV Santa Cruz.

Preso, "Almeidinha" era indicação de advogado

Membros do primeiro escalão do governo ilheense estão tensos com a prisão do diretor da Maramata, José da Silva Almeida, o "Almeidinha", acusado de praticar golpes do financiamento de veículos (Pokémon) e traficar drogas.

Segundo fontes, ficou muito mal na fita o advogado Cosme Araújo, que, além de ser o defensor de Almeidinha, o indicou para um cargo na Fundação Maramata.

A fundação é dirigida pela filha de Cosme, Margareth Araújo, que não tem nada a ver com a história, diga-se de passagem. O advogado é uma figura que, antes adversário, hoje é o de maior ascendência sobre o prefeito ilheense Valderico Reis.

Diretor da Maramata preso por aplicar o "Pokémon"

Depois de ter sido preso por tráfico de drogas, o diretor da Fundação Universidade Livre do Mar e da Mata (Maramata), José da Silva Almeida, acaba de ser detido por ordem judicial. Ele é acusado de usar laranjas para financiar compra de carros novos, o conhecido "Golpe do Pokémon".

A prisão cumpria mandado judicial expedido pelo juiz da 2ª Vara Crime da Comarca de Ilhéus, Hermes Lima. Almeidinha foi preso por policiais da Caerc, a companhia especial da Polícia Militar no sul da Bahia.

Vídeo erótico de Cicarelli volta ao ar no YouTube



Atenção: para assisti-lo, você deve possuir cadastro no YouTube, pois o conteúdo é impróprio para "menores de 18 anos de idade".

Clique aqui e confira a gracinha que ficou impedida de ser veiculada, judicialmente, e agora tá liberada...

Assembléia pode encerrar greve dos professores

No sul da Bahia, os professores tendem a decidir pelo fim da greve, segundo sindicalistas ouvidos agora pela manhã. Em Itabuna, uma assembléia geral ocorrerá às 14h, na sede da API.

No balanço da API, cerca de 40% das escolas já estão funcionando no município. Nas demais cidades sul-baianas, 60% dos professores voltaram à sala de aula. De acordo com números da Direc 6 (Ilhéus), 70% das escolas funcionam normalmente.

Já em nível estadual, a APLB-Sindicato decidiu manter a greve que já dura mais de 50 dias e boa parte da rede estadual continuará parada. A decisão foi tomada em assembléia geral encerrada há pouco, em Salvador.

Reitor da Uesc debocha do povo ilheense

Pegou muito mal a proposta do reitor da Uesc, Joaquim Bastos, em ceder o sítio Roseiral à prefeitura, em troca do centenário Palácio Paranaguá. As instalações do sítio seriam usadas para abrigar a escola técnica federal (Cefet). E a Uesc ficaria com o palácio.

Um dos que criticaram duramente a "proposta-deboche" do reitor foi o radialista Vila Nova, no programa Tabuleiro.

- A proposta (é) indecorosa, imoral, indecente e pornográfica.

O radialista disse ainda que "o reitor pode até achar o prefeito (Valderico Reis) um “porra louca”, mas deve respeitar o povo Ilheense".

Ouça o programa de Vila, clicando aqui.

Habitação

Começou hoje, pelo sul da Bahia, as regionais para discutir a política estadual de habitação de interesse social (Pehis). Até amanhã, 28, todos os setores da região estão reunindos para apresentar propostas para o setor habitacional.

No sul da Bahia, as discussões acontecem no auditório principal da Universidade Estadual de Santa Cruz. Outras 13 regionais serão realizadas pela Bahia. Amanhã, os participantes vão debater propostas para o anteprojeto de lei do Conselho Estadual das Cidades.

Nem tchun

A Agerba deve ficar de olho na fiscalização de transporte de passageiros em sua regional sul (Ilhéus-Itabuna). Não se sabe o motivo, mas a Rota usou e abusou da prática de transportar passageiros em pé, no período do São João, contrariando decisão judicial e normas da própria Agerba.

Não se sabe o que houve com o setor de fiscalização no sul da Bahia, mas a tal "Operação São João" teria números mais "vistosos" se o trabalho fosse feito por aqui.

Não é rapadura!

Doce
"O deputado estadual Tarcízio Pimenta (DEM) quer saber o motivo que levou a Bahiatursa a fazer uma licitação para comprar 33.600 cocadas. Há uma suspeita: adocicar, na Bahia, o “relaxe e goze” proposto pela ministra do Turismo, Marta Suplicy."

26 junho 2007

Alta sociedade

Xico Vargas

Geralmente quando aqui se fala da violência que tomou o Rio de Janeiro, da qual está vivo bárbaro exemplo no assassinato do menino João Helio, bom número de leitores localiza nas favelas, nos negros e pobres a origem de todos os males.

Alvo fácil para as propostas de sempre: remover essa gente, passar o trator, dar-lhe casa bem longe, na periferia, mas com ônibus para que possa continuar sendo doméstico, pedreiro, encanador e (por que não?) traficante, desde que suas balas perdidas só sejam achadas por seus iguais.

São opiniões respeitáveis, como todas as que aportam neste blog. Talvez delas se possa extrair destino para os cinco jovens que encheram de pancada Sirley Dias de Carvalho Pinto, 32 anos. Ela esperava um ônibus de madrugada numa das áreas mais abonadas da Barra da Tijuca.

Doméstica, Sirley fez tudo o que esses leitores recomendam: negra e pobre, foi morar em Imbariê, na Baixada Fluminense, e estava na rua às 5 da manhã porque precisava consultar um médico, no posto de saúde perto de sua casa a 60 quilômetros de distância. Enfiaram-lhe a bordoada para tomar os trocados que trazia na bolsa.

Coisa de preto? Traficante? Pobre favelado? Não. Obra de representantes da mais fina classe média alta, leitor. Estudantes de Direito, Gastronomia, Turismo daqueles que param no sinal a seu lado e parecem pessoas normais. Você comeria um prato preparado por um animal desses? Consegue imaginar que noção de Justiça tem o idiota que estuda Direito?

O que deveriam fazer os parentes e vizinhos de Sirley com as famílias dos rapazes que a socaram o rosto (principalmente nos olhos)? Exigir do poder público que sejam desalojadas dos confortáveis apartamentos do condomínio Parque das Rosas e salgar-lhes as casas?

Talvez seja melhor aliviar a barra, não? Afinal, os bravos jovens acreditavam estar baixando o braço numa prostituta. Tudo o que aprenderam até agora os levou à convicção segundo a qual mulher, sozinha, às cinco da matina na rua só pode ser prostituta. E puta, sabe como é, está aí para ser humilhada.

Também podemos buscar uma tangente para concluir que esses bandidos são apenas uma exceção da gente dourada que desejamos ter ao redor. Já os pobres, pretos e favelados são todos criminosos ou coniventes com o crime. Ou será que temos feito tudo errado até aqui e não é a cor, a casa ou a carteira que forjam a bandidagem? Fique à vontade, leitor, ainda temos alguns dias para conversar sobre essa sociedade que estamos construindo.

