13 abril 2008

PT terá candidatos em mais de 100 cidades baianas

O novo secretário estadual de organização do PT, Everaldo Anunciação, afirmou ao Pimenta que o PT terá candidatos a prefeito em mais de 100 municípios. "O quadro real será definido até o final de abril, com as nossas reuniões regionais", disse. "Teremos mais de uma centena de candidatos".

No próximo sábado, dia 19, o partido realiza reunião com diretórios e comissões executivas instalados em 49 municípios sul-baianos. "Devemos ter candidato em 30 a 40% dos municípios da região", afirma.

O encontro dos petistas sul-baianos será realizado em Itabuna, no auditório da FTC. O partido, enfatizou, está presente em 405 municípios baianos, seja com diretórios ou comissões provisórias.

Everaldo afirmou que as candidaturas serão definidas após conversas com a base aliada. Ele disse que os parceiros principais desta campanha são PMDB, PSB e PCdoB, ressaltando a aliança histórica com estes dois últimos. E enfatizou que os petistas vão procurar todos os partidos da base de Wagner para caminhar nesta eleição.

E do outro lado? "De jeito nenhum" o partido fará alianças com o DEM. Quanto ao PSDB, a coligação nos municípios será fechada somente com o crivo da Executiva Estadual.

O secretário estadual de organização do PT reafirmou que a legenda sairá com candidatos a prefeito nas duas maiores cidades sul-baianas. Em Ilhéus, está definido que o nome será Ruy Carvalho. Mas em Itabuna ainda há uma disputa entre Juçara Feitosa, Iruman Contreiras e Gilton da Ceplac.

"Concordo com o Zé"
Everaldo disse que, em princípio, concorda com o ex-ministro José Dirceu quanto à necessidade de alianças com o PMDB, mas "no caso de Salvador, o PT decidiu sair do governo por unanimidade".

Acompanhe mais da conversa com Everaldo

4 comentários:

Anônimo disse...

Geraldo no jornal a região dessa semana com pose de candidato a prefeito de itabuna,ai vem os aloprados querendo nos enganar ao afirmar que a candidata e Jussara.

Zé de Olho na Joga disse...

É seu anônimo eu compartilho contigo.
A GRANDE JOGADA
O tabuleiro de xadrez da política de Itabuna está num verdadeiro "gambito" para conseguir o "xeque mate". O gambito no xadrez é o sacrifício de uma pedra para melhor se posicionar no jogo. Nesse "gambito" a candidatura de Miralva da DIREC seria sacrificada em nome do "xeque mate" que Geraldo preparou para os aliados e as tendências rivais no próprio PT. Explico. Geral sempre foi e é candidatíssimo. Armou seu plano e se reuniu com a cúpula da "Articulação" e definiu uma estratégia para não se auto-indicar, ou seja, ser clamado candidato por todos convencionais do PT e de quebra ter a esposa vereadora mais votada e presidente da Câmara de Vereadores. Para ter a aclamação do seu nome na convenção ele lançou Juçara à prefeita sabendo que a maioria do partido não aceitaria, forçando a "indicação", pois os opositores como Iruman, também partícipe do plano não teria aceitação de 0,00001% do PT. Por outro lado, lançar Juçara direto à vereadora iria de encontro com os planos de Miralva Moitinho que já se considerava eleita pois o cargo na Direc - na cabeça dela - ampliaria os 1000 votos que teve. Aí é que entra a jogada de Geral. Ofereceu a secretaria de educação para Miralva em troca da retirada da candidatura para o terreno ficar livre para a candidatura de Juçara à vereadora, com o apoio da "Chefa da Direc". Os outros pré-candidatos à prefeito, como O Dr. Edson Dantas do PSB, presidente da Câmara de Vereadores e Luis Sena, vereador pelo PCdoB, aliado antigo de Geraldo; ficam com loucos correndo atrás do apoio do Secretário de Agricultura. Hehehe... Lei do engano! Na convenção o consenso entre os convencionais do PT será pela retirada dos nomes em questão para vereador e a unanimidade de Geraldo à prefeito sem bate chapa no partido. E ainda pode haver uma chapa puro-sangue com um ou uma vice do PT só para Geraldo sair candidato ao senado em 2010. Tudo isso é para confundir o eleitor que está tendendo a um novo projeto. E não me venham dizer que o Capitão Fábio é o novo. Ele é um antigo filhote do jeito calista de governar, um militar que recebeu estrutura do carlismo para construir seu nome e apoiou e apoia tudo que CUMa fez e faz. Não diz nada contra o desmando na tribuna do legislativo e ainda corre - nos bastidores -pedindo o apoio financeiro de Fernando para sua campanha. Acho que um novo projeto vai surpreender essa turma do "jogo de xadrez"...

Anônimo disse...

Não acredito numa chapa puro sangue.
Geraldo Simão não daria essa cadeira para ninguém.
Nunca quis fazer o sucessor.
Só se for a mulher ou o filho.
Se o outro não fosse foragido da policia ianhamos ver uma disputar de filhos e esposas para manter a tradição.
Por isso para acabar com essa alternancia so mesmo o Dep. Capitão Fabio.

Anônimo disse...

EX-gold boy
No comertario, zé de olho na jogada esqueçeu que o secretario/deputado/enganador, pode enganar os militantes do Pt, mas não vai enganar o povo de Itabuna, que não aguenta mais a mesma coisa,