31 março 2007

A praça-motel e a vizinhança "big brother"

"Moradores da praça Justino Marques em Ibicaraí, onde está localizada a Escola Ressurgir, pedem providências às autoridades porque estão apavorados com as cenas que costumam ver praticamente todos os dias a partir das seis da tarde, quando fica tudo escuro.

Sem iluminação, a praça e imediações viraram ponto de parada de carros e motos, com casais que ficam namorando. "Se fosse só namoro antigo, estava tudo bem, mas o problema é que eles excedem na dose. Não têm vergonha nenhuma e transam mesmo, para quem quiser ver", desabafou uma moradora."

LEIA MAIS NO JORNAL A GAZETA (IBICARAÍ)

A imagem do sangue

"Segundo dados da SENASP (Secretaria Nacional de Segurança Pública), Itabuna e Ilhéus estão entre as cidades mais violentas do Brasil, do ponto de vista do homicídio doloso, ocupando respectivamente 16ª e 20ª posições, num ranking entre as 224 maiores cidades brasileiras de médio porte, dados relativos a 2005.

Em Itabuna, no que se refere aos assassinatos, de quatro anos até o momento a estatística só aumentou. A pesquisa realizada por Sócrates confirma que em 2002 houve 79 homicídios, incluindo a zona rural. E houve aumentos consecutivos nos anos seguintes: em 2003 aconteceram 86, em 2004 houve 116, em 2005 houve 126, sendo que até o mês de outubro do ano passado, aconteceram 108 homicídios, num total de 515. Neste ano de 2007, já foram registrados mais de 30 homicídios, num período de menos de três meses."

LEIA MAIS NO DIÁRIO DO SUL.

A Deus o que é de Deus...

... a César o que é de César!
______________
Gerson Menezes
publixcriativo@hotmail.com

Tudo na vida segue, invariavelmente, a regra da evolução. Existem, porém, coisas que teimam em evoluir, muitas das quais existiram em um passado próximo e nós nem lembramos mais. Outras continuam vivas, ou mortas, sem admitirem que já morreram. Não é por saudosismo que lembro da minha infância, quando crianças e adultos faziam fila para beijar a mão do padre. Era uma expressão de respeito àquele que, no nosso imaginário cristão, era o representante do Deus Vivo entre nós.

Como tudo neste mundo de Deus, a Igreja Católica Apostólica Romana também evoluiu. Os padres, bispos, cardeais e os próprios Papas parece que se tornaram mais humanos e menos “divinos” - já não parecem mais ostentarem aquela “auréola de luz” como nossos olhos crédulos os viam antigamente. Relembro ainda as “santas missões de catequeses” realizadas pelos missionários capuchinhos. Era uma festa em cada cidade onde chegavam. Era fácil, até para nós crianças, entender os “mistérios divinos”.

Nos caminhos da evolução, a igreja trocou a catequese da alma pela palavra direta sobre as coisas terrenas, salvo a tentativa de resgate exercida por alguns poucos padres ligados ao Movimento de Renovação Carismática, na busca de estancar a fuga do “rebanho” para outras religiões ou seitas que proliferam, a mercê muito mais do uso competente do marketing e da mídia, que até mesmo dos “milagres prometidos para o hoje”, sem se ter que aguardar o “julgamento final” e a vida eterna no paraíso.

Nos caminhos da evolução percorridos pela igreja católica, ainda lembro dos sermões cheios de rancor e ódio contra o comunismo, proferidos pelo sexagenário Padre Xavier, antigo pároco da igreja matriz de São José. Eram verdadeiros “libelos acusatórios” em que, implicitamente, não faltava a famigerada visão de que “comunista comia criancinha”.

Ainda freqüentava a igreja quando surgiu a “teoria da libertação”, abraçada pelos padres mais jovens. Pregava principalmente o “resgate da redenção do homem, através das lutas de classe, que os levaria à igualdade”. Da minha infância aos dias atuais, várias foram às diretrizes emanadas da cúpula da igreja, através das Encíclicas, Sínodos e congressos. Tudo, no entanto, me pareceu priorizar mais a salvação da carne em pretérito do espírito.

Da “igreja viva” que conheci, chego a sentir saudades de D. Paulo, bispo recente da nossa Diocese, que por suas posições polêmicas se fazia escutar. Lamento hoje a “quase ausência” da voz do pastor de D. Ceslau (salvo quando leio os seus inteligentes artigos nas edições das sextas no Jornal Agora). Mas me parecem muito pouco para um “pastor de almas”, hoje, mais do que ontem, tão conturbadas. Seja qual for a escala de evolução que a igreja católica atingiu, a voz dos seus pastores ainda se faz necessária na condução do “rebanho das almas aflitas”.

Gerson Menezes é publicitário

Sem saída

A piada não é original, mas há sempre oportunidade de renová-la. Antes, dizia-se que a única saída para o Brasil era o aeroporto. Agora, nem isso é possível, pois a Polícia Federal está há semanas sem material para emitir passaporte.

Não há previsão de quando o problema será resolvido.

Barulheira no busu!


A Agerba, que já engoliu mosca (ou outra coisa, sei lá...) no aumento abusivo das passagens das linhas intermunicipais, precisa fiscalizar outro abuso cometido nesse transporte pela empresa Rota.

Passageiros reclamam de que alguns motoristas se empolgam com o sonzaço instalado nos ônibus das linhas Ilhéus - Itabuna. O barulho incomoda e, não raramente, a qualidade da "música" também é infernal.

As normas que regem o serviço de transporte impedem o uso de aparelho sonoro no interior dos veículos. A exceção é no caso de haver entradas para fones individuais, de modo que o passageiro possa optar entre ouvir ou não o som.

Do jeito que está, é um verdadeiro estupro auditivo.

Reprovação a Fernando atinge 86% na enquete

A enquete do blog Pimenta na Muqueca revela um dado altamente negativo para a administração do prefeito de Itabuna, Fernando Gomes. Para 66% dos que votaram na enquete do Pimenta, o governo de FG é péssimo.

Outros 20% dizem que é ruim o Governo do Trabalho. Apenas 3,3% afirmam ser regular a gestão de Fernando. Outros 5,33% dizem que a administração é boa e o mesmo percentual de votantes avalia como ótimo o governo fernandista.

Essa é apenas uma parcial. A votação vai até a próxima segunda, dia 2. Se você ainda não votou, é só dar uma clicadinha aí na enquete (canto superior direito da tela do seu PC).

Abaixo, o resultado parcial.

Como você avalia o governo do prefeito Fernando Gomes?

Ótimo?
--5,33% (8 votos)
Bom?
--5,33% (8 votos)
Regular?
-3,33% (5 votos)
Ruim?
--------------20,00% (30 votos)
Péssimo?
---------------------66,00% (99 votos)

Total: 150 votos

30 março 2007

Só não vale peixe estragado, hein?

Depois de distribuir peixe estragado para 15 mil famílias na ceia Santa, em 2005, o prefeito Fernando Gomes anuncia, via assessoria de comunicação, que o município voltará a dar o pescado a cerca de 10 mil famílias pobres este ano. O peixe da Semana Santa, garante, será distribuído na próxima quarta-feira.

Ressabiado, o prefeito mandou ter bastante cuidado com "a qualidade dos peixes", como informa a secretária de Assistência Social, Mirian Paranhos, em release distribuído pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura.

Diz a secretária: “o prefeito Fernando Gomes fez questão de que esse detalhe fosse minuciosamente acompanhado pela equipe que ficou responsável por realizar a compra dos peixes".

Essa equipe é a mesma de 2005?

O mico do senador tucano!

"Ao defender seu estado de origem, o Amazonas, o senador Arthur Virgílio (PSDB) confundiu um jogo com a realidade e foi protagonista de uma gafe no plenário do Senado. Em meio a um discurso na terça-feira (27), ele afirmou aos demais senadores que tinha uma notícia, "da maior gravidade", para levar ao conhecimento da Casa.

"Ela (a notícia) está no site da Agência Amazônia, sob o título 'Laboratório americano propõe privatizar a Amazônia': A Amazônia está mesmo à venda. Em um vídeo de um minuto e 25 segundos, postado em seu site, a empresa norte-americana Arkhos Biotech está convocando as pessoas do mundo inteiro a investir para transformar a Floresta Amazônica em um santuário de preservação sob o controle privado", disse.

O que o senador Arthur Virgílio não sabia, e nem a agência de notícias pela qual ele se informou, é que a empresa Arkhos Biotech é fictícia e faz parte de um jogo patrocinado pelo Guaraná Antarctica." Do site G1

A ZPE e os picareta$

O Congresso Nacional iniciou debates sobre uma proposta que soa antiga para o Brasil contemporâneo, a criação das Zonas de Processamento de Exportação (ZPEs). Quem está na faixa dos 25 a 30 anos com certeza já ouviu falar neste projeto aqui no sul da Bahia. Uma das 17 zonas de exportação "seria" criada em Ilhéus.

A prefeitura teria, até, desapropriado uma área de 220 hectares para instalar a malfadada ZPE ilheense, no final da década de 90. Ilhéus teria potencial para explorar negócios nas áreas de pesa, eletroeletrônicos e alimentos. Pelo menos era o que vendia um "sócio" da iniciativa.

Nas ZPEs, toda a produção ou 80% dela é destinada ao mercado externo e as empresas instaladas nesta zona ganham grandes incentivos para participar da iniciativa. Por aqui, a idéia foi bem vendida. E tratou-se de negócio bastante lucrativo para gente que hoje sente calafrios ao ouvir falar de ZPE.

Renda do nordestino cresce 12%

"Segundo pesquisa do instituto Cetelem-Ipsos, divulgada na terça-feira 27, o Nordeste foi a região com maior crescimento da renda familiar média na comparação entre 2005 e 2006. O valor passou de 676,64 reais para 761,16 reais – alta de 12%. A renda disponível (o que fica efetivamente no bolso) aumentou 38% no período."

"Quem quer dinheiro?"

Vocês querem ganhar dinheiro?”, é a pergunta repetida quase como um mantra. Desta vez não é Silvio Santos, o homem do Baú da Felicidade, quem anima a platéia. O palestrante da noite de terça-feira 27 também associa a prosperidade financeira ao sentimento mais perseguido pela humanidade. As dezenas (ou centenas?) de gurus dos negócios e escritores de auto-ajuda em peregrinação pelo mundo parecem ter passe livre na fronteira entre o materialismo e o espiritualismo. Mas é de se esperar tal comportamento de um monge budista?

Leia a matéria, na íntegra, clicando aqui.