Clique aqui e leia o site Ponte Aérea/RJ, de Xico Vargas.

Procuradoria recorre contra o Complexo Batuba

A Procuradoria da República no município de Ilhéus (BA) recorreu da decisão da Justiça Federal que indeferiu liminar requerida para obter a suspensão das licenças ambientais do Complexo Turístico Praia de Batuba (em Olivença) e a desocupação da área do empreendimento.

A ação civil pública foi proposta em outubro do ano passado contra o município de Ilhéus e os empreendedores por conta de irregularidades no licenciamento ambiental do complexo.

A juíza substituta da Vara Federal em Ilhéus Karine Costa Carlos negou a liminar sob o argumento de que as edificações estariam em conformidade com as normas de preservação da costa marítima, além de não impedir o acesso à praia pelo público.

Ainda segundo a decisão, não haveria necessidade de exigência de estudo de impacto ambiental (EIA/Rima), porque se trata de área antropizada, sem significativa degradação ambiental ou danos ao meio ambiente.

A procuradora da República Fernanda Oliveira, autora do recurso, entende que a obra trouxe sim impactos ambientais negativos, os quais não foram adequadamente avaliados devido aos vícios do licenciamento ambiental conduzido pelo município de Ilhéus.

Ainda, segundo a procuradora, a obra não possui utilidade pública ou interesse social que justifique a supressão da vegetação e a ocupação da faixa de areia.

Clique aqui para ler mais.

'Cola' eletrônica tá liberada!

Os 'coleiros' de plantão dizem amém. Já aqueles que estudam, estão uma arara.

Tudo porque o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou que colar 'eletronicamente' não é crime e os seus ministros concluíram que não há dispositivo legal para punir a prática. A prática não está prevista no Código Penal, não se configurando como crime de estelionato, por exemplo.

Então, tá liberada a cola... mas cuidado com a formação de quadrilha!

Agora vai

"O Flamengo anunciou nesta quarta-feira a contratação do meia argentino Maximiliano Biancuchi, primo do craque Lionel Messi, do Barcelona. O jogador, de 22 anos, atua no futebol paraguaio, defendendo o Sportivo Luqueño, que se sagrou campeão nacional no domingo. Ele deve se apresentar na Gávea na próxima semana. "

Assim como Dai da Caixa

PRISÃO de Dai da Caixa (c) assustou outros colegas
prefeitos que avançaram sobre os cofres públicos

Prefeitos sul-baianos estão em polvorosa.

Depois de tanta traquinagem com as contas e mil-e-umas armações para desviar dinheiro do povo, temem ter o mesmo fim do colega de Ubatã, Adaílton Magalhães, o famoso Dai da Caixa (foto).

Dai foi surpreendido pela polícia em sua própria casa. Preso de cueca e mal-vestido, teve que implorar para não ser 'embarcado' no camburão como veio ao mundo. Nu, pelado, e sem ter como colocar a 'mão no bolso'.

Pior é que os processos de cinco figuras tarimbadas do sul da Bahia estão em em estágio bem adiantado no Tribunal de Justiça da Bahia (TJB). Não é à toa que tantos prefeitos, antes carlistas, hoje só faltam beijar os pés de "São" Jaques Wagner, antes a encarnação do 'coisa ruim'.


Foto A Região

Por falta de coisa melhor

O destaque de hoje no site da prefeitura de Itabuna é uma mudança de ponto de ônibus. Tá certo que o ponto em questão (praça José Bastos) era um dos mais acessados pela população, principalmente daqueles itabunenses que moram pras bandas de Ferradas, Nova Itabuna e Urbis IV, mas...

Não precisa abusar da paciência do povo, gente.

Pára que o Pimenta quer descer!

Vale a pena ler... e ela deixa!

Quer uma leitura gostosa agora à noite?

Então, confira os relatos, impressões - e as fotos - de uma comunicóloga em Quer ler? Eu deixo!.

Quem descreve o blog é a a própria autora:
"Escrevo...
De Ilhéus, Bahia, aos 40
Porque gosto
Pra desabafar
Sem ligar pra quem vai ler (tá certo, eu ligo, mas só um pouquinho)
Pra manter os neurônios ocupados (inteligência artificial não adianta muita coisa...)
...Mas o que amo mesmo é fotografar!

Que tal um futebol dos filósofos?

"FG é uma fraude; temos prova para cassá-lo"

O vereador Wenceslau Júnior partiu para um ataque ainda mais forte contra as mazelas do prefeito Fernando Gomes. Em boletim eletrônico distribuído hoje no final da tarde, ele acusa o prefeito de ter abandonado a cidade.

- Ele é uma fraude eleitoral. Se elegeu dizendo que resolveria o problema da saúde em 90 dias, disse que iria gerar milhares de empregos e priorizar os bairros. E o que fez? Levou a saúde à falência.

O vereador do PC do B disse que a Câmara já dispõe de provas suficientes para a cassação do mandato do prefeito. O vereador é um dos que acompanham a Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga denúncias de desvios superiores a R$ 14 milhões na saúde.

A Câmara deve encerrar os trabalhos da CEI ainda neste mês. Um dos últimos ouvidos na Comissão será o secretário de saúde, Jesuíno Oliveira, dia 5 de julho.

Ausente

O deputado estadual Júnior Magalhães (DEM) criticou agora há pouco a bancada governista, que tem se mostrado ausente em votações importantes na Assembléia Legislativa.

Hoje, por exemplo, a votação da LDO está ameaçada por falta de quórum. Segundo Magalhães, o líder da bancada do governo, Valdenor Pereira, tem enfrentado dificuldade para colocar a sua base no plenário.

É por essas e outras...

Recorde

O Festival do Camarão 2007 pretende entrar para o Guiness Book. Com a agenda cheia de inovações, os organizadores do evento ilheense anunciam que vão preparar a "maior moqueca do mundo".

A festa gastronômica está programada para acontecer de 11 a 15 de julho, no Centro de Convenções Luís Eduardo Magalhães.

Secretário piadista

O secretário de Infra-Estrutura do governo baiano, Antônio Carlos Batista Neves, enfrenta temas complicados sem perder o bom humor.

Recentemente, em uma audiência na Comissão de Infra-Estrutura da Assembléia Legislativa, Batista Neves falou sobre a dívida do setor, hoje próxima dos R$ 100 milhões.

Segundo o secretário, parte desse débito será refinanciada e o outro montante seria quitado via "SDS".

Não ocorreu a nenhum dos presentes à reunião, inclusive o deputado Júnior Magalhães, perguntar que raio de setor era o tal SDS. Foi só no fim da reunião que um assessor arriscou-se à indagação.

E ouviu a resposta do gaiato Batista Neves:

- SDS, meu filho, significa "Só Deus Sabe"...

Irmandadade ameaça expor anatomia da corrupção

Gerson Menezes
publixcriativo@hotmail.com

Indiscutivelmente, ‘existem mais mistérios entre o céu e a terra do que possa sonhar a nossa vã filosofia’. Também, fora dos conceitos ditos filosóficos, nas coisas materiais, existem mistérios que fogem ao que a nossa vã suposição seria capaz de imaginar. Sob a cúpula do nosso vetusto Senado Federal, mistérios até então não revelados de uma verdadeira irmandade secreta estão sob a ameaça de virem ao conhecimento público.

