23 abril 2008

Laudo do caso Valdenor sai em 20 dias

O Departamento de Polícia Técnica (DPT) deve apresentar em 20 dias o laudo da exumação do corpo de Valdenor Cordeiro, assassinado após tomar posse como prefeito de Jussari, em janeiro de 2005.

A exumação, realizada ontem à tarde, foi acompanhada por populares e familiares do político eleito três vezes prefeito do município. Exames toxicológicos vão averiguar se Valdenor teve morte natural ou causada por envenenamento.

2 comentários:

ZÉ RUELA disse...

Essa "PSB - PULIÇA SIVIU DA BAIA" é realmente uma porcaria... Só prende traficantezinho, ladrao de lata de leite NINHO... Cadê os GRANDES seus "PULISSIAIS" ??? Vão correr atrás de bandidos, vces ganham pra isso.. Desenterrar defunto é coisa de coveiro... Que diabos essa "PULISSA" da Bahia vai descobrir pelo amor de deus desenterando o pobre Valdenor?? Material de pesquisa a "PULISSA" daqui não tem !!! Bons "PULISSIAIS" nao tem !!! Instituto para apurar este tipo de caso, nao tem !!! Entao ?? Pra que desenterrar o rapaz... É só para aparecer na mídia é isso ?? Afff...

Anônimo disse...

Zé Ruelinha,
Será que não tem gente grauda com medo do defundo hem?...
Se O Prefeito morreu envenenado o culpado deve entender de química, de drogas, de manipulação. E droga forte!!!