Itabuna suja, feia e às escuras - 3

O centro da cidade de Itabuna está um LIXO. Quem diz isso não é o Pimenta na Muqueca, mas o jornal Agora, que mantém uma posição de apoio explícito ao governo do prefeito Fernando Gomes. Leia nota de rodapé da coluna Bangue-Bangue na edição de sábado do jornal de José Adervan, que já está disponível na internet e chega às bancas amanhã.

Nota compara o centro da cidade a um lixão; e a praça Camacan a um bordel, tamanho o abandono!!!

*Gente! A praça Camacã está precisando de uma reforma URGENTE!!! *Não é possível que o centro de Itabuna pareça (e É!!!) um LIXO!!! *Chega de favelizar o coração da cidade *Do jeito em que está a praça Camacã, nem mesmo os camelôs ganham dinheiro *Até parece que Itabuna é uma cidade decadente. A praça Camacã nos transmite a sensação de zona de meretrício (com o devido respeito que as meninas merecem)...

Para conferir as notas do Bangue Bangue do Agora, clique aqui.

Lava, ensaboa e enxuga

Enquanto persegue e demite funcionários antigos da Cabrália, executando uma verdadeira política de desmonte, o conhecido Dr. Enxuga contrata e protege gente sem experiência, que entrou na televisão para brincar de fazer jornalismo de variedades. Aliás, péssimo jornalismo e com variedade de bobagens.

No ar, uma moça - que não tem culpa de estar onde está - tenta passar alguma informação interessante, mas no máximo consegue fazer o telespectador rir. É ridículo e dá pena.

Na TV, qualquer crítica ao desmpenho pífio da "repórter" só pode ser feita aos sussurros. Se o Dr. Enxuga ouve, é mal-estar na certa. Para o chefe de plantão, a moça tem um talento a ser lapidado e não pode ser pressionada.

Realmente, não dá para entender. Ou dá?...

Knut, o ursinho abandonado, ganha trilha sonora!


O ursinho polar Knut, que quase foi sacrificado a pedido de ativistas depois que sua mãe o rejeitou, na Alemanha, ganhou trilha sonora. Na verdade, trilhas sonoras, no plural. Uma gravadora alemã lançou o single "Knut is Cute" ("Knut é Fofo", em inglês), vendeu cerca de 3 mil cópias, mas enfrenta a competição de dezenas de outras gravadoras e internautas, que disponibilizam suas próprias criações sobre o drama do ursinho na internet.

Livrarias em extinção

As livrarias da região cacaueira não são freqüentadas. Talvez seja fruto da nossa própria falta de cultura. A maior livraria de Itabuna, no Shopping Jequitibá, está entregue às moscas, sem um pé de gente. A Oásis, do culto Aécio, fechou por falta de público. As outras livrarias daqui se viram com materiais didáticos e outras quinquilharias para poderem sobreviver.

Só que a nossa cidade abriga quatro faculdades particulares e ainda a UESC. Onde estão os professores dessas instituições? Será que não lêem? E os alunos? Estão seguindo os passos desses professores tiradores de fotocópias? Sem contar as dezenas de escolas do ensino básico de Tabocas, com administradores, regentes e discentes. Esse povo todo não compra livro, não lê?

Ex-radialista de Itabuna morre no Espírito Santo


O ex-radialista de Itabuna e atual empresário no ramo de jogo do bicho em Eunápolis, Djair Eloy, de 40 anos, morreu por volta das 3 horas da manhã de ontem (29) em um Hospital de Vitória (Espírito Santo). Internado às pressas após ser baleado no braço, ombro e queixo, sendo que o último disparo deixou a bala alojada na base do crânio, Djair teve uma parada cerebral e vinha lutando contra a morte, mas não resistiu. Seu corpo foi transladado para o extremo sul e provavelmente será velado na Câmara de Vereadores de Eunápolis.

Djair foi atingido na noite do último domingo (26), por volta das 20 horas, quando chegava na casa do seu pai e foi surpreendido por uma embosca.
Três homens já chegaram atirando e não levaram nada da vítima. De acordo com a 23ª Coorpin, que tem como coordenador Moisés Damasceno, está descartada a hipótese de latrocínio (matar para roubar), já que não assaltaram Djair. O que neste momento tem maior potencial nas investigações é a possibilidade de crime de mando.

Profissionais itabunenses que trabalharam com o criador do programa Show de Negócios, da Rádio Difusora de Itabuna, como Orlando Cardoso, Nadson Monteiro, Walter Machado, Marcos Soares, Oswaldo Gomes, entre outros, receberam a notícia com muita tristeza. Eles destacam a competência e o caráter de Djair Eloy.

De acordo com notícias veiculadas em Eunápolis, o ex-radialista realizava trabalhos sociais para pessoas carentes.

Fonte: DIÁRIO DO SUL

Bombonas para coleta seletiva...

29 março 2007

Ed Ferreira mostra a "Costa do Chocolate"

Exatamente 299 imagens capturadas ao longo de quase três anos compõem a bela exposição virtual do fotógrafo Ed Ferreira e retratam uma Ilhéus exuberante, sua natureza, o avanço da urbanização, os seus 82 quilômetros de praias e a sua gente humilde (pescadores, marisqueiras).

O melhor de tudo é que você não paga nada para conferir a exposição (álbum) virtual do fotógrafo. Basta acessar a página da exposição na internet. É só clicar aqui e conferir as imagens acima e todas as outras 297 fotos.

Filho bastardo procura os pais através de exame de DNA!

Gerson Menezes
publixcriativo@hotmail.com

Ao se abrir a página deste prazeroso blog (prazeroso para alguns, inferno para outros), lê-se logo acima: - O DNA da Verdade.

Penso com os meus dois neurônios:

- Como encontrar esse tal DNA, se nem ao menos sabemos quem são os pais do infeliz? Ninguém quer assumir a paternidade do “bastardo”.

Fui levado a pensar, no início, que pelas características, digamos físicas, o infeliz tinha os traços fisionômicos ou, melhor dizendo, jornalísticos, do aguerrido companheiro Ederivaldo Benedito. Porém, observando mais objetivamente, abandonei a tal suposição pelo simples fato: - Dizem que os filhos concebidos “na rua” nascem com a cara do pai, para que o “abjeto pai” não o possa negar. Eis que não é o caso de Béné vir a ser o pai único do infeliz.

Seguindo então a mesma linha “supositiva de semelhanças”, cheguei ao jornalista e bacharel em direito Luiz Conceição (esse não falsifica o curriculum vitae), que, pelas semelhanças, poderia ter contribuído com Bené na concepção do infeliz, o que poderia ser explicado à luz da ciência como um caso raro de “fecundação múltipla de um mesmo óvulo por pais diferentes, com genes semelhantes”. Também abandonei esta linha de pensamento especulativa, por chegar à incrível conclusão que os dois não seriam capazes de se unirem, nem mesmo em um “orgasmo jornalístico”.

Dando asas a minha “estéril imaginação em um dos seus raros espasmos”, pensei no jornalista Daniel Thame. Porém, assim como raro, o espasmo foi breve. Não poderia ser filho de Daniel. Faltava aquela pitada de glamour e elegância do texto do internacional escriba e o aroma do seu indefectível charuto cubano.

No meio de tantas dúvidas, forçando ao extremo os meus dois neurônios ainda não destruídos inteiramente pela nicotina, me tomo de sobressalto a pensar:

- E quem será a mãe? Talvez seja mais importante saber quem é a mãe, e assim vir a descobrir quem eram os seus “parceiros de cama”.

É como diz a velha sabedoria popular:

- Pai, a criança pode ter muitos... Mãe, o infeliz só tem uma!

Gerson Menezes é publicitário

É culpa de Paulo Souto!

Um "açeçor" do prefeito Fernando Gomes informou a este blog que o Samu 192 enfrenta dificuldades em Itabuna não apenas por causa de "vicio$" na saúde municipal.

O quebra-faca assegura que o ex-governador Paulo Souto teria deixado de repassar os 30% devidos para a manutenção do Samu de Itabuna no ano passado.

E ainda explicou:

- O governo federal repassa 50% e o município 20%. O estado deveria repassar 30%, mas não mandou o dinheiro no ano passado.

Outra 'figura' nos disse que haveria divergência nos números do "quebra-faca". Os percentuais de contribuição de cada um para a manutenção do serviço Samu 192 seria 50% da União, 25% município e outros 25% do Governo do Estado.

Acredite quem quiser!

Itabuna suja, feia e às escuras - 2

Prestes a completar 80 anos de inaugurada, a ponte Góes Calmon (que liga o Conceição ao centro de Itabuna) está em ruínas, às escuras e suja.

A prefeitura parece desconhecer a ameaça que existe em toda a estrutura, carcomida pela ação do tempo e falta de conservação. A única "obra" feita por lá faz quase dois anos, quando o município mandou pintá-la de "amarelo e preto" e mais nada!

Abaixo, três momentos de uma das pontes mais antigas do município.

Inaugurada em 1928, a Ponte Góes Calmon era assim...


...E manteve suas formas até há bem pouco tempo



Mas, agora, está abandonada, em ruínas e virou "sacolão popular"...



Clique aqui para conhecer um pouco mais sobre a história das pontes de Itabuna

As fotos e a reação do leitor

Os leitores reagiram à publicação das fotos denunciando o abandono da cidade. Dois deles comentaram. Um é "anônimo" e o outro assina como "WS":

Anônimo disse...
Realmente, o prefeito Fernando Gomes precisa cuidar melhor da Praça Rio Cachoeira.
Afinal de contas, trata-se da única obra de vulto realizado (sic) pelo prefeito Geraldo "Vassourinha" Simões em seus oito anos de mandato.

WS disse...
Senhor Tosko: os secretários de Indústria e Comércio, Manoel Lopes, e de Governo, Cleide Sousa, fazem cooper todos os dias, entre 18h30min e 19h30min, no local e são incapazes de pedir ao colega Rogério Peixoto (da Secretaria de Desenvolvimento Urbano) para cuidar bem do local. Aliás, há um processo de "fritura" do titular da Seduma, encabeçado pelo radialista Jota Silva, que o chama de preguiçoso na Rádio Jornal. Bem feito...


A propósito, as fotos estão na postagem logo abaixo.

Blog de Una denuncia a "Máfia" de Zé Pretinho

Diretores do banco gaúcho Matone serão ouvidos na próxima semana por promotores públicos estaduais baianos que investigam a Máfia do Crédito Consignado. A instituição financeira do Rio Grande do Sul é acusada de fazer transações suspeitas milionárias com várias prefeituras do sul da Bahia, dentre elas a do município de Una, usando o sistema de crédito com pagamento em folha do funcionalismo.