No centro de uma crise provocada pelas acusações de quebra do decoro parlamentar, na qual agoniza sangrando lentamente nada menos que o presidente do da Casa, o senador Renan Calheiros, como se diz na gíria policial “vendo a casa cair”, ameaça criar uma crise institucional que, além de arrastar consigo muitos outros senadores para o lodaçal em que se enterrou, ameaça também envolver o presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, por quem Renan se julga traído e abandonado.

Renan, que não admite a hipótese de renunciar ao cargo, avisa que cairá atirando para todos os lados. Assim, sob a égide de uma denúncia contra um dos seus membros ilustres, o país e o mundo podem vir a tomar conhecimento da existência dos meandros de uma irmandade que todos imaginávamos existir, mas não tínhamos certeza – A irmandade secreta dos vestais.

Em um momento histórico da Nação Brasileira, quando em forma de escândalos que, despudoradamente e sucessivamente, um após outro, revelam as entranhas das nossas instituições democráticas, esse, com o qual o Senador Renan Calheiros ameaça os seus pares e o presidente da República, pode nos levar a assistir, entre incrédulos e impotentes, à verdadeira anatomia da corrupção no Brasil.

A esta altura dos acontecimentos, sob a luz dos holofotes dos “denuncismos”, Deus, a quem deram, à sua revelia, o título de “cidadão brasileiro”, deve estar a temer pelo envolvimento do seu santo nome, além do pecado de “não dirás o Seu santo nome em vão”.

Queria poder acreditar
que nada mais de podre pudesse ser revelado. Que todas as mazelas já tivessem sido expostas em praça pública pelas notícias da mídia. Porém, tal qual como aconteceu com Sodoma e Gomorra, símbolos bíblicos da iniqüidade humana, sob uma ainda mais ameaçadora hecatombe anunciada, talvez não venha a restar “pedra sobre pedra”.

Pressões

PMDB e PCdoB são duas das legendas que, segundo a Tribuna da Bahia, preocupam o governador Jaques Wagner. Ele teria recebido pressões para exigir uma posição de aliado dos comunistas, que comandam, com mãos de ferro, o sindicato dor-de-cabeça chamado APLB, o dos professores.

Em relação ao PMDB, as preocupações se referem ao crescimento avassalador da legenda geddelista em todo o estado. Integrantes do governo querem saber como o partido comandado pelo ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, já soma cerca de 130 prefeitos em toda a Bahia, num pequeno espaço de seis meses de governo.

Querem saber quais os 'atrativos' e os encantos que o PMDB tem usado para se reforçar, visando as eleições de 2008.

OAB-BA divulga resultado final do exame

A OAB-BA acaba de divulgar a relação dos aprovados no Exame de Ordem. A segunda fase do processo ocorreu com a aplicação das provas, no dia 3 de junho. E o resultado foi divulgado há pouco. Este foi o primeiro exame da ordem em 2007.

A relação dos aprovados pode ser conferida clicando aqui.

PT é o mais simpático para 28,2%

Uma pesquisa encomendada pelo DEM (ex-PFL) e realizada entre 19 e 22 de maio constatou que o PT ainda é o partido que detém a simpatia do eleitorado e aquele que possui a imagem mais positiva, segundo os pesquisados.

O levantamento encomendado pelo DEM ouviu duas mil pessoas em 17 estados de todas as regiões do país e mostrou que o brasileiro simpatiza mais com o PT, que detém 28,2% das menções. O segundo mais 'simpático' é o PMDB, com 8,2%, seguido de PSDB (7%) e PFL (2,9%).

A pesquisa constatou que o DEM é o que possui a pior imagem entre as grandes legendas brasileiras. Pelo menos para 43,9% dos eleitores, a sigla petista tem a melhor imagem, seguida de PMDB (33,4), PSDB (32,5%) e DEM (22,2%). A pesquisa foi realizada pelo instituto GPP e tem margem de erro de 2,2%.

Com qual partido político você mais simpatiza?
PT - 28,2%
PMDB - 8,2%
PSDB - 7,0%
PFL - 2,9%
PV - 2,3%
PDT - 1,5%
PSOL - 1,0%
PTB - 0,8%
DEM - 0,6%
PC do B - 0,5%
Outros - 2,5%
Nenhum - 44%

25 junho 2007

Que fique a lição

Tomara que os articuladores do governo estadual tenham aprendido alguma coisa com a greve da APLB. Principalmente porque deverão precisar muito brevemente da experiência adquirida.

Duas categorias de alto teor explosivo já discutem suas pautas de reivindicações. São, simplesmente, os trabalhadores da Saúde e os da Segurança Pública.

Alguém pensou em barril de pólvora?

Greve dos professores deve acabar na quarta

Uma assembléia de professores da rede estadual de ensino está marcada para as 9h da próxima quarta-feira. Pela primeira vez em 50 dias de greve, os educadores aceitaram sentar à mesa para negociar com o governo, numa mediação do Ministério Público Estadual, hoje à tarde.

A promessa é de que os cortes de salário sejam suspensos. Com isso, os professores voltam à sala de aula ainda esta semana. Por enquanto, está decidido que este ano letivo deverá acabar somente em 18 de janeiro de 2008, seguindo um cronograma de reposição de aulas.

Censura a emissora de rádio é destaque no mundo

Da edição dos Repórteres sem Fronteiras aos principais jornais e sites de notícia do Brasil, o prefeito de Salvador, João Henrique Carneiro (PDT), ganhou espaço notável pela decisão de censurar a revista, a rádio e o blog Metrópole, do radialista e ex-prefeito soteropolitano Mário Kertész.

Até mesmo o outdoor foi censurado.

Pra nós, itabunenses, a censura é lamentável, mas não se trata de artigo novo em tempos contemporâneos. Aqui, a censura se exerce das mais variadas formas, desde o boicote econômico à execução de donos de veículos de comunicação, sendo o mais famoso dos casos o do empresário e jornalista Manoel Leal, de A Região, assassinado com seis tiros, na noite do dia 14 de janeiro de 1998.

Comércio em clima junino

O São João acabou e das fogueiras restam apenas as cinzas, mas comércio de Itabuna abre nesta segunda ao meio-dia. Pela manhã, somente os bancos funcionam, a partir das 11h.

E, agora, que venha o São Pedro.

Se o salário atrasar, empregado pode ganhar mais

"As ações de indenização por dano moral coletivo têm se tornado cada vez mais freqüentes na Justiça do Trabalho. E seu sucesso no Judiciário idem. Recentemente, a 39ª Vara do Trabalho de São Paulo condenou a Pantanal Linhas Aéreas ao pagamento de uma indenização no valor de R$ 200 mil em benefício do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

A ação foi movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) da 2ª Região e, de acordo com a juíza substituta Rogéria Amaral Barbosa, houve "dano social emergente da conduta ilícita da ré".

