16 abril 2008

O combustível brasileiro

9 comentários:

o sacaninha disse...

Uma cachacinha é bem melhor que um supositório de cocaina no fiofó.

Anônimo disse...

Lula é um nordestino roxo e não desbota. Se o cara toma uma cachacinha nordestina fazem-se piadinhas elitistas e sacanas. Agora quando a elite governante dos quadros do DEM e PSDB torram nosso dinheiro tomando uísque escocês os "sacaninhas" ficam o "R" entre às pernas...
Ô povinho mais ou menos!

Anônimo disse...

O BRASIL É UM PAÍS DO FAZ DE CONTA

O Brasil é uma fábula quase próxima de ópera-bufa. Não acredita? Você conhece algum lugar em que uma igreja seja a maior empresa multinacional do país? Saiba que aqui, a Igreja Universal do Reino de Deus é a “empresa” que mais prospera e está encravada em todos os continentes e em mais de 80 paises do planeta terra.
No Brasil existem movimentos como o Movimento dos Sem Terra-MST, que recebe recursos públicos, para fazer acirrada oposição ao próprio governo e o constrangendo a ponto de invadir repartições públicas e somente sair com o atendimento de suas chantagens.
O trabalhador brasileiro se arrebenta para ganhar salário inferior a 400 reais por mês e um preso custa mais de 1.200 reais mensais para os cofres públicos.
Nosso surrealismo está também no fato de brasileiros não poderem circular livremente numa reserva em que índios falam francês e estrangeiros sentem-se em casa.
Parece que contagiamos inclusive as ONGs forasteiras.
Não há nenhuma ajudando os 10 milhões de nordestinos vítimas da seca. Em compensação, 350 delas estão na Amazônia cuidando de apenas 230 mil índios, que não passam sede nem fome.
Nem a Igreja escapou de nossa vocação para Salvador Dalí. Você conhece a posição dela contra o aborto, o uso de anticoncepcionais, a pena de morte e a eutanásia.
Tudo em defesa da vida.
Espero que o governo Lula tenha a mesma visão e conquiste seu lugar na história, resolvendo o secular problema social e humano nordestino. Nem que para isso tenha que contrariar o Papa.
Por falar em papa, nosso país é tão surrealista que, por estas bandas, acredito que Dalí, o papa do surrealismo, seria matriculado no jardim da infância.
Um país não pode ser considerado como promissor, com a maioria do povo desperdiçando diariamente, extenso tempo diante de um aparelho de televisão para assistir BBB´s e, no mínimo, quatro novelas.
O Brasil se esfacela no desperdício de recursos com serviços e obras públicas supérfluas e superfaturadas, mas seus governantes se esquivam da execração pública com carnavais e festejos que o equivalham. E com isso vilões se transformam em heróis.
O brasileiro é na sua maioria cego, surdo e mudo. E faz de conta que é feliz desfilando nas escolas de samba, nos estádios de futebol e diante de um aparelho de televisão, enquanto os faróis da Igreja Universal do Reino de “Deus” e os políticos corruptos passam sobre seus escombros derramando “lagrimas de crocodilos” e como salvadores de uma pátria apática e inerte.

Val Cabral
Radialista: Programa Sem Papas na Língua/Rádio Jornal (560), ás 14h.
Dirigente do Partido Verde
pvitabuna@bol.com.br

Anônimo disse...