Praticamente sem espaço na mídia regional para denunciar o prefeito, moradores de Una decidiram criar um blog para denunciar a máfia do crédito no município. O prefeito da cidade, José Bispo dos Santos, o Zé Pretinho (foto abaixo), é acusado de liderar o esquema milionário e desviar R$ 2,7 milhões através de empresas fantasmas.

O Ministério Público enviará o promotor Valmiro Macedo, que lidera as investigações da máfia do crédito na Bahia. Ele ouvirá o gerente-administrativo do banco Matone, Guilherme Lessa, o procurador Mário Alexandre de Souza, e os funcionários Doniano Ricardo Engers e Clarissa Trindade.

Depoimentos em Una
Dentre os envolvidos com a máfia do crédito no município, serão ouvidos como testemunhas Carlos Antônio da Silva Andrade (ex-secretário de agricultura), Américo Cristino dos Santos (ex-secretário de administração), Osires das Neves, ex-funcionário do setor de fiscalização da Prefeitura.

Também serão ouvidas Wandeildes Hens dos Santos, sobrinha do prefeito, e Selma Rodrigues Nascimento, empresária do ramo de auto peças, envolvidas na máfia. Quem colherá os depoimentos será a promotora do MP em Una, Leila Adriana Seijo Figueiredo.

Para saber mais sobre o esquema do Matone e Zé Pretinho, acesse o blog UNA NA MÍDIA.

Itabuna suja, feia e às escuras














As fotos ao lado (e acima) são da praça Rio Cachoeira, uma das mais visitadas pela população nos finais de tarde. Pouca gente tem coragem de circular pelo local (Beira-Rio) à noite, por falta de segurança. Falta iluminação pública, limpeza e a quadra poliesportiva está praticamente destruída. O mato toma conta do local e os usuários de droga fazem a festa.













Quem ama Itabuna, faz assim... "trabalha", "trabalha" para deixar a cidade no escuro, suja, feia, insegura...

Jusmari, a corajosa!

“Eu fico sem o mandato, mas eu não vou ficar cumprindo um mandato recebendo orientação de um partido que não tem mais nada a ver comigo e com a base que me elegeu".

A reação à decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é da deputada federal baiana Jusmari Oliveira. Eleita pelo PFL, assinou ontem a ficha de filiação ao PR. Que explica porque saiu da pefelândia e dos braços do senador ACM:

"Quando cheguei na Câmara eu fui tremendamente ignorada pelo meu partido. A cada dia eu vi o PFL se elitizando mais".

A atitude da deputada, contrariando o PFL, era impensável há alguns meses. Ou anos!

A face de Dr. Enxuga!

O diretor da tevê Cabrália, André F., o Dr. Enxuga, não quis comentar as quase 30 demissões na emissora desde quando ele assumiu o comando da empresa, em janeiro. As últimas vítimas foram o jornalista Marival Guedes e o cinegrafista Romildo Dantas.

Numa entrevista ao jornal Agora, o Dr. Enxuga, como ficou conhecido nos corredores da empresa, disse que a transformação da Cabrália em retransmissora da Record News é "pura especulação". Mas, ao ser perguntado sobre as demissões, esquivou-se. Disse que não poderia conversar sobre o assunto pois estava com visitas em sua sala.

Sem depender da legenda ou do partido

Apenas seis deputados federais baianos se elegeram sem depender da legenda ou partido ao qual estão (ou estavam) filiados.

São eles ACM Neto, Fábio Souto, Geddel Vieira Lima, Walter Pinheiro, Lídice da Mata, e Nelson Pellegrino. Todos eles obtiveram votos acima do coeficiente eleitoral em 2006 (cerca de 168 mil votos). O último deste seleto grupo, Nelson Pellegrino, por exemplo, capturou 171.129 votos.

O resto dependeu do partido ou coligação, como o parente de ACM Neto, Paulo Magalhães, que obteve 113.199 votos.

Assim, quem está fora desta lista e mudou de partido corre sério risco de perder o mandato, segundo entendimento do TSE. São os casos dos deputados Raymundo Veloso, Jusmari Magalhães, Marcelo Magalhães Filho e Colbert Martins.

O ilheense Raymundo Veloso elegeu-se pelo PPS e, seguindo o colega Colbert Martins, abandonou a legenda e filiou-se ao PMDB.

Você está satisfeito com o governo municipal?

A gestão do prefeito Fernando Gomes está sendo avaliada pelo leitor do Pimenta na Muqueca.

Participe. Vote na enquete aí no lado direito da tela (canto superior) e deixe a sua opinião.

28 março 2007

À espera de um milagre

O Tigre ilheense não conseguiu sair de um empate diante do Fluminense de Feira, hoje à noite. O time obteve um péssimo resultado (1x1), mas ainda sonha conquistar uma das quatro vagas na fase final do campeonato baiano de futebol 2007.

O empate fez o Colo Colo descer para a décima colocação. O Itabuna venceu o Poções por 2x1, fora de casa, e pulou da décima primeira para a nona colocação. As duas equipes somam 17 pontos, mas o azulino tem uma vitória a mais que os ilheenses.

Faltam apenas cinco partidas para o final da primeira fase do campeonato e a diferença do Itabuna e o Colo Colo para o terceiro e o quarto melhores colocados no campeonato é de 10 pontos (confira classificação abaixo).

A esta altura, as equipes estão à espera de um milagre.

No caso, dois. Haja santo!

Resultados da rodada
Poções 1x2 Itabuna
Fluminense-BA 1x1 Colo Colo
Camaçari 4x2 Catuense
Juazeiro 1x3 Bahia

Classificação Geral
Vitória 40 pontos
Bahia 37 pontos
Atlético-BA 27 pontos
Poções 27 pontos
Camaçari 23 pontos
Juazeiro 22 pontos
V. da Conquista 21 pontos
Fluminense-BA 17 pontos
Itabuna 17 pontos 4 vitórias
10º Colo Colo 17 pontos 3 vitórias
11º Ipitanga 16 pontos
12º Catuense 13 pontos

Zagueiro salva o Itabuna

O Itabuna conseguiu vencer o desafio contra o Poções nesta noite e mantém as chances de classificar-se para o quadrangular final do Baianão de Futebol 2007.

O zagueiro Borgel fez o gol "salvador" do azulino, aos seis minutos do segundo tempo, e manteve o time vivo na luta pela classificação. O Poções abriu o placar com Hudson, aos 16 do primeiro tempo. Ainda na etapa de abertura, Leandro empatou aos 39. Com a vitória, o Itabuna passa a somar 16 pontos.

Em instantes, traremos a classificação geral ao final de mais uma rodada.

Abutres

Quem atribui aos gestores estaduais de agora o "caos" na rede pública de ensino, deve "olhar pelo retrovisor".

As escolas estaduais vêm num processo de sucateamento há anos, com as salas de aula vazias, professores desmotivados, piso salarial de R$ 324,00 (abaixo do salário mínimo) e falta de política educacional atraente para o "cliente", o alunado.

Mirem-se nos "exemplos" de escolas tão tradicionais da nossa cidade, como o Ciso e o Polivalente.

Há anos os alunos evitam matricular-se no Ciso/Estadual, "por ser mal-cuidado, feio e ter greve todos os anos e por muito tempo". Ou fiquemos no exemplo do Polivalente, que fechou as portas no período da tarde por falta de aluno, além de ser 'dominado' pelos traficantes de drogas, tamanha a facilidade de acessos e de esconderijos no seu entorno.

Ou será que tudo isso é culpa dos gestores atuais?

Gato escaldado...

O governo do estado fará seleção pública para contratar 3.442 professores e lotá-los em localidades onde não houve aprovados no último concurso, principalmente no interior baiano. O secretário Adeum Sauer explica que a seleção pública será necessária para suprir carências imediatas, "uma vez que a realização de novos concursos demanda mais tempo". Os contratos terão validade de até dois anos, dentro do Regime Especial de Direito Administrativo (Reda).

Para o secretário, "a seleção pública garante que o preenchimento das vagas seja feito, exclusivamente, levando-se em conta o mérito do candidato, e (o Reda) deixa de ser utilizado para apadrinhamento”. Adeum, na verdade, quer evitar ser vítima de críticas e ganhar espaço na mídia nacional ao optar por nomeações de diretores e vice-diretores escolares de acordo com indicações políticas.

Bye, bye classificação

A persistirem os resultados dos times sul-baianos no Estadual 2007, hoje à noite, a região ficará mesmo sem representante no quadrangular final do campeonato.

Por enquanto, o Colo Colo empate com o Fluminense em 1x1, jogando em Feira, e o Itabuna também não sai de empate por igual placar contra o Poções, na casa do adversário.

As duas equipes estão entre as últimas colocadas do certame. As partidas estão no segundo tempo.

Ó paí, ó!

Gerson Menezes
publixcriativo@hotmail.com

No bom “baianês”, a expressão acima vem a significar “olhe para aí...!” É, também, o título de um filme nacional, que entrará em cartaz nos cinemas na sexta-feira, dia 30. Aproprio-me dele (mesmo porque é uma expressão popular) para citar um fato que pode ter passado desapercebido da maioria da população brasileira.

Em sessão plenária realizada no último dia 27, o TSE, respondendo a consulta feita pelo PFL (atual DEM), sobre a quem pertencia o mandado legislativo, se aos eleitos ou à legenda pela qual foram eleitos? Por seis votos a um, o Tribunal Superior Eleitoral decidiu que o mandato legislativo (ficam aí excluídos os mandatos de prefeitos, governadores, senadores e presidente) pertencem à legenda.

Pode parecer um fato de pouca relevância para a vida do país. Mas é de grande importância para a moralização da vida política brasileira, tão achincalhada pelo adesismo e oportunismo de muitos políticos que, depois de eleitos, sem a menor cerimônia, trocam de legenda “estimulados pelos “mensalões” e por outras mamatas que emanam quase sempre das “tetas generosas dos poderes executivos”.

Não que os partidos brasileiros sejam lá esse poço de honestidade e coerência. Mas é empunhando as bandeiras e repetindo os discursos dessas legendas que os candidatos se apresentam perante o eleitor e por ele são votados. Daí é que cerca de setenta por cento dos eleitos o são pelo voto representativo da legenda, e essa foi a interpretação adotada pelo TSE.

A propalada reforma eleitoral nem precisou começar. Bastou a interpretação correta do texto da Lei Eleitoral vigente, para que se retirasse a máscara da hipocrisia do rosto de muitos políticos aproveitadores que pululam em quase todas as legendas. Resta saber, em definitivo, se a “horda de hipócritas” que trocou recentemente de legenda será alcançada pelos tentáculos da lei em vigência ou será beneficiada pelo princípio da “não retroatividade”, que não permite que uma lei seja aplicada em prejuízo do réu (ela apenas pode retroagir para beneficiar o réu).