Segundo a procuradora do Ministério Público do Trabalho Adélia Augusto Domingues, responsável pela ação, a empresa institucionalizou por anos o atraso salarial, pagando valores de até R$ 1.500,00 até o quinto dia útil do mês seguinte e o restante no dia 10 ou 15.

A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) prevê que o pagamento deve ser feito "até o quinto dia útil do mês subseqüente". "Trata-se de dano social porque é de interesse coletivo e difuso", diz. Ela lembra que a ação não substitui os possíveis processos individuais de cada trabalhador que queira receber eventuais correções e indenizações por danos materiais e morais em decorrência dos atrasos.

O papel do Ministério Público estaria restrito apenas ao "interesse coletivo" de forçar a empresa a cumprir a lei. Ela diz que o órgão entrou com a ação quando já haviam sido esgotadas as tentativas na esfera administrativa, e que a convenção dos funcionários da empresa prevê multa em caso de atrasos."

Clique aqui e leia a reportagem completa de Felipe Frisch, do Valor Econômico (para assinantes).

Bolsa-Família injeta R$ 13,2 mi em Itabuna e Ilhéus

Exclusivo

A classe média contesta, boa parte da população o considera 'esmola'. Mas o fato é que o programa Bolsa-Família injeta, mensalmente, mais de R$ 1 milhão na economia itabunense. Somente em 2007, foram mais de R$ 6,3 milhões transferidos a 18. 816 pessoas carentes de Itabuna e com renda per capita menor que R$ 120,00.

Graças à política do Ministério do Desenvolvimento Social, mais que dobrou o número de atendidos pelo programa no município. O Bolsa-Família é também uma espécie de redenção para outras 19.402 pessoas inscritas na iniciativa federal em Ilhéus. Lá, os repasses em seis meses totalizam quase R$ 7 milhões (R$ 6,9 milhões).

Fazendo as contas, percebe-se o poderio do programa numa região abatida pela crise econômica e que teima em não progredir. Entre janeiro e junho, os repasses às famílias dos dois municípios supera a cifra dos R$ 13,2 milhões. Dá uma média de 345,00 para cada beneficiário.

É, sem dúvida, uma forte moeda... eleitoral! O programa é apontado como a principal causa do rombo no 'casco' do navio chamado DEM (ex-PFL), no nordeste brasileiro. Tanto que o partido tenta se modernizar e 'apropriar-se' das causas sociais para recuperar parte desse espaço perdido.

24 junho 2007

Câmara de Turismo

A Costa do Cacau vai fundar a sua Câmara de Turismo no dia quatro de julho, em cerimônia no centro de convenções de Ilhéus, às 18h. A câmara abrangerá todos os municípios que fazem parte da Costa do Cacau, dentre eles Itabuna, Ilhéus, Itacaré e Canavieiras. A elaboração de projetos e captação de recursos estão entre as funções da nova instância do turismo.

A comprovação de que é tudo japonês

Ricardo Ribeiro * - ricardo.ribeiro10@gmail.com

Seria exagero chamar de surpresa o possível ingresso de políticos do DEM baiano (como isso soa estranho!) no PDT. Falar que Brizola vai se revirar na tumba também seria excesso de idolatria à imagem do velho caudilho, que há 18 anos chegou a "collorir".

O Brizola guerreiro, criador da rede da legalidade (na qual comandou de dentro do Palácio Piratini - sede do governo gaúcho - a resistência à tentativa de deposição do cunhado Jango pelos militares, em 1961) é uma imagem que se perdeu com o tempo. Assim como vem se perdendo a crença em alguma dignidade na política brasileira.

O que se vê no dia-a-dia é a prática destruindo toda e qualquer cartilha doutrinária e, se alguém permanece autêntico nessa história, é exatamente a turma do DEM e seus satélites. Eles não inovam, não surpreendem, pois permanecem os mesmos que sempre fizeram política pura e simplesmente pelo desejo mais que sexual pelo poder.

Outros partidos, como PT e PDT, já nos assustaram em um passado bem recente, mas hoje não têm mais essa capacidade. As velhas legendas da resistência, que inspiravam sonhos de dias melhores, atualmente contribuem para sedimentar a convicção de que os políticos estão quase todos nivelados. E por baixo, naturalmente.

É, portanto, com absoluta tranqüilidade que vejo o Partido Democrático Trabalhista abrir-se todo e desavergonhadamente à penetração dos carlistas. Não é a primeira nem será a última promiscuidade com a qual nos deparamos em nossa política.

Estou certo de que o espírito do Brizolão, em São Borja ou onde quer que esteja, assistirá à transação com naturalidade, mas não duvido que as panelas desabem na loja do pedetista Marco Wense, em Itabuna. Ou não?

* Jornalista e bacharel em Direito

Socorro

Pesquisa saindo do forno atesta resultados já divulgados aqui neste blog. A rejeição ao governo do prefeito Fernando Gomes supera a barreira dos 68%.

O índice de reprovação deu uma 'estacionada', mas despencou inacreditavelmente o de intenções de voto, hoje abaixo de dois dígitos.

O escândalo envolvendo o filho em um assassinato e o espancamento das floristas na praça José Bastos estão entre as possíveis causas de rejeição ao nome do prefeito itabunense.

Aliado a tudo isso, a inoperância administrativa, claro.

Diálise

Depois de estar entre a vida e a morte, o senador Antônio Carlos Magalhães terá que passar por sessões constantes de diálise. Na mais séria crise de saúde dos últimos tempos, o senador completa neste domingo 11 dias de internado. O coração e os rins fraquejaram e causaram surtos e uma grande onda de boatos.

Deputados gulosos

Segundo informações da Folha de S. Paulo, em relatórios encaminhados ao procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, a Polícia Federal informou que os deputados Paulo Magalhães (DEM-BA), Maurício Quintella (PR-AL) e Olavo Calheiros (PMDB-AL) teriam cobrado R$ 840 mil para intermediar interesses do empreiteiro Zuleido Veras. Segundo a PF, dos três, Olavo, irmão de Renan Calheiros, é o que teria recebido a maior quantia: R$ 400 mil, pelo que se descobriu até o momento.

Justiça na mira

Advogados itabunenses esperam, ansiosamente, os resultados dos trabalhos da corregedoria no judiciário local.

Mês passado, o corregedor Osvaldo Bomfim esteve por aqui e se deteve na análise de denúncia da OAB-Itabuna de que os processos em mãos da juíza Tânia Maria Oliveira andavam quando os interessados eram amigos. Do contrário, empacavam nas prateleiras.

A ansiedade cresce ao saber que dois serventuários ilheenses foram afastados do trabalho por dois meses. Eram acusados de cobrar 'comissão' para agilizar o andamento de processos.

23 junho 2007

O herdeiro

Como se sabe, o deputado forrozeiro Edgar Mão Branca foi impedido de usar chapéu no plenário da Câmara. O ministro do STF, Gilmar Mendes, acatou pedido da mesa do legislativo federal, que apontou o uso do adereço como quebra das regras da casa.