O PT SE TRANSFORMOU NUMA DECEPÇÃO IDEOLÓGICA

O descontentamento e visível apatia da juventude em relação à política não se revelam somente nesse segmento. Todos os cidadãos e cidadãs, a cada dia mais, distanciam-se dos assuntos sobre a política nacional e mundial, em conseqüência, é claro, de um contexto social, político e econômico que há décadas vem traçando o sistema neoliberal, o qual, iniciado no Brasil pelo governo de Fernando Collor de Mello, desenvolvido por seus sucessores, hoje é consolidado pelo governo Lula e pelo projeto político do Partido dos Trabalhadores que, ironicamente, em sua formação inicial, defendia justamente o anticapitalismo, representado pelo projeto socialista.
Levando-se o contexto histórico em consideração, na amplitude dos processos de transformação de nossa sociedade, podemos, sim, afirmar que o Partido dos Trabalhadores tem uma grande parcela de culpa pela apatia geral que acomete os cidadãos e cidadãs brasileiras, pois foi, durante muito tempo, o símbolo da esperança da transformação social em nosso País. Na atualidade, o PT igualou-se, através das práticas de gestão do Estado que vem executando, aos partidos que sempre representaram o interesse da elite financeira do Brasil. Por meio de suas práticas economicistas relegam aos pobres políticas assistencialistas que apenas fazem a “manutenção da pobreza”, sem viabilizar, de fato, a justa distribuição da riqueza brasileira. Sem deixar de lembrar as práticas malandras e corruptas, as quais grande parcela da população (inclusive muitos ex-militantes petistas) jamais poderia imaginar que o PT, um partido que orgulhosamente sempre defendeu a ética e honestidade na política, pudesse exercer. A juventude brasileira sabe que a corrupção no Brasil se faz presente há séculos, mas aceitar que um partido fundado para combater tais práticas se iguale à direita brasileira é inacreditável.
Tendo depositado tanta esperança na transformação social que um dia o PT prometeu fazer e tendo que vivenciar a lenta degradação dos princípios éticos e ideológicos sustentados um dia pelo Partido dos Trabalhadores, a juventude brasileira, assim como todo o povo desta nação, tem, agora, a difícil tarefa de se reerguer e começar de novo a construção de uma nova ferramenta de luta; uma tarefa sofrível que muitos, infelizmente, preferem não mais realizar. Contudo, há uma parcela significativa da juventude brasileira que começa a ver no PSOL uma alternativa para a mudança do sistema político atual. Os jovens integram hoje 62% da base militante do Partido Socialismo e Liberdade, um partido que tem tentado incessantemente resgatar os princípios da ideologia socialista e por isso tem atraído os jovens do Brasil.
Em relação às “benfeitorias” criadas pelos governos petistas, como as citadas Conferências e Conselhos, como afirma o próprio PT de Itabuna, os Conselhos Municipais não funcionam, fato que, portanto, revela a ineficácia da referida gestão em viabilizar a participação popular da qual parece se vangloriar. Na verdade, as pessoas não participam pela falta de resultados apresentados, vejam o exemplo das Plenárias do Orçamento Participativo e dos tantos projetos criados que teimaram em não sair do papel quando o PT governou Itabuna. Sabe-se que a mesma realidade do município se reflete em âmbito nacional. O planejamento e debate fazem parte do processo de construção de qualquer política pública, mas colocá-las em prática, certamente, é o objetivo e fator essencial desse processo, aspecto o qual o projeto petista não tem sido eficaz em exercer.
No entanto, nesse texto não queremos debater as condutas administrativas das gestões petistas, queremos, sim, reafirmar que o papel o qual o Partido dos Trabalhadores pretendeu um dia exercer, não mais o exerce; o PT roubou de muitos cidadãos e cidadãs deste País a esperança de uma transformação social real. Muitos daqueles que empregaram sua esperança ao votar no projeto petista não esperavam somente uma melhor administração das finanças brasileiras, mas sim a concretização de um projeto que realmente dividisse a riqueza desta nação e fizesse dos muitos pobres e miseráveis do Brasil sujeitos de direitos e não só de deveres.

Val Cabral – Radialista
Programa Sem Papas na Língua/ Rádio Jornal (560), 14h.
pvitabuna@bol.com.br

De saco cheio de chateação disse...

Acho que o Pimenta poderia poupar seus leitores deste cansativo Val Cabral, que usa espertamente e desonestamente um espaço para comentarios, para deitar sua verborragia inconsequente.

Anônimo disse...

Ô bobinho...faz muito tempo que Lula não toma cachacinha...só você e outros iludidos é que acreditam...você deve estar ralando pra sua família ter uma vida mais ou menos, enquanto Lula lula bebe Blue Label, Vinhos Romané Contue, de 12.000 reais a garrafa...Acorda, bobinho...é por isso (também)que não divulgam as contas dos cartões corporativos..

Anônimo disse...

Martí perplexo;


Será que o Carimboto se acertou com o Val Cabral pra que ele viesse implodir o blog dos pimenterios com essa verborragia indigesta??????????

Abre o olho os meninos. O Carimboto já foi minino di rua e sabe encontrar seus pares arrivistas e oportunistas.

Anônimo disse...

O engraçado é que os que pensam diferente dos mininos blogueiros ou de seus "pares", são oportunistas. Esse blog e seus "pares" é que são oportunistas, hipócritas e vendidos. E quem segue a eles são simplesmente aqueles que tb se vendera a um determinado imperador. Quanto ao Lula, há muito esqueceu da cachacinha do nordeste, como citou o coerente leitor acima! Acorda Brasil, vamos nos livrar dessa corja dos corruPTos!

Anônimo disse...

Martí surpreso;


Ninguém aqui é oportunista nem arrivista como o Carimboto e seu parceiro Val Cabral. Todos aqui apenas comentam as notas postadas por esses dois jornalistas.

Quem está usurfruindo da popularidade desse blog e do bom conceito dos seus proprietários - o pimenta e o toscko - são justamente o Val Cabral, com seus artigos idiotas e sem sentido, e o seu parceiro de capoeira e treinamento intensivo diário do golpe de argola, o Carimboto Ceplaqueano.

Vejam vcs que até a propaganda do programa de rádio dele ele aproveita o espaço para fazer...

É ou não um OPORTUNISTA?