Caso sejam, terão eles a hombridade moral de renunciarem aos mandatos em nome das suas novas convicções políticas? E, se assim o fizerem, terão algum valor prático aos seus novos senhores que os tornem merecedores da manutenção das benesses recebidas?

Pelo sim ou pelo não, algo parece estar mudando no “reino podre da política brasileira”.

Gerson Menezes é publicitário

De quem foi a idéia?

Foi só a imprensa (pelo menos parte dela) divulgar que o Samu de Itabuna estava com três de suas quatro ambulâncias quebradas, para a prefeitura dar um jeito de apressar o conserto.

Agora há pouco, as ambulâncias, recém-saídas da oficina, desfilaram em plena Cinqüentenário, com sirene ligada e tudo. A pompa dava a impressão de que eram veículos novinhos, que tinham acabado de chegar à cidade, e não carros armengados às pressas para dar a impressão de que a saúde em Itabuna está 100%.

Só faltou armar palanque na Praça Adami, com direito a discursos do prefeito e do secretário (da Saúde ou da Doença?), Jesuíno Oliveira.

Para quem sentiu falta da UTI Móvel no imponente desfile, explicamos. Ela foi acionada para tentar salvar a vergonha na cara do governo, porém a mesma foi encontrada morta.

Terror na telinha

É de puro terror o clima nos corredores da TV Cabrália. Ontem, uma nova leva de demissões atingiu profissionais da emissora. Entre eles, o jornalista Marival Guedes, 18 anos de casa, demitido sem qualquer justificativa, com a costumeira falta de respeito que marca as relações da Cabrália com os funcionários e os telespectadores.

Além das demissões em massa, alguns programas locais podem ser extintos a partir de abril.

Quem se dignar a ler a revista Carta Capital desta semana vai matar a charada. Na matéria sobre a disputa da Record com a Globo pela liderança, está lá com todas as letras: "no segundo semestre, deverá entrar em operação a Record News, uma frequência hoje ocupada pela Rede Mulher".

Como a TV Cabrália retransmite a programação da Rede Mulher, não precisa ser nenhum adivinho para concluir que a emissora está prestes a ser desativada.

No comando da operação-desmonte está o atual diretor, conhecido como Dr. Enxuga!

Fernando agradece

Destacado membro do staff fernandista na prefeitura de Itabuna não esconde o contentamento com a oposição ao governo municipal.

Fernando Gomes levou uma vaia histórica na procissão de São José, na semana passada. Mas o fato não repercutiu tão negativamente como pensavam os fernandistas.

- A oposição ficou tão contente e brigando por cargos estaduais, que esqueceu de nós -, ironiza o governista.

Realmente, a avaliação tem lá seu fundamento. Ainda mais quando se leva em consideração que Fernando foi o primeiro político a receber vaias num evento religioso em Itabuna.

- Pensávamos que o mundo iria cair, mas eles esqueceram como se faz oposição! - tripudia.

É dura a vida de professor da rede pública!

Em abril, o salário mínimo será reajustado e passará a R$ 380,00.

A notícia é péssima para os governos de Jaques Wagner e de Fernando Gomes.

Em Itabuna, o piso salarial dos professores das escolas municipais é de R$ 356,00. O piso da categoria chegou a ser de dois salários mínimos na década de 90, no primeiro mandato do ex-prefeito Geraldo Simões, e depois foi achatado por Fernando no terceiro (1997-2000) e no atual mandato.

No estado, os educadores têm piso de apenas R$ 324,00, deixado pelo ex-governador Paulo Souto. O atual gestor, Jaques Wagner, terá que se esforçar para colocá-lo acima do mínimo, pelo menos. Ou isso ou sofrerá ameaça de greve na rede durante todo o ano letivo.

É dura a vida de professor na Bahia.

Waldir preserva funcionária indicada por ACM

Vai entender. O presidente da Infraero, José Carlos Pereira, levou a Waldir Pires um parecer para que a procuradora jurídica Josefina Valle Pinha volte ao Senado, seu órgão de origem, pois venceu o prazo de seu "empréstimo" à empresa. O ministro da Defesa respondeu que é melhor não mexer com Josefina, "indicação política". O curioso é que ela é ligada a ACM, adversário histórico de Pires."

A nota acima está publicada na coluna Painel, da Folha de São Paulo, de hoje. Se a redatora não entendeu nada na "preservação" de Josefina, imagine nós, baianos, acostumados aos embates com golpes abaixo da cintura entre os dois?

Se ouvisse "Mamãe"...

"Defensor do imposto único, candidato a deputado federal nas últimas eleições, o empresário João Borges, do ramo farmacêutico, está sendo acusado de sonegação de contribuição previdenciária, num valor que chega a quase R$ 200 mil.

O inquérito da Polícia Federal já foi concluído, ele foi denunciado pelo Ministério Público Federal, e a primeira audiência na Justiça Federal acontece hoje. Filho de Deodata Pereira Borges, “Mamãe”, de 101 anos de idade, que também foi candidata a deputada federal, João Borges disse, em entrevista, que está sendo vítima de um “terrorismo fiscal”. Ele garante que vai provar a inocência na Justiça."

Leia mais no A Tarde

27 março 2007

Capitão Fábio e Veloso podem perder o mandato*...

...assim como todos aqueles deputados e vereadores que trocarem de partido. Esse é o entendimento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No final desta noite, os ministros decidiram, por 6 votos a 1, que o mandato pertence ao partido pelo qual o político se elegeu.

A decisão vale apenas para as eleições proporcionais (deputados estaduais e federais e vereadores) e não atinge os cargos executivos (prefeitos, governadores e presidente) e senadores.

A 'grosso modo', os ministros querem dizer que vereadores e deputados dependem de seus partidos para se eleger. Dados do TSE praticamente 'fortalecem' a tese. Dos 513 deputados federais eleitos em outubro passado, apenas 32 ganharam a vaga sem depender da coligação ao obter votação acima do coeficiente eleitoral.

De acordo com o TSE, apenas 32 deputados federais obtiveram votação ou superior ao coeficiente eleitoral e não precisaram dos votos de seus partidos para se elegerem. O restante dependeu dos votos obtidos pelo partido ou coligação para ganhar o mandato.

* Aos que pularam de galho, um alento: a decisão só pegará mesmo quem mudar de ninho daqui para frente. E olhe lá! Assim, a decisão não atingiria, dessa vez, os deputados Capitão Fábio e Raymundo Veloso. Mas que eles não ataquem e traiam de novo os partidos pelos quais foram eleitos. Do contrário, o TSE fisga sem pena!

Itabuna e Ilhéus demitem mais do que empregam

Janeiro não foi um bom mês para o profissional que buscou uma colocação no mercado de trabalho nos municípios de Ilhéus e Itabuna. Pior: muitos receberam o cartão vermelho. Nas duas principais cidades sul-baianas, o primeiro mês do ano registrou número de demissões superior ao de contratações formais, aquelas com carteira assinada.

De acordo com o Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados (Caged), órgão do Ministério do Trabalho, o desemprego aumentou 0,37% em Itabuna no início deste ano. Em janeiro, 685 pessoas perderam emprego com carteira assinada no município. Apenas 572 trabalhadores foram admitidos, o que significou uma redução de 113 vagas no mercado local. Comércio, bancos e serviços foram os setores que mais desempregaram.

A exemplo da vizinha cidade, a economia de Ilhéus não teve o que comemorar em igual período. O primeiro mês do ano registrou saldo negativo na relação admissão e demissões com carteira assinada. Mesmo estando na alta temporada, as empresas ilheenses contrataram apenas 431 empregados com carteira assinada, número este superado pelo total de desligamentos: 444, saldo negativo de 13 vagas. O setor que mais demitiu foi o agropecuário.

Vice depõe e entrega esquema de 'Zé Pretinho'

O vice-prefeito Davi Santos e o vereador Mílton Nogueira (PFL) reafirmaram, em depoimento no Ministério Público, que o prefeito de Una, José Bispo dos Santos (o Zé Pretinho), torrou R$ 2,7 milhões dos cofres municipais com a Máfia do Crédito Consignado. Eles foram ouvidos pelo MP nesta terça-feira, em Salvador.

O golpe milionário, que sangrou também os cofres de várias prefeituras sul-baianas, envolveu parentes de Zé Pretinho empregados na administração municipal, servidores estaduais e serventuário da Justiça e o banco gaúcho Matone, que liberou os empréstimos.

O vereador Mílton Nogueira disse ao promotor Valmiro Macedo que Zé Pretinho usou empresas fantasmas para emitir notas frias contra a prefeitura e repassar o valor ao banco Matone.

Segundo o vereador pefelista, Zé Pretinho executava serviços de limpeza, manutenção e conservação de ruas com o maquinário e pessoal da prefeitura, mas emitia a nota como se a empresa fantasma tivesse prestado o serviço e, logo após, fazia as retiradas de dinheiro do município.

No depoimento ao Ministério Público, vereador e vice-prefeito apresentaram cópias dos contratos firmados entre o banco e a prefeitura e, também, os descontos em folha de funcionários municipais.

O detalhe que mais chama a atenção do MP é o fato de funcionários municipais receberem R$ 350,00 de salário, mensalmente, mas ter contraído empréstimos com parcelas mensais de R$ 3.757,51.

Clique aqui e confira um vídeo com reportagem da rede Bahia sobre o assunto.

Pra relaxar

Conheça os trabalhos do Mangabeira. Visite o blog da fera.

Clique aqui.

Já era...

Saiu "no barato" a punição ao Itabuna. A Federação Baiana de Futebol tirou o mando de campo do azulino em apenas uma partida (contra o Juazeiro).

A perda de mando de campo decorre de invasão de torcedor e agressão ao árbitro (ruinzinho!!!) que apitou a partida entre o Itabuna e o Fluminense, no estádio Luiz Viana Filho, no último domingo.

* Mas o pior pode acontecer. O time ainda será julgado pela invasão e agressão. A perda do mando de campo contra o Juazeiro trata-se de uma medida cautelar. Se o Tribunal de Justiça Esportiva entender que é preciso punir com rigor... aí, o dragão (mascote do Azulino) vai 'pro brejo'.

Atualizado às 23h20min.

Se o Dumont soubesse antes...


O presidente Lula confirmou a permanência do baiano Waldir Pires no Ministério da Defesa. O presidente disse que quer prazo, dia e hora para avisar o povo brasileiro que não haverá mais problemas nos aeroportos do País.

Pode ser em 1º de janeiro de 2011?

MG é um dos 550 mil foragidos no Brasil

Os números do Sistema Integrado de Informações Penitenciárias Nacional (Infopen)revelam que o assessor especial da Prefeitura de Itabuna, Marcos Gomes, está entre os 550 mil foragidos da Justiça no Brasil.