Outras regras, como não legislar em causa própria, não traficar influência e não favorecer empreiteiras, passam despercebidas ao STF.

Mas deixemos isso pra lá. Por ora, a intenção do blog é fazer uma revelação. Separado de seu querido chapéu, Mão Branca saiu em busca de um herdeiro que pudesse ostentá-lo. O cabra teria que ser valente, direito e catingueiro.

E a procura - quem diria! - terminou em Itabuna. Olha aí o Cláudio Rodrigues, da Formandus, exibindo o velho chapéu de couro barrado no baile do Congresso.

Esse teria cadeira cativa no bando de Virgulino...

Trabalhador é retirado de audiência por usar chinelos

"A seccional do Paraná da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) repudiou a atitude do juiz da 3ª Vara do Trabalho de Cascavel, Bento Luiz de Azambuja Moreira, que adiou uma audiência porque o trabalhador Joanir Pereira compareceu ao fórum calçado de chinelo de dedos.

O juiz alegou que “o calçado era incompatível com a dignidade do Poder Judiciário”. “Num país tropical como o Brasil, uma decisão como essa no âmbito da Justiça é absurda. Um fato como esse deve entrar para os registros das aberrações jurídicas”, disse o presidente da OAB-PR, Alberto de Paula Machado.

Para o advogado Marcelo Picoli, que alegou tentar argumentar com o juiz para não adiar a audiência, a atitude de Joanir impediu o acesso do cliente à Justiça. A audiência foi remarcada para 14 de agosto".

Última Instância

Se a moda pega...

"O prefeito de Salvador, João Henrique, acaba de obter nova vitória sobre o grupo Metrópole de comunicação, que pertence ao ex-prefeito e adversário político, Mario Kertész. Depois de proibir os outdoors do lançamento da Revista Metrópole, com a chamada de capa "Salvador, uma cidade no buraco", João obteve da juíza Sílvia de Carvalho uma liminar proibindo a rádio do grupo de falar qualquer coisa dele. A decisão proíbe a emissora de "citar, divulgar, vincular, publicar, noticiar ou transmitir quaisquer informações sobre o prefeito João Henrique". A pena é de 200 000 reais por citação".

Radar On-Line

22 junho 2007

Ilhéus pode perder Restaurante Popular


É até compreensível quando prefeituras deixam de realizar uma obra por falta de recursos, mas o que não dá para entender é o governo contar com o dinheiro em caixa e ainda assim ficar inerte, paralisado.

Isso é exatamente o que acontece em Ilhéus, que está ameaçada de perder uma verba de R$ 800 mil destinada à instalação de um Restaurante Popular.

O projeto é um dos braços do Fome Zero e a maior parte dos recursos é proveniente do Governo Federal. Cerca de10% são contrapartida da Prefeitura.

A União já repassou toda a verba para o município (a transferência da última parcela, no valor de R$ 440 mil, ocorreu no dia 22 de novembro de 2006). Ou seja, completam-se exatamente hoje sete longos meses da disponibilização dos recursos do Restaurante Popular para a Prefeitura de Ilhéus.

De acordo com informações do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi), o convênio encerra a sua vigência no dia 30 de junho de 2007 - daqui a oito dias. Como não fez o que lhe competia, a Prefeitura poderá ter que devolver o dinheiro do restaurante, com juros.

E o povo de Ilhéus, principalmente o mais carente, ficará sem um serviço de grande alcance social. O Restaurante Popular vende refeições de qualidade, ao preço de R$ 1,00 o prato.

Agora é cair no arrasta-pé

A fogueira já está queimando em muitas cidades da Bahia, onde o forró (autêntico ou não) garante a animação em uma das festas mais tradicionais e alegres do Nordeste. Para deixar todo mundo no clima, o Pimenta apresenta a programação de alguns dos melhores arraiás em terras baianas.

Confira:

Jequié - O forró-bodó começa hoje e só termina domingo, na Praça da Bandeira, com banda tocando a partir das 20 horas. A abertura será com Caviar com Rapadura, Lordão, Rosy e Banda e Lé kum Kré. Amanhã tem Cavaleiros do Forró, Cacau com Leite, Moisés e Banda e Skema 3. No domingo, o bicho pega com Mulheres Perdidas, Luís Caldas e Embalo 4.

A cidade oferece ainda duas festas privadas: hoje, a partir das 18 horas, o Forró do Namoral (Caviar com Rapadura, Luiz Caldas e Mulheres Perdidas) e o Forró da Margarida (amanhã, a partir das 14 horas, com Aviões do Forró, Estakazero, Cacau com Leite e Lordão).

Ibicuí - O rala-bucho é animado na Fazenda El Dourado, a três quilômetros da cidade. Acontece no dia23, a partir do meio-dia, com Calcinha Preta, Mastruz com Leite, Cavaleiros do Forró, Cacau com Leite, Gaviões do Forró, Estakazero e Lordão. Festa de camisa, com comida e bebida por conta.

Mas o povo de Ibicuí é apressado e já caiu na gandaia na praça da cidade. Ontem, tocaram Xamego da Bahia, Targino Gondim, Saracu de Nazareno e Cuscuz de Ouro. Hoje tem Mastruz com Leite, Dinho Oliveira, Vera Cruz e Urubu Fogoso. No sábado, a programação inclui Circuito Fechado, Estaka Zero, Furacão do Forró, Lordão e Swing do Forró. E domingo o arrasta-pé começa meio-dia, com o deputado Edgar Mão Branca, Canários do Reino, Lordão, Netinho do Forró, Urubu Fogoso e Mister Cuca.

Itapetinga - O Arraiá do Catolé começou ontem e termina neste sábado. As atrações são Mastruz com Leite, Estakazero, Furacão do Forró, Cavalo de Pau, Canários do Reino, Cacau com Leite e Juá da Bahia. Também no sábado, a partir das 14 horas, acontece o Forró da "Vaca Lôca", com Mastruz com Leite, Banda Eva, Lordão e Calcinha Preta.

Itororó - O ponto alto foi o Fest-Sol, no dia 17, mas o forró continua animando a cidade da carne-de-sol mais famosa do Brasil. Tocaram ontem Targino Gondim e Dorgival Dantas. Hoje tem Cheiro de Menina e amanhã a festa prossegue ao som de Catuaba com Amendoim, Swing do Forró, Gaviões do Forró, Carkes do Forró e Mulheres com "R" (??).

Santo Antônio de Jesus - A festa começa hoje, com Dona Fulana, Os Compadi, Flor do Nordeste, Saia Rodada, Filet de Mulher, Paulinho Boca de Cantor, Esquema Livre e Zé de Belém. Sábado: Capitão Gerico, Casaca de Ferro, Joyce França, Aviões do Forró, André Macedo, Talismã e Sabor de Pimenta. No domingo, agitam o forró Os Tião, Xote a Pé, Sabor que Fica, Selo de Amor e Farol de Milha.

Santo Antônio também realiza o animado Forró do Visgo, no domingo, a partir das 16 horas. As atrações são Adelmário Coelho, Ara Ketu e Mulheres Perdidas.

