25 março 2008

Paradoxo

Enquanto a prefeitura de Itabuna paga R$ 4,4 milhões à Ebisa por dívida inexistente, a Ecolimp está há quatro meses sem receber pelos serviços de coleta de lixo.

Coincidentemente, as reclamações contra a limpeza pública aumentaram - e muito! - nos últimos dias. Até o número de caminhões compactadores teria sido reduzido para que a empresa não sofra mais prejuízos.

3 comentários:

Anônimo disse...

Então quer dizer que o prefeito não se paga a 4 meses.Porque é um dos donos da empresa.Basta ver o período que a empresa foi criada.

Parafuso disse...

Não, ele não é um dos donos, pois se fosse esta nào teria dificuldades em receber as faturas.
A Empresa pertence ao Grupo Chaves q é 100% grapiúna e só não deixou a cidade num lixo só, justamente por ser daqui

Anônimo disse...

tá bom..Alguem acredita em Papai Noel ?Essa briga toda é um desacordo "negocial". A empresa foi montada na véspera da Vitória de Fernando Gomes na eleição municipal.Como a empresa ganhou a licitação ? como é dividido o bolo? A realidade é dose ..Mas cadê o MP ? O legislativo ?

P.S Com muito dinheiro , não há que não ame essa cidade.