O filho do prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, tem contra si um mandado de prisão por ter sido apontado pela polícia e o Ministério Público como provável autor do assassinato do vaqueiro Alexsandro Honorato. O crime ocorreu em 2 de dezembro do ano passado, na fazenda Redenção, Floresta Azul, quando Alexsandro participava de vaquejada na propriedade de Gomes.

Números do Infopen revelam, ainda, que o país tem mais criminosos ou acusados foragidos da justiça (550 mil) do que na cadeia (pouco mais de 401 mil). O mandado de prisão contra Marcos Gomes foi expedido no final de fevereiro, e desde o dia sete de março que o filho do prefeito de Itabuna encontra-se na condição de foragido.

Souto diz que o PAC não foi bom para a Bahia

O ex-governador Paulo Souto participou, há pouco, de uma entrevista no programa Se Liga Bocão, na TV Aratu, e lamentou que a Bahia esteja fora dos grandes investimentos em infra-estrutura do governo federal, previstos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). "A rodovia Transnordestina e a transposição do Rio São Francisco, que representam 11 bilhões, não beneficiam a Bahia".

O ex-governador rejeitou, no momento, qualquer aliança com o PSDB. “Não posso fazer uma aliança. (O PSDB) é um partido governista. A população nos colocou na oposição." Ele disse que "está muito cedo para pensar em senado ou voltar ao governo".

Sobre a CPI da Ebal/Cesta do Povo, Paulo Souto garantiu ter deixado R$ 80 milhões em caixa e, se o atual governo quisesse, poderia pagar as dívidas. "A Cesta do Povo acumulou déficits operacionais. Tem uma coisa que eu não disse ainda. Se eu desejasse, se eu quisesse, os credores poderiam ter sido pagos. Deixei R$ 80 milhões do caixa de combate à pobreza."

Para o ex-governador o problema da Ebal é de reestruturação: "(A Cesta do Povo)precisa ser reformulada. O governo atual está reformulando, mas não existe nenhum tipo de escândalo. Pelo menos do que eu conheço..."

O governador ainda foi mais longe. Para ele, o fato das lojas da Cesta serem reabertas agora comprova o que está dizendo (de que haveria apenas déficit operacional).

Acioli morre em Salvador

Faleceu ontem, em Salvador, o advogado Acioli da Cruz Moreira, que fazia tratamento devido a um câncer. O corpo já foi trazido para Ilhéus, onde está sendo velado na Loja Maçônica Regeneração Sul-Bahiana.

Acioli foi professor de Direito Comercial na Universidade Estadual de Santa Cruz e auditor da Prefeitura de Ilhéus, no governo Jabes Ribeiro.

"Grampinho" fraudou curriculum?

O deputado federal ACM Neto ganhou destaque na mídia nacional.

Ele aparece no site da Câmara Federal como "advogado".

De acordo com o site de fofocas políticas do jornalista Cláudio Humberto, o parlamentar apenas detém diploma de bacharel em direito, mas nunca fez o exame da OAB e, por isso, nunca foi "advogado".

A propósito, o deputado concluiu o curso de direito em 2001, na UFBA.

Nova enquete!

Como você avalia o governo do prefeito Fernando Gomes?
Ótimo?
Bom?
Regular?
Ruim?
Péssimo?






Delegado pagará multa por carteirada

O delegado Sindônis Souza da Cruz terá que ressarcir aos cofres públicos R$ 15 mil. O valor é referente à indenização que o Estado do Maranhão terá que pagar a um aposentado que foi preso por Cruz por se queixar que o delegado tinha “furado” a fila do banco. A decisão é da 2ª Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça), que, por unanimidade, negou provimento ao recurso do funcionário público e manteve a condenação imposta anteriormente. Da decisão cabe recurso.

Segundo a assessoria do STJ, no dia 8 de maio de 2000, o aposentado Euvaldo Bezerra Matoso reclamou que o delegado foi atendido na agência bancária em que estavam sem ter pego a senha e esperado na fila, como todas as outras pessoas. Após a manifestação, o delegado Cruz deu ordem de prisão ao aposentado, sob a acusação de “desacato”. Matoso foi forçado a manter-se sentado até que, preso, foi levado à delegacia, onde foi lavrado auto de prisão em flagrante.

Site ÚLTIMA INSTÂNCIA

Ex-radialista sofre tentativa de assassinato


Excelente orador, articulado, vendedor habilidoso. Essas são características que os amigos reconhecem no ex-radialista Djair Eloy, hoje um dos homens fortes do jogo do bicho em Eunápolis. É sócio-gerente do Grupo Paratodos.

Djair Eloy (foto), um ex-pastor que há dez anos comandava o programa Show de Negócios, na Rádio Difusora, recebeu três tiros na noite do último domingo, quando chegava à casa de seu pai, em Eunápolis. Os disparos foram realizados por dois homens, ainda não-identificados.

Uma das balas o atingiu no braço, outra no ombro e uma terceira entrou pelo queixo e encontra-se alojada no cérebro. Eloy foi socorrido pelo pai e levado para o Hospital de Eunápolis. Ontem, foi conduzido em uma UTI aérea para Vitória (ES).

A polícia suspeita de crime de mando. Djair Eloy vem tendo carreira espetacular no mundo do jogo do bicho, tanto que cultivava ciúmes e os adversários proliferavam. Já havia sido advertido, agora a ameaça se transformou em três balas.

O ex-pastor e ex-radialista está em coma e os médicos aguardam uma reação para analisar a possibilidade de uma cirurgia para extrair-lhe a bala do cérebro.

26 março 2007

Três meses fora do ar

A rádio Nacional AM está há três meses fora do ar.

Enquanto isso, funcionários tentam receber salários atrasados e outros se viram como podem.

Todos eles culpam o ex-presidente da OAB-Bahia, Dinaílton Oliveira, dirigente da emissora, pelas grandes dificuldades vividas nestes três meses.

Um grupo de funcionários até acionou a justiça para reabrir a emissora, mas a tentativa foi frustrada.

Segundo a ordem do ex-presidente da OAB-Bahia, a rádio deveria ficar fora do ar até fevereiro. Porém, abril está chegando e nada...

Zé Pretinho, um grande leitor do Diário do Sul

O prefeito de Una, José Bispo dos Santos, o Zé Pretinho, é um grande devorador de jornais. E se for Diário do Sul, então...

Não se sabe se a predileção é de agora ou de tempos idos, mas quem chegou nas bancas no domingo ou na manhã desta segunda-feira à procura de um exemplar da publicação de Valdenor Ferreira, ouvia sempre: "o prefeito de Una mandou comprar tudo".

Recorremos à internet em busca de uma justificativa para este fenômeno. Em princípio, pensávamos que o alcaide estaria desenvolvendo projeto comunitário de leitura. Mas a explicação estava lá, logo na página do DS, na internet: 'Zé Pretinho' é investigado pelo MP Estadual.

Explicado o repentino interesse do prefeito pelo jornal, fomos à reportagem.

Diz lá o que já foi revelado aqui. O prefeito está envolvido até o pescoço num escândalo de crédito consignado. A denúncia não é nova. Foi publicada há quase dois meses pelo jornal A Região.

O esquema revela a presença de uma 'máfia' que desviara algo como R$ 2 milhões, além de uma laranjada com parentes de Zé Pretinho e suspeita de uso de dinheiro da prefeitura. Zé Pretinho esperava sucesso no final de semana, dias após ter sido ouvido pelo promotor público Valmiro Macêdo.

Ficou zangado e teme uma cassação.

Pré-Forró

O Pré-Forró da TV Santa Cruz arrebentou. Atraiu uma grande multidão e surpreendeu pela organização, mas precisa rever a escolha das bandas 'estrangeiras'.

Algumas delas deixaram a desejar.

O sucesso via competência!

Gerson Menezes
publixcriativo@hotmail.com

Eu sou um incrédulo contumaz – preciso ver para acreditar. Antes de aplaudir, espero o fim do espetáculo. Não canto loas a iniciativas ou a pretensos sucessos antes que se consolidem. Sei, porém, que é preciso dar um crédito da dúvida àquilo que desde o seu início se apresenta sob a égide da competência. Dito isso, me ponho de pé para aplaudir o estrondoso sucesso alcançado pela TV Santa Cruz e a Incontet, liderados pela impetuosa e responsável competência de César Mazonni e de toda a sua equipe, pela realização do Pré Forró 2007.

Confesso que temi pela realização do evento, pelos imensos desafios que se propôs enfrentar, que iam desde o resgate da imagem e da própria recuperação física do Parque de Exposições Antonio Setenta e, até, a compreensão dos empresários na aposta comercial de um empreendimento de alto custo para os padrões de investimentos de mídia em nossa região. Foram dúvidas iniciais que a competência dos organizadores jogou por terra.

Para ler o artigo na íntegra, clique aqui.

Se chamar o Samu...

Implantado em 2004, o Samu 192 de Itabuna está sucateado. Apenas uma das três ambulâncias está funcionando.

A denúncia foi apresentada a vereadores que compõem a comissão especial de inquérito (CEI) que investiga fraudes no gestão pública de saúde do município e desvios de, aproximadamente, R$ 14 milhões.

Veja essa

Os pefelistas encontraram um jeito de incomodar o secretário de Educação, Adeum Sauer. Procuraram uma revista de circulação nacional para "denunciar" as nomeações de diretores de escolas estaduais. A revista é aquela mesma onde o senador e babalorixá baiano tem cadeira cativa.

O caso será publicado, segundo promete o 'jornal' da família, na próxima semana. Antes, saiu na edição da Folha de São Paulo, de sexta, dia 23.

25 março 2007

O recálculo do PIB e as cassandras

"Ninguém contesta o valor técnico da mudança na fórmula de cálculo do PIB, a primeira desde 1997. De acordo com os especialistas, mesmo os críticos implacáveis do governo, não se trata de uma medida apenas cosmética para dourar os números da economia. A mudança começou a ser preparada há cinco anos, ainda no governo de Fernando Henrique Cardoso. Ela segue o exemplo de mudanças recentes feitas em países como Estados Unidos, China, Espanha e Austrália. A principal alteração envolve o peso dos diferentes setores no PIB. A velha fórmula deixava de captar o avanço do setor de serviços, estimulado pelo crescimento do processo de terceirização promovido pelas grandes empresas. Agora, o setor de serviços ganhou importância. O consumo familiar, também.