Mudanças

A instabilidade é uma constante no governo ilheense. Quando se esperava que o secretário de Turismo, Paulo Moreira, pulasse a fogueira antes do São João, os rojões foram detonados em outro setor. Exatamente a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, área extremamente sensível, principalmente em uma administração que fabrica uma crise por semana.

Em uma única leva, pediram para sair o assessor Solon Cerqueira e o jornalista Davidson Samuel. Outro profissional do setor, Ricardo Ribeiro, pediu o boné na semana passada.

O comentário nos bastidores do "caixote administrativo" é de que o todo-poderoso advogado Cosme Araújo, que estaria mandando no pedaço mais que Valderico Reis, vai impor o nome de Laudicéa Carvalho no comando da assessoria.

É shopping ou motel?

"A assistente técnica da Divisão de Turismo, Giliane Lopes, destaca também que a Itabuna é uma cidade com características próprias e que tem uma vocação natural para o turismo de negócios e eventos. Observa que o Jequitibá Plaza Shopping, sem dúvida alguma, agrega valor à cidade, amplia renda, traz visitantes para a cidade, mas não gera pernoite. A cidade também investe na consolidação do projeto do shopping a céu aberto da Paulino Vieira."

Coisa estranha esse negócio de "gerar pernoite", né?

21 junho 2007

A soneca do sindicalista















O bravo vice-presidente do Sindicacau, Luís Fernandes, não resistiu à espera por um vôo da TAM, que o levaria de Salvador para Ilhéus.

A demora foi tanta que o sindicalista tirou uma soneca desaforada em cima do balcão da companhia aérea.

Surrupiou documentos do MP

A prisão do prefeito de Ubatã, Adaílton Ramos Magalhães, o Dai da Caixa, está relacionada ao furto de processos no fórum da cidade. O crime foi praticado no dia 4 de maio passado.

A polícia também estaria à procura do presidente da Câmara Municipal, Paulo Silva, e do empresário, Eugênio "Grande", estes para colaborar com as investigações.

Dai da Caixa foi preso hoje pela manhã, na sua residência, por agentes da polícia federal. Ele furtou documentos de investigações conduzidas pelo promotor público Fernando Lucena.

O processo, veja só, apurava irregularidades cometidas pelo prefeito. Dai, segundo informações, também está sendo acusado de subtrair processos contra inimigos políticos apenas para incriminá-lo - casos de Paulo Silva e Eugênio "Grande".

Polícia prende prefeito de Ubatã

O prefeito de Ubatã, Adaílton Ramos Magalhães, o "Dai da Caixa", acaba de ser preso por agentes das polícias militar e civil.

Informações dão conta de que a prisão estaria relacionada a sumiço de documentos, desvio de recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e de verbas federais da educação, a exemplo do Fundef.

Há três dias os policiais vinham monitorando o prefeito.

Mais detalhes em instantes.


Atualizado

Itabuna reverte queda na geração de empregos

Exclusivo

As empresas itabunenses contrataram mais que demitiram em maio. O município atingiu um saldo de 73 novos postos de trabalho no mês passado, segundo levantamento feito pelo Pimenta na Muqueca, no Ministério do Trabalho.

A economia local contratou 819 pessoas com carteira assinada. O número de demitidos atingiu 746 pessoas. A variação positiva é de 0,24% na diferença entre demissões e admissões. A indústria de transformação liderou a abertura de novos postos ao registrar saldo de 59 vagas, sendo 172 contratações e 113 demissões de trabalhadores com carteira assinada.

O destaque negativo de maio está no setor de construção civil, onde o balanço apontou corte de 59 postos. Quem mais contratou foi o setor de serviços (+285), porém demitiu 238 trabalhadores.

Saldo em 2007
As empresas contrataram 7.464 pessoas e demitiram 7.211, apontando criação de apenas 253 vagas nos cinco primeiros meses do ano. A agropecuária do município apresenta o pior índice entre todos os segmentos da economia.

Foram demitidos 627 trabalhadores com carteira assinada, contra apenas 348 contratações no mesmo período (uma diferença negativa de 11,01%). Em maio, a agropecuária abriu 40 vagas e fechou 29 (+11), sinalizando uma baixíssima recuperação.

Ilhéus demite mais

O município de Ilhéus quebrou a seqüência de crescimento na geração de emprego e no acumulado dos cinco primeiros meses de 2007 registra saldo negativo neste item. De janeiro a maio, registrou 5.914 admissões com carteira assinada e 6.079 demissões – um corte de 165 vagas.

Maio está entre os meses deste ano com saldo negativo. As empresas ilheenses contrataram 511 pessoas em maio e demitiram 512 trabalhadores. O ‘vermelho’ pode ser atribuído ao alto número de demissões no setor de serviços, área que contratou 169 trabalhadores e desempregou 236, corte de 67 vagas.

20 junho 2007

Adeus ao Ctrl+C, Ctrl+V

Leitores do Pimenta na Muqueca enviam e-mail questionando o motivo de não mais colocarmos, aqui, textos ou resumos de notícias mais importantes do jornal do prefeiturável José Adervan.

Explicamos: o jornal passou a dispor de uma tecnologia no site que impede a cópia de trechos de matérias ou opiniões. Assim, privamos os nossos leitores dos artigos publicados, dos editoriais caprichados e das notas políticas e dos recadinhos inteligentes da Tonet.

É isso.

Pra mudar, teremos que endereçar nossos apelos ao grande Walmir Rosário e José Adervan.

Bahia gera mais empregos

De janeiro a maio deste ano, a Bahia criou 32.963 novos empregos. Até agora, 2007 já supera em quase 8 mil o saldo de empregos acumulado durante os 12 meses de 2006 - que foi de 25.089 vagas.

A informação é do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, e foi divulgada hoje (20) com análise da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia da Secretaria do Planejamento.

Fazem parte do grupo dos municípios que mais geraram novos empregos entre janeiro e maio: Salvador (7.336 empregos), Itamaraju (2.032 postos), Lauro de Freitas (1.852), Juazeiro (1.745), Camaçari (1.556), Feira de Santana (1.444), Teixeira de Freitas (1.381) e Vitória da Conquista (1.218 empregos). Entre aqueles que mais eliminaram vagas figuram: Maragogipe (-788), Itapetinga (-184) e Monte Santo (-127).

Agressão em sala de aula

Uma professora foi agredida por um aluno de 14 anos, dentro da sala de aula, em São José do Rio Preto, a 440 km de São Paulo, no noroeste do estado, na tarde de terça-feira (19). Segundo ela, o menino colocou fogo em seu cabelo.

A professora, que não quer se identificar, conta que o aluno chegou por trás e acendeu um isqueiro. O fogo começou a queimar o cabelo dela. "No momento não identifiquei o aluno porque a classe estava toda sentada escutando o que eu estava avisando", diz.

A violência no ambiente escolar preocupa cada vez mais os professores. Uma pesquisa da Apeoesp, associação que representa a categoria, revela que 11% dos professores dizem que já sofreram agressões e 60% deles se sentem inseguros em sala de aula.

