13 abril 2008

"Buba" na linha

A polícia civil entrou com pedido de interceptação telefônica contra o professor Guilherme Diógenes Campos Mendes, o Buba. O pedido foi apresentado ao juiz da 1ª Vara Crime da Comarca de Itabuna, Luiz Bezerra.

Para a polícia, "Buba" apresentou a versão de que teria sido vítima de seqüestro, no dia 25 de fevereiro, e fora obrigado a sacar R$ 1 mil de sua própria conta, em agências de Ibicaraí e Itororó.

O delegado regional Moisés Damasceno checou as imagens do circuito de tevê das instituições bancárias e declarou, à época, não ter visto nada de movimento suspeito de prováveis seqüestradores.

O pedido de interceptação foi apresentado pelo delegado.

5 comentários:

Anônimo disse...

Zelão, da série - Eu só queria entender!

Se não ouve sequestro? se o professor "roubou ele próprio"? se mais ninguém foi prejudicado? Qual teria então sido o crime cometido, que justifique tanto interesse da policia?

ZÉ RUELA disse...

Zelão....

Não sei se vce sabe, mas se vce puder provar ao banco, com um boletim de ocorrencia, que sacou sob pressão de criminosos vce tem seu dinheiro de volta em sua conta... Então quem sabe "BUBA" não usou deste artificio...E se alguem disser aqui que ele nao tem necessidade disso, ai eu pergunto se não tem por q usa carro CLONADOS ??? Já q tem "condições" de comprar um de boa procedencia ??

ZÉ RUELA disse...

VCES DO "PIMENTA" TEM ALGUM PARENTESCO,COM BUBA ?? CADE A DEMOCRACIA DESTE BLOG..O QUE DISSE TEM FUNDAMENTOS... POR Q NOA POSTAM AS MINHAS MENSAGENS QUAND É A RESPEITO DE "BUBA" ?? VCES TEM O RABO PRESO COM ELE ??? ISSO AQUI JA ESTA VIRANDO POLITICAGEM... SO COLOCAM NO AR O QUE QUEREM E BEM ENTENDEM...

Toscko disse...

"Zé Ruela",

A polícia investiga o caso e trata a versão de "Buba" como "estranha".

Daí a aceitar qualquer coisa comentário - e com os termos utilizados por você -, vai uma distância muito grande.

Edgard Freitas disse...

Zelão


Se Buba comunicou um crime inexistente, cometeu ele próprio um crime, previsto no Art. 340 do Código Penal