A indústria e a agropecuária perderam. A construção civil, idem. Os dados da economia informal passarão a ser explicitados a cada ano, com base numa pesquisa detalhada. O IBGE também vai discriminar as informações da agricultura e da pecuária. Ainda vão entrar na conta as informações da declaração de Imposto de Renda das empresas e a Pesquisa de Orçamento Familiar (POF). "Independentemente do que a nova fórmula mostra, ela é melhor que a outra", diz o economista Luiz Carlos Mendonça de Barros, sócio da Quest Investimentos, de São Paulo, ligado ao PSDB. "O IBGE é uma instituição séria, que sabe o que faz."

O trecho acima é de reportagem didática da revista Época, e explica os novos mecanismos de apuração das riquezas produzidas pelo País. Mas existem aqueles que vêem fantasmas em tudo e contestam os novos números. Acreditam ser uma mágica do governo central e uma 'armação' do IBGE. Dentre estes seres atávicos, está o senador baiano César Borges. Porém, a esta lista se soma boa gente que pensa que sabe de tudo.

Marival Guedes no CCAF

Com bom trânsito nos meios cultural e de comunicação, o jornalista Marival Guedes deverá ser o escolhido para a direção do Centro de Cultura Adonias Filho (CCAF). Pelo menos, na opinião de 45,45% dos leitores do Pimenta na Muqueca que votaram em nossa enquete.

Perguntamos "Quem deverá ser o novo diretor do CCAF?". Além de Marival, também foram votados o ator Aldo Bastos, o professor Fernando Caldas e a atriz Iara Lima. Ficou em segundo lugar o ator Aldo Bastos, mas com 26,14% dos votos. Fernando Caldas obteve 14,77% dos votos e a atriz Iara Lima 13,64%.

Votação
Marival Guedes 45,45%
Aldo Bastos 26,14%
Fernando Caldas 14,77%
Iara Lima 13,64%

Pente-fino

O setor de inteligência da Petrobras espera concluir nesta semana o 'pente-fino' em todos os contratos firmados pela empresa Peixoto Monteiro e a base de Dutos em Itabuna.

Os contratos, dizem, eram quase sempre intermediados pelo técnico José Américo Reis Filho, preso há cerca de 20 dias, acusado de ser o mandante da chacina de Itajuípe. Américo era tido como o segundo homem da empresa em Itabuna.

Tigre sai da lanterna e Itabuna perde outra

O Colo Colo goleou a Catuense e saiu da incômoda posição de "lanterna" do campeonato baiano. Jogando em casa, aplicou 4x0 no time de Catu e agora é o nono colocado, com 16 pontos. O time ainda pode sonhar com a classificação - mas teria que, praticamente, vencer todos os próximos seis jogos e torcer por uma combinação de resultados.

O Itabuna não teve a mesma sorte e perdeu a segunda partida consecutiva dentro de casa. Desta vez, a derrota foi para o Fluminense de Feira. Em jogo emocionante, a partida terminou 3x2 para o adversário. Ao manter os 14 pontos, o Itabuna se viu em situação desconfortável e voltou à zona da morte: segura a vice-lanterna. É o penúltimo colocado. Em último lugar está a Catuense.

Resultados da rodada
Juazeiro 1 x 4 Vitória
Ipitanga 1 x 2 Poções
Itabuna 2 x 3 Fluminense
Colo Colo 4 x 0 Catuense
V. da Conquista 3 x 0 Camaçari
Bahia 1 x 0 Atlético

Classificação Geral
Vitória 40 pontos
Bahia 34 pontos
Atlético 27 pontos
Poções 27 pontos
Juazeiro 22 pontos
V. Conquista 21 pontos
Camaçari 20 pontos
Fluminense-BA 16 pontos
Colo Colo 16 pontos
10º Ipitanga 16 pontos
11º Itabuna 14 pontos
12º Catuense 13 pontos

Teia de Aranha

Gerônimo de Oxossi *


Comecei a trabalhar em redação aos 18 anos, cobrindo esporte e polícia. Garoto antenado, logo travei contato com gente de todo tipo e descobri como trabalhar em imprensa abre caminhos. Em pouco tempo, já era amigo de uma fauna composta de agentes de polícia, informantes, juízes, delegados e técnicos de futebol.

Não demorou muito e conheci alguns políticos: vereadores, prefeitos dessas cidadezinhas que ficam em volta de Itabuna, sindicalistas e agitadores de toda espécie. Encontrava-os no dia-a-dia e, inevitavelmente, no “noite-a-noite” dos bares, boates, bregas e cafuas.

A rede de amizades e o respeito que o meu trabalho despertava me garantiram alguns empregos extra-redação. Tornei-me, assim, assessor de múltiplos clientes, a maioria antigas fontes que agora me queriam como uma espécie de porta-voz. Alguns gostavam de mim, mas quase todos tinham um medo não-confessado daquele menino ligado e, ainda, independente. Contratar-me era uma forma de me controlar.

Pois é, nem bem deixara de ser foca e logo estava me metendo com assessorias. No jornal, ganhava pouco mais de um salário mínimo, enquanto umas poucas assessorias chegavam a me valer até dez salários. Novo, solteiro e cheio de tesão, não havia como recusar.

Com grana no bolso, nem percebia que ficava cada vez mais difícil fazer jornalismo. Quem eu poderia criticar, se eram quase todos meus clientes ou amigos? Havia sido derrotado pelo vício.

O que veio em seguida foi uma quase total degradação pessoal e profissional, que me deixaram de herança uma separação, poucos amigos verdadeiros e apagaram quase por completo aquela chama do foca talentoso.

A verdade é que eu, que só fazia análise na “barmácia”, passei a fazer terapia. A bela e gostosíssima psicóloga deduziu que, se eu não saísse da teia, seria devorado pela aranha. À primeira vista, a idéia não me pareceu ruim, mas a aranha de que ela falava era outra. Saí do meu transe sexual e comecei a pensar seriamente na necessidade de passar por um recall, diminuir o ritmo.

É o que venho tentando fazer nesses dias. Voltei a escrever somente em jornal, larguei as assessorias e passei a guardar uma distância saudável das minhas fontes. O orçamento tá apertado, mas a sensação de paz e dignidade compensa de sobra.

* Gerônimo de Oxossi escreve para o Blog aos domingos

É grave

Notas publicadas na Malha Fina, em A Região:

Tá arrumado
Os agentes da policia civil de Itajuípe ficaram chateados quando revelamos "acertos" feitos pelo mandante da chacina. Eles fazem questão de dizer que "isso foi coisa lá do arrumadinho".


O rato era outro

Um agente conta que, ao sentir o cheiro dos corpos apodrecidos durante a busca no sítio do terror, Bananias disse que podiam ir embora porque aquilo era "só cheiro de rato morto".

24 março 2007

Cobra com jacaré

Leitor deste blog mostra-se surpreso com a união entre dois genuínos elementos da nova cepa da política itabunense. Circulam pela cidade carros com a seguinte propaganda: "Você pediu renovação - Capitão Azevedo e Ronaldão".

O que o leitor estranha é o fato de que o vice-prefeito José Nilton Azevedo é capitão da PM e o insigne Ronaldão é um dos chefões do jogo do bicho em Itabuna. Jogo este cuja exploração, pelo que consta, está inserida entre os delitos da Lei de Contravenções Penais.

Tal matrimônio do homem da lei com o contraventor, do lícito com o ilícito, nos animou a produzir um epigrama:

Mas isso, o que é?
Não tô entendendo não
Casou cobra e jacaré
A lei... com a contravenção

Sem prestígio

O ex-vereador Paulo Luna espalha entre amigos a versão de que saiu do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) porque quis. Este blog mostrou que não é bem assim. Na verdade, Fernando o demitiu.

E, para que não fique nenhuma dúvida quanto a isso, publicamos abaixo trecho do release distribuído pela prefeitura de Itabuna a veículos de comunicação:

"O secretário Jesuíno Oliveira também elogiou o trabalho realizado pelo antigo coordenador, Paulo Luna, mas que a mudança foi determinada pelo prefeito Fernando Gomes, que aceitou a indicação do nome de Joilson, feita pelo vereador Adilson José, que também esteve presente à cerimônia de posse."

23 março 2007

Trocou-se um que nada fazia por outro que nada faz!

Gerson Menezes
publixcriativo@hotmail.com

Ilhéus é a minha segunda cidade-mãe depois de Itabuna. Em Ilhéus nasceram minha mãe e avó. Em Ilhéus, nasceu, e lá conheci, a minha querida esposa e companheira há 32 anos. Em Ilhéus, nasceram e lá foram registrados nossos dois amados filhos. Em Ilhéus, plantei e colho até hoje os frutos das boas amizades.

Como se tudo isto não bastasse, Ilhéus é o meu sonho de morada no final da vida e, hoje, é onde passo meus melhores momentos de lazer. Por tudo, me sinto à vontade para tecer alguns comentários quanto ao futuro político de Ilhéus.

A crise econômica, gerada pela quase falência da lavoura cacaueira, parece que afetou Ilhéus com mais força. Da tradicionalista e influente elite ilheense, pouco ou quase nada restou. Premidos pela necessidade, aqueles que formavam a massa crítica do pensamento político passaram, na sua maioria, à condição de meros coadjuvantes de novos grupos políticos.

O ápice da questão aconteceu justamente no último mandato de prefeito, conduzido por Jabes Ribeiro. A inépcia tomou conta da progressista Ilhéus. As míseras obras que foram executadas e, cujas inaugurações se repetiam exaustivamente na mídia dirigida pelo competente jornalista Valério de Magalhães, não foram suficientes para aplacar o clamor do povo que sentia na própria pele o desemprego, a diminuição populacional do município, a queda da arrecadação, o aumento da violência e, pior do que tudo a desesperança.

A outrora pujante e incontestável liderança de Jabes Ribeiro murchou e nem o seu bem articulado discurso foi capaz de estancar a sangria do seu prestígio político, previamente anunciado na eleição de prefeito em 2004, e retificada pela sua não eleição para a Assembléia Legislativa do Estado em 2006.

Do desencanto da população com o melancólico governo de Jabes, nasceu a falsa ilusão chamada Valderico Reis. Um bem sucedido empresário que “aportou em Ilhéus”, se transformou, por falta de uma opção melhor, na tábua de salvação. Mais de dois anos se passaram do “desgoverno” de Valderico. Homem de limitada cultura e de atitudes nem sempre recomendáveis, levou para o governo os mesmos vícios que, se geraram fortuna na vida empresarial, se mostraram incompatíveis na vida pública.

Acusado de diversas formas de má-gerência da coisa pública, o governo de Valderico, arrasta-se, por uma infindável troca de secretários, que, na verdade, por ele são vistos e tidos como seus “empregados”, a exemplo de como age nas suas empresas.

Ao se prenunciar o final melancólico do governo de Valderico, que não acreditamos terá a coragem de pleitear uma reeleição, o vácuo de liderança política permite o surgimento de nomes inexpressivos e, dentre eles, de aventureiros outros.