Clique aqui e assista à reportagem

Brigas em público

O acirramento de ânimos é tão grande entre os membros do governo municipal em Ilhéus que as brigas agora acontecem em público.

Desta vez, a confusão aconteceu na área externa do novo centro administrativo ("Carandiru"), na avenida Itabuna. Em torno do prefeito Valderico Reis, quase saem no tapa os homens das finanças e o conselheiro-mor do alcaide, o advogado Cospe Araújo, o popular CA.

Rolou empurrão e deixa disso e houve a necessidade de uma intervenção enérgica do prefeito. A confusão foi conferida à distância por um cidadão que buscava atendimento no "Carandiru".

O inferno

Os foragidos da justiça Marcos Gomes e Ilmar Marinho tentaram por duas vezes obter habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF).

Um dos pedidos foi arquivado no dia 25 de maio. Terá mesmo caminho outro habeas corpus impetrado logo em seguida e, novamente, derrubado pela ministra Carmen Lúcia, no início desta semana.

Prefeitura funcionará no centro comercial

O prefeito Fernando Gomes anunciou nesta quarta-feira que o Cantinho da Mentira será transferido para o centro comercial.

A decisão atende ao projeto de humanização das cidades...

Sem boletim médico

A família do senador Antônio Carlos Magalhães emitiu nota dizendo que o seu estado de saúde é bom, apesar dele ter sido transferido para a UTI do Incor, em São Paulo.

O mais estranho é que a família passou a controlar os boletins médicos que, tradicionalmente, são emitidos até duas vezes, por dia, à imprensa.

Estaria acontecendo algo de mais grave que alguém tenta esconder?

Do contrário, é só emitir apresentar boletim médico e dissipar os boatos sobre a saúde de ACM.

Simples assim!

Preocupa estado de saúde de ACM

São preocupantes as notícias sobre o quadro de saúde do senador baiano Antônio Carlos Magalhães. Ele está internado desde a quinta-feira da semana passada, no Incor, em São Paulo. Há pouco mais de uma hora o deputado carlista José Carlos Aleluia saiu do hospital pela porta dos fundos, evitando a imprensa.

Os boatos sobre a saúde de ACM são de toda ordem. Muitos rezam pela saúde do senador baiano e ícone da política estadual...

Amendoim

Subiu a cotação do amendoim nas feiras livres de Itabuna. Além da proximidade do São João, acredita-se que a causa do fenômeno seja também a operação policial na locadora de DVD que vendia Pramil, comprimido genuinamente paraguaio, de efeitos semelhantes aos do Viagra.

Na crença popular, o amendoim serve à mesma finalidade. Mas há controvérsias.

É proibido usar chapéu!

Ricardo Ribeiro*

Em um parlamento pródigo em falcatruas de todo gênero, é curioso que um deputado seja condenado a não usar chapéu. Malas suspeitas estão liberadas, relações promíscuas com lobistas são permitidas, mas usar um singelo adereço de couro na cabeça é terminantemente proibido.

O Supremo Tribunal Federal existe há mais de 150 anos e até ontem mantinha um tabu: jamais condenou um deputado ou senador. Até mesmo aqueles defenestrados da vida pública em julgamentos políticos foram posteriormente absolvidos no STF. É surreal que a primeira decisão contrária seja a de proibir um parlamentar de usar chapéu.

Mais interessante ainda que a decisão do ministro Gilmar Mendes chegue em um momento no qual o Congresso passa um recibo de desonestidade e corporativismo jamais visto tão de perto – e ao vivo – pela sociedade brasileira. Senadores como Romeu Tuma e Sibá Machado fazem manobras vergonhosas para livrar a cara do colega Renan Calheiros.

Está determinado: receber dinheiro de fonte suspeita para pagar pensão à amante pode. O que não pode é usar chapéu. Intime-se, Publique-se e Cumpra-se!

Segundo o presidente da Câmara, Arlindo Chináglia, o deputado Edgar Mão Branca feria o decoro ao usar chapéu no plenário. Mas não fere o tal decoro receber uma verba indenizatória flagrantemente inconstitucional para pagar uma série de despesas que o cidadão comum só pode custear com o próprio salário.

Os deputados passaram a receber, cada um, R$ 16.500,00 de salário este mês e têm, além disso, direito a uma verba indenizatória de R$ 15 mil por cabeça. Se forem computados os gastos gerais para a manutenção de um gabinete parlamentar, ultrapassa-se facilmente a cifra de R$ 100 mil. Mas o imoral é usar chapéu no plenário.

Segundo o dicionário Houaiss, decoro significa recato no comportamento, decência, acatamento das normas morais, dignidade, honradez, seriedade nas maneiras, compostura etc. Posturas e atitudes que não se identificam em grande parte dos políticos.

Em determinado momento da crise do chapéu, Edgar Mão Branca afirmou que preferiria renunciar ao mandato a ter que se livrar de seu acessório tão estimado. Duvidamos que ele cumpra a promessa. E, ao não cumpri-la, o deputado começará a descobrir que está menos sertanejo (antes de tudo um forte) e mais político (antes de tudo, uma vantagem).

* Jornalista e bacharel em Direito

FTC sofre derrota

Estudantes dos principais cursos da FTC de Itabuna tiveram uma vitória na Justiça contra a faculdade.

Graças a uma liminar concedida a eles pelo juiz Benedito Alves Coelho, da Vara Especializada da Defesa do Consumidor, eles se livraram de um reajuste de 5 por cento.
A ação foi movida pelos alunos dos cursos de Direito, Educação Física, Enfermagem, Fisioterapia, Nutrição e Psicologia.

De acordo com a liminar, caso a FTC não cumpra a decisão judicial, pagará multa diária de cinco salários mínimos.

A faculdade tem direito a contestar.

Coluna Z (Diário do Sul)

Até no STF

Apontados como cúmplices no 'crime do vaqueiro', os funcionários da prefeitura de Itabuna, Markson Oliveira e Ilmar Marinho, acumulam sucessivas derrotas na Justiça, na tentativa desesperada de conseguir um habeas corpus e sairem da condição de foragidos.

A última derrota foi no Supremo Tribunal Federal (STF).

A ministra Carmen Lúcia negou pedido apresentado pelo advogado de Ilmar Marinho, Djalma Eutímio de Carvalho. É a terceira derrota no espaço de menos de um mês.

Markson, o "Marcos Gomes", e Ilmar Marinho, o "Mazinho", perderam na justiça de Ibicaraí, no Tribunal de Justiça, em Salvador, e no Superior Tribunal de Justiça e STF, em Brasília.

Desse jeito, ou se apresentam ou viverão mais outros três meses correndo da polícia... Ou nem tanto!

CNPC abandonada

Há cerca de seis meses, a União retomou a propriedade do prédio da Central Nacional dos Produtores de Cacau (CNPC), em Itabuna. Com a entidade esvaziada, o imóvel estava antes alugado à Faculdade de Tecnologia e Ciências.

