28 abril 2008

Missão impossível?

Por Luiz Carlos Junior*

Na semana passada, a imprensa itabunense chamava de missão (quase) impossível a possibilidade de unidade dos partidos da base de sustentação do governo Wagner nas eleições de outubro, em Itabuna. A incredulidade advinha do fato de alguns partidos da base (PCdoB, PSB, PT, PSDB, PMDB e PP) já terem lançado pré-candidatos ao pleito municipal (alguns deles bem posicionadas nas pesquisas).

Mas a reunião promovida no último sábado pelo PCdoB, PSB e PMDB com os demais partidos da base demonstrou que, caso algumas arestas sejam aparadas e critérios claros sejam adotados para a escolha do nome de consenso, é sim, possível esses partidos estarem juntos em torno de um projeto para Itabuna.

Para começar, causou surpresa a grande quantidade de representantes partidários presentes, doze ao todo (PCdoB, PSB, PMDB, PT, PSDB, PV, PSL, PTdoB, PRP, PV, PR e PPS). Todos foram unânimes ao condenar a administração de FG e o estado de abandono em que a cidade se encontra, excluindo qualquer possibilidade de aliança com o Democratas. Inclusive o PMDB.

Apesar de notícias darem conta de uma aliança entre o partido do Capitão Fabio e o DEM, o presidente da agremiação, Alberto Elmo, o Bebeto, afirmou categoricamente que o PMDB não faz parte do governo municipal e que não existe acordo algum com Cuma e seu partido. Renato Costa chegou a afirmar que existia “uma ação orquestrada para desqualificar nosso candidato”, ao afirmar que setores da imprensa rotulam Fábio Santana de fernandista, enquanto o outro capitão sequer tem sua imagem associado ao atual prefeito, apesar de ser vice-prefeito e filiado ao DEM.

Rusgas – Alguns partidos (notadamente PV, PSDB, PMDB e PSL) lembraram que a desejada unidade das forças progressistas foi alcançada em 2000, mas que não havia sido benéfica para todos. A desconfiança maior recai sobre o Partido dos Trabalhadores, acusado de não cumprir acordos firmados naquele ano.

Barcelos, O Conciliador, considerou positiva a lavagem de roupa suja e assegurou que seu partido está aberto à crítica e trabalhará para unir a base aliada ao governo Wagner nessas eleições. Questionado se o PT abriria mão de sua candidatura em prol de um nome de consenso apresentado pelos partidos da base, afirmou: “assim como os demais partidos”.

Se a intenção dos partidos que tiveram a iniciativa de promover a reunião foi quebrar o gelo e abrir um canal de diálogo com a base aliada, parece que o encontro cumpriu seu objetivo. Todos concordam que a união dessas agremiações é garantia de vitória nessas eleições. A discussão sobre o nome de consenso fica adiada para momento apropriado. Nova reunião foi agendada para o próximo sábado, no mesmo local, às 9 horas, quando uma agenda mínima deverá ser debatida.

*Luiz Carlos Junior é estudante de Comunicação Social
lcjr34@hotmail.com

15 comentários:

Anônimo disse...

Isso é coisa de maluco!

Tai sandices só poderia vir de um membro do PCdoB.

Anônimo disse...

No creo en brujas. Pero que las hay, hay...

Anônimo disse...

Muito ponderadas as suas análises, gostei da imparcialidade, apenas informando sobre os acontecidos... As sandices que o cego de cima afirma deve ser o medo de enfrentar os partidos da base aliada para derrotar os Demo's...
Não é à toa que o PCdoB e o Psol não andam metidos no mar de lama da política nacional, não há um membro sequer indiciado no mensalão e outras roubalheiras...
Isso o da "sandice" ai de cima não enxerga...

Espantado disse...

"Alberto Elmo, o Bebeto, afirmou categoricamente que o PMDB não faz parte do governo municipal e que não existe acordo algum com Cuma e seu partido".

Ha, é? E a Secretaria de Esportes, que era do PMDB com Ricardo e continua sendo do PMDB, tanto que nomeou João Xavier?

Se ter secretaria não é fazer parte de governo, então ninguém faz.

Anônimo disse...

Saiba Sêo Pimenta! que este blog não pertence a esquerda (?), pois todos nós itabunenses, já o adotamos como via de informção política-regional, portanto, já está na hora de vocês passarem a informar, com mais neutralidade e responsabilidade, pois a cada dia estão perdendo internautas que querem uma informação imparcial, fica o recado.

marti disse...

Martí esperançoso;

.Excelente transcrição do ocorrido na câmara de vereadores no sábado; bom aluno esse rapaz, tal qual a Karol.

.Espero que Zelão e o Conceição não o repreenda também.

.Quanto a reunião, ela apenas demonstrou o tamanho e a quantidade das arestas a serem aparadas.

.Não são poucas nem pequenas. A começar pela ganância do PG ops, PT.

.Vamos esperar o próximo sábado, depois mais um e depois mais outro.

.Quem sabe passo a acreditar mesmo na mula sem cabeça!!!!

.Quanto a lembrança da famigerada aliança de 2000, todos sabem quem foi o único beneficiário.

.Será que vão acreditar de novo em novos acordos que não serão cumpridos?

Anônimo disse...

Quase nada nessa vida é impossivel,mas muitas coisas são e esse acordo é uma delas.

Anônimo disse...

Mas o presidente do PMDB disse isso mesmo?

Anônimo disse...

Luís Gordo,

Bebeto esqueceu que João/Ricardo Xavier e parte do PMDB ocupam a secretaria de esporte do governo Fernando Gomes?

E Renato Costa, tomou o chá do esquecimento?

Ah, bom.

DS

Anônimo disse...

Ao anônimo das 16:29,
O ex-diretor do Colegio estadual de Itabuna Eugênio, após ter sido exonerado do mencionado colegio foi nomeado em um cargo de confiança na prefeitura de Itabuna, a pedido do capitão Fabio. Eugenio sempre apoiou o deputado.
Pois é verdade sim Fernando tem acordo com Capitão Fabio.

Anônimo disse...

Somente Val Cabral (PV) fez bom uso dessa reunião, quando exigiu dos partidos aliados a Lula e Wagner, ações concretas para se evitar o fechamento do escritório do IBAMA em Ilhéus; a revitalização da CEPLAC, com convocação deconcurso público para contratação de novos servidores e outros pleitos que dignificaram o referido encontro. No mais só houve hipocrisia, enganações e tentativas de se currar velhas feridas abertas pelas traições do PT, contyra os demais partidos alí presentes.
Zezinho

Anônimo disse...

DEMASIADAMENTE TOLOS, SÃO OS QUE ACREDITAREM EM QUALQUER PALAVRA, OU ACORDO VINDO DO PT DE ITABUNA.

Anônimo disse...

Reunir-se com o PT é se fazer presente a uma farsa, ou acordo de compadre, ou acordo CARACÚ, onde geraldo só mente e geralMENTE, só quer entrar com a CARA... adivinha quem entra com o resto?!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Uma reeunião que esse tal de Val Cabrito tem direito a berrar,claro que não vai dar em nada.

Anônimo disse...

A maioria só pessam no umbigo os que batem em Geraldo e o Pt do próprio Geraldo