Nada nos leva a crer, até então, que Ilhéus seja premiada e redimida pelos castigos sofridos. Não existem projetos. Até “slogan” já foi apresentado – “Ilhéus nas mãos dos seus filhos”. Como se slogans vazios representassem atestado de capacidade ou substituísse um bom e exeqüível projeto de desenvolvimento para o município, que beneficiasse igualmente a todas as camadas da população ilheense.

Se não se cuidar, Ilhéus, correrá o sério risco de te trocar:

- Nada por coisa alguma!

Gerson Menezes é publicitário

César Brandão vira refém

O vereador César Brandão virou refém de três bandidos, na tarde de ontem.

Ao descer do veículo para fazer compras numa farmácia do centro comercial, o vereador foi obrigado a entrar novamente no carro e a dirigir por mais de sete horas em direção a Caatiba, município vizinho a Vitória da Conquista, no sudoeste baiano.

"Não me fizeram nenhum tipo de ameaça ou tomaram dinheiro", disse o vereador.

Ao chegar ao município, o trio liberou César Brandão, que hoje pela manhã já estava em Itabuna. Apesar do susto de ontem, aparenta tranqüilidade em conversa com amigos.

Ô amor miserável!

O Tribunal do Júri de Salvador condenou ontem a dona-de-casa Rosenita Nery dos Santos, de 54 anos. Ela responde pelo assassinato do próprio marido, o tenente reformado da PM, José Raimundo Soares dos Santos, em 2005.

A sentença determinou que Rosenita deverá cumprir pena de 19 anos de reclusão, mas seu advogado ainda tem 15 dias para apelar. Segundo a polícia e o Ministério Público, a dona-de-casa matou, desossou e fritou o marido. Há suspeitas de que a autora do crime tenha envolvimento com rituais satânicos.

Em sua defesa, a ré tentou alegar que tinha uma relação amorosa com a vítima. Mas explicou assim: "A família dizia que nunca tinha visto um amor tão miserável como o nosso".

No tribunal, a tragédia virou comédia e todos cairam na gargalhada.

IBGE: 21% dos brasileiros já usaram internet

"Vinte e um por cento(32,1 milhões) da população de 10 anos ou mais de idade acessaram pelo menos uma vez a Internet em algum local - domicílio, local de trabalho, estabelecimento de ensino, centro público de acesso gratuito ou pago, domicílio de outras pessoas ou qualquer outro local - por meio de microcomputador. As informações fazem parte do suplemento da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - PNAD de 2005 sobre acesso à Internet e posse de telefone móvel celular para uso pessoal."

76,2% das pessoas com 15 anos ou mais
de estudo acessavam a Internet


O nível de instrução dos internautas foi bem mais elevado que o das pessoas que não utilizaram a rede. O número médio de anos de estudo dos usuários da Internet foi de 10,7 anos, enquanto o das pessoas que não utilizaram esta rede ficou em 5,6 anos. Quanto mais elevado era o nível de instrução, maior foi a proporção de usuários da Internet. Enquanto 2,5% das pessoas sem instrução ou com menos de 4 anos de estudo acessaram a Internet, no contingente com 15 anos ou mais de estudo este percentual alcançou 76,2%.

Metade dos internautas utilizava
a rede no próprio domicílio

A pesquisa investigou também o local de acesso à Internet e os resultados mostraram que 52,4% dos internautas utilizou mais de um deles no período de referência dos últimos três meses de 2005. No total de pessoas que utilizaram a Internet, metade (16,1 milhões) acessou no domicílio em que morava e 39,7% em seu local de trabalho. O uso da Internet em centro público de acesso gratuito foi o que apresentou o menor percentual (10,0%), representando menos da metade do referente à utilização em centro público de acesso pago (21,9%). O acesso em estabelecimento de ensino atingiu 25,7%.

Para ler mais, clique AQUI.

Efeito "ca$calho"

Os salários dos vereadores são definidos com base no que recebem os deputados federais e estaduais. E o salário do vereador determina o quanto o prefeito pode receber.

Não é à toa que tem muita gente fazendo festa com o reajuste de quase 30% dos vencimentos de deputados federais, senadores e presidente da República.

Tem razão

Diálogo numa banca de revistas da avenida Ilhéus, travado entre dois eleitores jovens, aparentando 22 anos.

- Eu não vejo time nenhum capaz de nos derrotar - gabava-se um petista, referindo-se às chances do secretário Geraldo Simões, na eleição a prefeito em 2008.

- Fernando dará a volta por cima, meu amigo - retrucou o outro eleitor.

- Vocês querem ganhar com este time? - questionou o petista.

- O time de Fernando é matador, meu amigo.

O outro eleitor nem discutiu mais.

Deu razão ao fernandista ao lembrar do noticiário.

"Biblioteca ao Deus dará"

"O trabalho de um escritor deve apresentar confrontos, para que suas palavras digam coisas surpreendentes e reveladoras, eduquem e divirtam. Se um escritor não sabe ou não quer fazer isso, deveria se retirar do ofício. Há algum tempo venho pensando em escrever sobre o total descaso físico em que se encontra a Biblioteca Municipal Plínio de Almeida: sem bibliotecários, catalogação primária, péssima conservação dos livros, acervo limitado, inexistência de assinaturas de jornais e revistas.

Itabuna precisa de uma biblioteca pública à sua altura. O que a F.I.C.C. faz com a verba que recebe? Onde é investida se nada acontece culturalmente por aqui? Além disso, o Espaço Cultural Josué Brandão, onde está localizada a biblioteca itabunense, pertence a essa Fundação. Por que Flávio Simões não aparece na biblioteca uma vez na vida para constatar o colapso de um acervo de 20 mil livros?"

Antônio Naud Júnior, Diário do Sul (clique no link e leia a íntegra do artigo)

22 março 2007

Depois das nomeações...

A professora Miralva Moitinho ainda define com o secretário estadual de educação, Adeum Sauer, as últimas nomeações para parte das 63 escolas sob responsabilidade da Direc 7, órgão que dirige. Ela espera ter todos os diretores e vices nomeados até a próxima terça-feira, dia 27, quando dará uma coletiva à imprensa e apresentará a sua equipe de trabalho na Diretoria Regional de Educação.

Sai 6ª chamada do Vestibular Uesc

A Uesc divulgou mais uma chamada de classificados no vestibular realizado em janeiro. Foram chamados alunos para os cursos de engenharia em produção de sistemas, biologia e bacharelado em matemática. A matrícula dos novos aprovados deverá ser efetivada na segunda-feira, dia 26, das 8h às 12h e das 13h às 16h, no colegiado do respectivo curso.

Abaixo, a relação dos convocados


ENG. EM PRODUÇÃO E SISTEMAS/1º SEMESTRE
THIAGO SILVA BROZE 1198348127 SSP BA

ENG. EM PRODUÇÃO E SISTEMAS/2º SEMESTRE
RENATO OLIVEIRA DOS SANTOS 1170786030 SSP BA

MATEMÁTICA – BACHARELADO
ITHAYANNA BRASIL SETENTA 957936150 SSP BA

BIOLOGIA
ANA CAROLINA DOS S. GONÇALVES 16067897 SSPMG

Não pagou

O prefeito de Una, José Bispo dos Santos (Zé Pretinho), disse ao promotor público Valmiro Macedo que assinou contrato de empréstimo consignado com o banco gaúcho Matone, no que ficou conhecido como Máfia do Crédito Consignado.

O caso, revelado pelo jornal A Região, estourou como uma bomba no sul da Bahia, principalmente nos meios políticos. Em sua defesa, porém, o prefeito disse ao promotor, hoje, que assinou, mas não pagou nenhum dos empréstimos contraídos porque eles possuíam erros.

A denúncia foi apresentada ao Ministério Público pelo vice-prefeito Davi Cerqueira e três vereadores. Segundo os opositores do prefeito, Zé Pretinho teria usado dinheiro da prefeitura para 'honrar' os empréstimos.

Para eliminar quaisquer dúvidas sobre os contratos, o Ministério Público deverá acionar a instituição que fiscaliza operações financeiras com valores acima de 100 mil reais, o Coaf. Quase todos os contratos perfaziam mais de 100 mil e envolviam 29 funcionários da prefeitura, a maioria parentes de Zé Pretinho.

Leia no Pimenta

- FPM: Censo do IBGE terá impacto sobre
a economia de municípios sul-baianos

- Operação policial só pegou peixe pequeno

- Rede de lojas deve abrir 200 vagas

- Nepotismo atinge 25% das prefeituras baianas

- Saem nomeações de diretores e vices de escolas estaduais

- Artigo
Preservar os mananciais e a Mata Atlântica

Rede de lojas pode contratar 200 trabalhadores

A rede de Lojas Maia pode inaugurar em junho o superlojão de eletroeletrônicos e utilidades domésticas em Itabuna. O empreendimento funcionará no antigo shopping center Itabuna (Hiper Messias) e também abrigará a central de distribuição da rede para parte do estado da Bahia e região nordeste, além de lojas independentes e agência bancária.

As obras de adaptação da estrutura física já começaram. Em abril, inicia-se a fase de contratação de pessoal e treinamento de mão-de-obra. Somente na aquisição do prédio, a rede investiu R$ 2,1 milhões - uma ninharia perto do valor do imóvel: R$ 8 milhões.

Demitido

Não adiantaram os laços de amizade com gente graúda nem o serviço de leão-de-chácara, desempenhado por mais de dois anos. Paulo Luna foi demitido do Centro de Controle de Zoonoses.

Ele até esboçou reações para manter-se no cargo, mas não adiantou. O prefeito Fernando Gomes preferiu demiti-lo e mandou passear.

Amigos, inconformados, afirmam: esse é o preço pago por quem muito se abaixa.

Nepotismo atinge 25% das prefeituras baianas

Do Portal Terra

Fabiane Madeira
Direto de Salvador

Dos 417 municípios da Bahia, mais de 100 estão sendo investigados pelo Ministério Público Estadual em função de denúncias de nepotismo. Esse número elevado, que chega a 25% do total de prefeituras baianas, deve-se às denúncias da população.

Segundo a promotora de Justiça Rita Tourinho, desde novembro passado, quando o MP lançou uma campanha de combate ao nepotismo em todo o País, o MP da Bahia recebeu mais de 720 denúncias.

Em todo o Estado, 132 inquéritos civis públicos por improbidade administrativa já foram instaurados contra prefeitos ou presidentes de Câmaras de Vereadores que se recusaram a exonerar os parentes de até terceiro grau - co-sanguíneos ou por afinidade. Porém, a maior parte das exonerações está sendo feita de forma espontânea.