A Advocacia Geral da União alegou desvio de finalidade, já que o prédio deveria ser utilizado exclusivamente para abrigar discussões relacionadas à cacauicultura.

Mas se antes havia desvio de finalidade, agora o prédio está sem finalidade nenhuma.

A CNPC foi entregue ao abandono.

O escolhido

Sem pasta no governo ilheense, mas cada vez mais poderoso, o advogado Cosme Araújo já desponta como possível candidato a prefeito em 2008.

Com o apoio de Valderico Reis.

Vily quer derrubar o marketing do Jequitibá

O radialista Vily Modesto está uma arara com o pessoal do setor de marketing do Jequitibá Plaza Shopping. Em seu programa na Jornal, hoje, ele já criticou os marqueteiros em dois momentos.

A primeira "cacetada" teve relação com o lugar reservado no shopping para o carro da campanha promocional da CDL. Segundo Vily, o carro está escondido, sem colaborar efetivamente para divulgar a iniciativa dos lojistas.

Logo depois, o comunicador voltou à carga contra a diretoria de marketing do Jequitibá. Condenou a poluição sonora na praça de alimentação, que está recebendo bandas em uma programação especial de festas juninas.

Vily pediu para o pessoal do marketing parar de ficar "comendo docinho" na praça de alimentação e tomar as providências sugeridas.

De broxar

Como em Itabuna já houve até loja de material de construção que "vendia" merenda escolar, não é de causar surpresa locadora de DVD comercializando remédio contra pau-molescência...

Contas marotas

"O senador Almeida Lima (PMDB/SE) tem se esmerado na defesa de Renan Calheiros. Como sempre o instinto de auto-defesa dessa gente é espantoso. Almeida Lima entre outros feitos pode apresentar este: nas eleições de 2002, foi eleito declarando ter arrecadado 20 000 reais.

Beleza.

E quanto o nobre parlamentar gastou em sua campanha? Coincidentemente, os mesmos 20 000 reais. Redondos. Um craque no quesito receitas e despesas. Dá uma média de 7 centavos por cada voto. Alguém aí acredita?"

Radar, Lauro Jardim

Dia D

O secretário de turismo de Illhéus, Paulo Moreira, anuncia hoje se continua no governo do prefeito Valderico Reis. Moreira anda insatisfeito com as condições de trabalho oferecidas.

Enquanto ele não decide, a bolsa de apostas inclui entre os prováveis substitutos até o nome do suplente de vereador Cacá.

Mas um técnico da própria secretária poderá ser guindado à condição de titular da Pasta.

"Locadora" de Viagra

"Depois de denúncias anônimas feitas por populares, a polícia de Itabuna apreendeu aproximadamente 600 comprimidos de Pramil (estimulante sexual similar ao Viagra), que estavam sendo vendidos em uma locadora de DVD no bairro São Caetano.

Além do remédio, foram apreendidos DVDs piratas, filtros de água e micro-ondas sem notas fiscais, e ainda um revólver calibre 32.Os policiais foram ao local a fim de apreender apenas filmes piratas, mas acabou sendo surpreendida com a venda irregular do medicamento."

Clique aqui e leia a reportagem completa do Diário do Sul

Edukassão e curtura!

O Tribunal de Contas da União (TCU) detectou que 83% dos recursos para financiar projetos culturais ficaram concentrados na região sudeste do país. E o governo também aplicou apenas 29,2% do orçamento da educação para combater o analfabetismo. O acordado foi 30%.

Pobre Brasil.

19 junho 2007

Mão Branca fica sem chapéu na Câmara


O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), indeferiu o pedido de liminar do deputado federal Edgar Mão Branca (PV-BA), que pretendia garantir judicialmente o direito de usar seu chapéu de couro no plenário da Câmara. A liminar foi solicitada em Mandado de Segurança (MS 26557) que ainda será julgado em definitivo.

A controvérsia começou quando a Mesa Diretora da Câmara anunciou que proibiria o uso do acessório. Logo em seguida, Mão Branca ingressou com o mandado de segurança, onde alega que uma eventual proibição de utilizar o chapéu nas sessões plenárias da Câmara o impediria de “exercer livremente o seu mandato” e limitaria “os seus direitos de ir e vir e de se expressar”.

Ilhéus pode retomar as rédeas do seu destino

Gerson Menezes


No último domingo, dia 17, o diretório municipal do PSDB de Ilhéus reuniu filiados e convidados no hotel Jardim Atlântico para a apresentação do seu pré-candidato a prefeito nas eleições de 2008. Trata-se do padre Nildemar, ex-pároco da igreja matriz de São Sebastião, na cidade de Ilhéus. Por demais conhecido, o nome do padre Nildemar foi cogitado por quase todas as siglas partidárias na eleição passada. Uns querendo o seu nome para encabeçar a chapa majoritária, e outros buscando o seu apoio.

Possuidor de um enorme carisma, padre Nildemar se destacou pela sua formação intelectual e, pelas suas pregações de cunho social, nas quais demonstrava a sua preocupação para com o povo carente sem, no entanto, adotar a linha da “igreja revolucionária dos pobres”. Transferido para a paróquia de Ipiaú, no final do ano passado, ele não rompeu os seus vínculos com Ilhéus e o seu povo. Finalmente, agora tomou a decisão de aceitar o convite de assumir a candidatura para disputar o executivo ilheense.

No atual quadro político de Ilhéus, no qual nada de novo se apresenta, o nome de Nildemar desponta como a única proposta de renovação política realmente capaz de enfrentar e de vencer as pretensões de retorno e de continuísmo. Mesmo sendo um clérigo da igreja católica, possui livre trânsito em todas as religiões, pela postura de equilíbrio e de união que sempre manteve com as demais profissões de fé.

O lançamento da sua pré-candidatura, por certo, vai ser um balde de água gelada nas pretensões de muitos dos que, de forma pretensiosa e aventureira, se insinuavam na disputa futura. A mesmice que se apresentava foi rompida, dando aos ilheenses uma alternativa de mudança e de real esperança de sair do marasmo administrativo e de ausência de compromisso com a história e o futuro ao qual o município e a população de Ilhéus foram relegados pelas suas últimas administrações.

Por certo, o PSDB buscará a formação de uma ampla aliança em torno da candidatura do padre Nildemar, alicerçando-a acima de tudo com um projeto de desenvolvimento e de moralização para com a coisa pública, que sejam capazes de sensibilizar a população sofrida.
Espera-se que os verdadeiros formadores de opinião de Ilhéus, todos aqueles que ultimamente se envergonham por verem o nome da sua cidade achincalhado e levado à inconseqüência absoluta, unam-se em torno desta real e verdadeira oportunidade de resgate da vida pública ilheense.

E que estejam preparados para o enfrentamento, que nem sempre se dará ao nível das idéias e das propostas, mas, e inconsequentemente, das fofocas das esquinas, do calçadão da Paranaguá e dos veículos de comunicação em mãos do poder dominante. O povo de Ilhéus terá a oportunidade de tomar em suas mãos as rédeas do seu verdadeiro destino. Que não o desperdice.

Gerson Menezes é publicitário