Até a semana passada, 560 pessoas foram exoneradas a partir de recomendação do MP. "A adesão popular acaba fazendo com que os prefeitos exonerem espontaneamente, sem ações judiciais", acrescentou a promotora.

Clique AQUI para ler mais

Piada de jornalista, por Ancelmo Gois

Um jornalista está com estresse. Seu analista sugere que ele tire uns dias e vá se ocupar de coisas bem simples. Ele resolve então ir para uma fazenda trabalhar como peão.

Como primeiro trabalho, o fazendeiro manda-lhe jogar esterco num campo, imaginando que o jornalista irá levar o dia inteiro. Uma hora depois ele volta para o fazendeiro dizendo que está terminado. O fazendeiro vai verificar e o serviço foi concluído eficientemente.

Ele dá então outra tarefa: separar batatas em três montes: o primeiro com as grandes, o segundo com as médias e o terceiro com as pequenas.

De noite, o jornalista não aparece. O dia seguinte ele não vai almoçar. O fazendeiro vai saber o que aconteceu. O jornalista está na frente das batatas, com apenas três batatas separadas.

- Não entendo! - espanta-se o fazendeiro - O senhor cuidou do esterco em uma hora e não consegue separar as batatas em três montes?

É que... espalhar merda é comigo mesmo.

Ancelmo Gois é Jornalista e colunista de O Globo

Quadrilhas de volta

Pegando o embalo do Pré-Forró, da Rede Bahia, o prefeito Fernando Gomes decidiu realizar a festa junina este ano.

O Forró do Povo será de 29 de junho a 1º de julho.

O governo deixou cair a máscara de carnaval, mas agora teremos um show de quadrilhas, e bandas, para todos os gostos na Beira-Rio.

Tudo para não perder o clima de São João.

Preservar os mananciais e a Mata Atlântica

Jorge Barbosa

Depois de centenas de anos de agressão e utilização irracional dos recursos naturais, agravados pelo crescimento populacional e a sociedade industrial capitalista, o tema meio ambiente finalmente é tratado com o interesse merecido - muito embora haja ainda grande hipocrisia nos discursos empresariais e governamentais.

Prova disso é que não há uma resolução firme pela manutenção do que resta das vegetações nativas em todo o mundo, a Amazônia continua a definhar e, pasmem, o governo brasileiro comemora a redução do ritmo de desmatamento. O correto e racional seria deter completamente a destruição da floresta amazônica, bem como de outras vegetações nativas.

Em nossa região existem inúmeras nascentes de córregos, ribeirões, lagoas e rios que dependem da cobertura da mata para manterem o fluxo, o que deve ser considerado uma grande riqueza. Porém, este tesouro está ameaçado pelo desmatamento que vai no sentido de substituir o cacau pelo gado e o café, além da nova ameaça verde, o eucalipto.

Porém, o que quero mais chamar a atenção é a respeito dos dejetos que, através de esgotos sem nenhum tratamento, são lançados diariamente nos rios da região. Outra fonte de poluição gravíssima, e que certamente tem afetado os lençóis freáticos e contaminados inúmeros cursos d’água, são os lixões e aterros sanitários, que, sem dúvida, ocorrem em lugares inapropriados e sem nenhuma avaliação técnica.

Neste sentido, se queremos manter e preservar nossas fontes de água, necessitamos tratar como prioridade o reflorestamento das nascentes e das matas ciliares, o combate eficaz a todo e qualquer desmatamento, o saneamento básico e o tratamento dos esgotos e o incentivo à criação de usinas de reciclagem e tratamento do lixo.

Para execução de tais medidas, é necessário uma ação coordenada dos governos federal e estadual, além do consórcio dos municípios da região, bem como da assessoria técnica da UESC e da CEPLAC, sem falar da parceria com o setor privado.

Sem estas medidas, a curto e médio prazo estaremos abrindo mão de um grande patrimônio natural.

Todo dia bebemos água. Todo dia é dia da ÁGUA!

Jorge Barbosa é presidente do Sindicato dos Bancários de Itabuna

Só pegou peixe pequeno

A ação da polícia durante a fuga do presídio Ariston Cardoso, na última terça-feira, terminou com a morte de dois "bandidos" inexpressivos, que foram solenemenente apresentados como integrantes do PCC. Todos os peixes grandes escaparam, entre eles Renato Garcia Martins, traficante paranaense.

Outro fato estranho: segundo o coordenador da polícia civil em Ilhéus, Jorge Luiz dos Santos, o soldado da PM Paulo Henrique de Almeida Barros, que colaborou com a fuga, já havia ficado do lado dos marginais em uma rebelião de presos em Porto Seguro.

Era justamente esse soldado de ficha "limpa" que estava de guarda no Ariston Cardoso e que ganharia R$ 35 mil e um carro para facilitar a debandada. Pode-se dizer que Almeida Barros era talhadíssimo para o posto que ocupava.

FPM: Censo do IBGE terá impacto sobre a economia de municípios sul-baianos

O IBGE inicia em abril a contagem da população em municípios de até 170 mil habitantes. O censo visa atualizar os índices do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) destas localidades.

Pelos critérios, a contagem abrangerá todos os municípios sul-baianos, exceto os dois maiores (Itabuna e Ilhéus), que estão acima do limite de 170 mil habitantes. No sul da Bahia, o instituto encerra ainda esta semana um ciclo de treinamento para os censitários contratados.

A nova contagem poderá ter forte impacto para grande parte dos municípios sul-baianos. As últimas estimativas populacionais do IBGE (reveladas com exclusividade por este blog em setembro do ano passado) indicam que boa parte das cidades da região murcharam. O censo será mais preciso na apuração destes números. Abaixo, segundo as estimativas anuais, alguns dos municípios que decresceram:

Buerarema 18.040 (jul/2005) - 17.863 (jul/2006)
Barro Preto 7.350 (jul/2005) - 7.144 (jul/2006)
Camacan 27.316 (jul/2005) - 26.703(jul/2006)
Canavieiras 36.765 (jul/2005) - 37.002 (jul/2006)
Coaraci 25.840 (jul/2005) - 25.509 (jul/2006)
Ibicaraí 27.797 (jul/2005) - 27.622 (jul/2006)
Itajuípe 20.995 (jul/2005) - 20.746 (jul/2006)
Itapé 14.009 (jul/2005) - 13.906 (jul/2006)
Pau Brasil 11.086 (jul/2005) - 10.765 (jul/2006)
Uruçuca 13.782 (jul/2005) - 12.709 (jul/2006)

Cláudia não foge da raia...

"Eu fiquei chocada com essa notícia. Eles eram inimigos mortais, né? Olha, eu acho que eu não poderia ser política nunca. Eles se digladiaram na época! Era uma loucura".

Cláudia Raia falando sobre o encontro de Lula e Collor, ontem. A atriz foi bombardeada no final da década de 80 por apoiar Collor, na campanha a presidente da República. Cláudia teve até carro quebrado, além de ser "sacaneada em todos os lugares".

'Lula Esponja' no Casseta

O programa "Casseta & Planeta, Urgente!" volta ao ar dia 10 de abril comemorando 15 anos com um baile de debutante, um novo visual e novas séries e desenhos. Uma das promessas é a animação "Lula Esponja Cabeça Quadrada".

Segundo o "casseta" Claudio Manoel, será um sátira ao personagem Bob Esponja "com vários encaixes" _entre eles o dos supostos hábitos etílicos do presidente da República.

Outro Canal, Folha

Ô, Ana Júliaaaaa.....

Cabeleireira e esteticista serão assessoras de governadora
DA AGÊNCIA FOLHA

A governadora do Pará, Ana Júlia Carepa (PT), nomeou como assessoras especiais, lotadas em seu gabinete, a cabeleireira Manuella Figueiredo Barbosa e a esteticista Franciheli de Fátima Oliveira da Costa, que costumam atendê-la.

Os decretos com as nomeações foram publicados no "Diário Oficial" do Estado de 14 de fevereiro e não informavam o salário nem a natureza da atividade que passariam a exercer. As duas profissionais mantêm atividades fora do governo.
A Folha tentou falar ontem com a governadora por meio de sua assessoria, mas não obteve retorno.

A reportagem tentou falar com a cabeleireira e com a esteticista, mas não conseguiu. No salão de beleza que pertence à Manuella Barbosa, a reportagem foi informada por telefone de que a governadora é cliente há "muitos anos" e que hoje a cabeleireira atende a petista no local de escolha desta.

Folha de São Paulo, hoje

O embate Lula X Collor em 1989

Dois vídeos circulam na internet com o embate entre o atual presidente Lula e o ex-presidente cassado Fernando Collor. São dos programas eleitorais e mostram como Collor conseguiu derrubar Lula com um golpe baixo, comprando depoimento da ex-mulher do atual presidente. Assista aos vídeos e tire suas conclusões sobre o que aconteceu ontem. Biografias a parte, fica a impressão de que os dois se merecem.

Clique AQUI e veja o depoimento de Miriam Cordeiro, ex- de Lula.

E AQUI para a resposta do presidente, àquela época lançando-se candidato ao Planalto pela primeira vez.

E quem assistiu aos discursos de Collor e Pedro Simon no plenáriodo Senado Federal tem a impressão de uma volta por cima monumental do senador Collor. Quase todos o abraçando e o tratando como "grande homem".

Neste país delubiano, tudo é possível.

Pano pra manga

A aprovação das contas da saúde vai dar pano pra manga. Apenas 13 dos 24 conselheiros municipais participaram da votação das contas do terceiro trimestre de 2006, na última terça-feira.

Essas contas ainda serão submetidas ao crivo da Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara de Vereadores. Espera-se agilidade nos trabalhos dos edis, mas também assessoramento técnico para descobrir o 'pulo do gato'. Pra não deixar o rato escapar. Se houver, claro...

País da impunidade

Palavras de um senador (de verdade), ontem, durante discurso no plenário da Casa:

"Com todo o respeito ao STF (Supremo Tribunal Federal), mas alguma coisa tem que ser feita. O Brasil não pode continuar a ser o país da impunidade. Que me perdoe o STF, mas nenhum deputado federal, nem um deputadozinho, nenhum senadorzinho, nenhuma autoridade foi julgada pelo STF. Infelizmente, esse é o Supremo." Senador Pedro Simon (PMDB-RS)

Saem nomeações para escolas estaduais

O secretário de Educação, Adeum Sauer, definiu os nomes dos diretores e vice-diretores de boa parte das escolas estaduais em Itabuna.

As nomeações estão publicadas no Diário Oficial desta quinta-feira, dia 22. Ex-assessor de gabinete da prefeitura de Itabuna, o professor Denelísio Nobre Leite será o diretor do colégio Luís Eduardo Magalhães.

Confira a lista de nomeações clicando AQUI.